22 Mai, 2018

De Norte a Sul, os melhores nadadores juvenis

João BastosDezembro 19, 20173min0

De Norte a Sul, os melhores nadadores juvenis

João BastosDezembro 19, 20173min0
O Torneio Zonal de Juvenis foi a última prova de 2017. Bragança e Albufeira foram os palcos dos dois torneios e o Fair Play faz o resumo da competição

Os nadadores juvenis do país estiveram em acção entre os dias 15 e 17 de Dezembro, nos Torneios Zonais de Juvenis. Contamos como foi


Os Torneios Zonais de Juvenis encerraram o calendário de competições de natação no território nacional no ano de 2017.

Como sempre, foram disputados dois torneios, um na zona norte – Bragança – e outro na zona sul – Albufeira.

Trazemos-lhe o resumo das competições, num artigo bastante democrático. Se quer conhecer os destaques do Torneio Zonal de Juvenis da zona sul, então clique no seguinte link:

Os melhores do Zonal Sul

Se prefere ficar a par das ocorrências do Zonal Norte, convida-mo-lo a ler o seguinte artigo:

Os melhores do Zonal Norte

Ainda lhe oferecemos uma terceira opção…que é ficar por aqui.

Decorridos os dois Torneios Zonais, fazemos o exercício quase instintivo que é comparar o Norte com o Sul.

Para isso, registamos os tempos feitos pelos vencedores das 30 provas disputadas quer no Norte, quer no Sul, comparando-os na tabela abaixo:

Fonte: Swimrankings

Verifica-se que se os vencedores do Norte nadassem contra os vencedores do Sul, os sulistas levariam a melhor em 38 provas, contra as 22 que os nortenhos venceriam.

Numa análise mais pormenorizada, verifica-se que no sector feminino, as nadadoras do Zonal Sul fizeram melhores marcas em 18 provas e as nadadoras do Zonal Norte fizeram o melhor tempo em 12 provas.

Já no sector masculino a diferença é maior. Os nadadores do Sul superiorizaram-se em 20 provas, o dobro daquelas em que os nadadores do Norte são melhores.

Dividindo a tabela em categorias, os juvenis B do Norte apenas foram melhores em 6 provas, verificando-se aqui um maior domínio dos juvenis B do Sul, com 24 provas.

nos Juvenis A, o Norte “vence”, na “disputa” mais apertada. 16 melhores tempos foram registados no Norte, contra os 14 melhores tempos registados no Sul.

Curiosamente a nível individual, os números são mais parcimoniosos.

Na categoria juvenil-B, no lado feminino, é uma nadadora do Sul que consegue o maior número de melhores marcas: a sportinguista Maria Moura com 5 melhores marcas na comparação Norte x Sul.

Na mesma categoria mas no sector masculino foi também no Zonal Sul que nadou o nadador com mais melhores marcas. Foi Ricardo Silva, nadador do Náutico da Marinha Grande. Foi o mais rápido em 4 provas.

Passando à categoria juvenil-A a nadadora que mais provas ganharia se os zonais se juntassem era Camila Rebelo, do Louzan Natação, que nadou no Zonal Norte. Fez o melhor registo em 4 provas.

Finalmente no sector masculino, o Norte e o Sul empatam. Diogo Costa, do Colégio Monte Maior (Sul) e Eduardo Fernandes, do Hóquei da Mealhada (Norte) fizeram o melhor registo em 3 provas, cada um.

* Na foto de capa a equipa do Sporting que estabeleceu o único novo record nacional do conjunto dos dois Zonais. Foi na estafeta 4×100 estilos masculinos, na categoria juvenil-A, com o tempo de 4:00.34. A equipa foi composta por Diogo Valente, Martim Malfeito, Ruy Domingos e Vicente Gomes (Foto: FPN)


Entre na discussão


Quem somos

É com Fair Play que pretendemos trazer uma diversificada panóplia de assuntos e temas. A análise ao detalhe que definiu o jogo; a perspectiva histórica que faz sentido enquadrar; a equipa que tacticamente tem subjugado os seus concorrentes; a individualidade que teima em não deixar de brilhar – é tudo disso que é feito o Fair Play. Que o leitor poderá e deverá não só ler e acompanhar, mas dele participar, através do comentário, fomentando, assim, ainda mais o debate e a partilha.


CONTACTE-NOS



newsletter