Temos uma notícia boa e uma ruim! Qual queres saber primeiro?

Renan BrunacciOutubro 18, 20193min0

Temos uma notícia boa e uma ruim! Qual queres saber primeiro?

Renan BrunacciOutubro 18, 20193min0
Yorgan de Castro vence mais uma e impressiona o mundo do MMA, já Domingos Barros perde seu primeiro combate e volta para casa, focado em retornar ainda melhor...

O começo do mês de Outubro foi muito aguardado para os amantes do MMA. Dois eventos de duas organizações distintas agitaram os noticiários, casas de apostas e ppvs do mundo todo…

UFC 243: Whittaker vs. Adesanya

No dia 06 de Outubro o UFC levou para a Australia todo seu circo, e montou mais um espetáculo para o público Ozzie, que não fez feio e bateu novamente, o recorde de pagantes na história do UFC.

Com 57.127 pessoas a Marvel Stadium superou o recorde anterior da organização, que também era deles, do UFC 193 realizado em 2015 que, contou com 56.214 espectadores.

A maioria da malta presente, estava lá para ver o main-event, só não esperavam ver o domínio completo que o nigeriano-neozelandês Adesanya produziu perante ao adversário que era o combatente da casa. Com a vitória Adesanya unificou os títulos e ficou com o cinturão.

Nós portugueses, cabo-verdianos e toda a gente que gosta mesmo de uma boa luta, com pesos pesados de punch e boas histórias na carreira, esperamos muito pela estreia em um card principal do Yorgan de Castro.

O luso caboverdiano fez sua primeira luta dos sonhos, tanto para ele, como para nós. Yorgan começou focado e estudando o adversário, que por sua vez fez o mesmo. Com um primeiro minuto tenso, alguns socos foram desferidos e a torcida ficava apreensiva a cada aproximação dos dois ”monstros”.

Não menos tenso, o segundo minuto do primeiro round iniciou e alí o coração saiu pela boca…Depois de absorver um belo gancho de Justin Tafa, Yorgan mostrou porque é a nova sensação da categoria.

Observando a aproximação de Tafa, De Castro mirou, focou, fintou, fechou os olhos e… KO inacreditável!

Fonte: Tribuna do Paraná.

Com um balaço de direita na ponta do queixo, Yorgan de Castro colocou o Australiano que lutava em casa, para dormir imediatamente aos seus pés, assim como o mundo todo do MMA. Muito feliz e com lagrimas a escorrer o rosto, Yorgan envolto das bandeiras de Portugal e Cabo-Verde dedicou a vitória à sua equipa e família!

Além da vitória contundente perante ao australiano Justin Tafa, Yorgan de Castro ainda levou 50mil dólares de bônus da noite, pelo brutal KO. Uma noite perfeita.

Se a noite foi perfeita, a semana não muito.

Praticamente uma semana após o UFC, tivemos o Bellator 230, mas o que nos interessava era o retorno do ”DESTRUIDOR”, Domingos Barros compunha o card principal, e não fez feio, mas não estava em uma noite brilhante para vencer o seu adversário naquele momento.

Após 3 rounds de 5 minutos, os juizes decidiram por dar a vitória para o Russo, Kirill Sidelnikov, que fez muito bem o seu trabalho, movimentando-se muito, dificultando a vida de Domingos, que por todo o momento manteve-se ativo e buscando o adversário, mas infelizmente não foi dessa vez.

Após a derrota, Domingos voltou a falar com o Fair Play, e mostrou que esse é apenas o começo de uma grande jornada, e que as derrotas também são positivas.

”Com certeza irei retornar melhor, essa derrota vai me fazer crescer em todos os aspectos e podem aguardar que voltarei melhor para a próxima batalha.”

O Caminho é longo, é dolorido, mas nós estaremos sempre com nossos guerreiros, nas vitórias e nas derrotas.

 

 


Entre na discussão


Quem somos

É com Fair Play que pretendemos trazer uma diversificada panóplia de assuntos e temas. A análise ao detalhe que definiu o jogo; a perspectiva histórica que faz sentido enquadrar; a equipa que tacticamente tem subjugado os seus concorrentes; a individualidade que teima em não deixar de brilhar – é tudo disso que é feito o Fair Play. Que o leitor poderá e deverá não só ler e acompanhar, mas dele participar, através do comentário, fomentando, assim, ainda mais o debate e a partilha.


CONTACTE-NOS



newsletter