Lacrosse: PLL Power Rankings antes da 3ª ronda da temporada

Miguel Veloso MartinsJunho 20, 20217min0

Lacrosse: PLL Power Rankings antes da 3ª ronda da temporada

Miguel Veloso MartinsJunho 20, 20217min0
Com a temporada da Premier Lacrosse League encaminhada para a sua 3ª ronda de jogos, descobre mais sobre todas as equipas da PLL em 2021. Quem vai ser o campeão da Premier Lacrosse League em 2021?

1. Whipsnakes LC (2-0)

Os campeões continuam no topo. Depois de, em 2020, terem conquistado o campeonato pela segunda vez consecutiva, os Whipsnakes voltaram com toda a força e garantiram 2 vitórias nos seus 2 primeiros jogos. No seu primeiro jogo da temporada, os campeões destruíram os Chaos LC com uma vitória de 13-7. Já no seu único jogo da segunda ronda, os Whipsnakes encontraram um adversário à altura.

Os Cannons, campeões da extinta MLL, deram luta aos seus congêneres da PLL. Num jogo dominado pelo MVP Zed Williams (6 golos no confronto), os Whipsnakes acabaram por vencer em prolongamento com um golo de John Haus. Os Cannons estiveram perto de fazer história e derrubar o Golias da PLL, mas tudo indica que a hegemonia dos Whipsnakes poderá estar ainda longe do seu fim.

2. Archers LC (2-0)

Mais uma vez os Archers estão na luta pelo topo da PLL e parecem estar em posição para finalmente capitalizar a oportunidade. Os Archers têm um dos melhores ataques da liga, senão mesmo o melhor. Nos seus 2 primeiros jogos da temporada, a equipa de Chris Bates venceu com uma margem de 12 golos contra os Atlas (18-6) e 4 golos contra os Chaos (8-12).

Os Archers têm um ataque carregado de talento e uma defesa que parece destinada a controlar qualquer ataque. Será que os Archers vão conseguir estabelecer uma nova dinastia e roubar o título aos Whipsnakes? Obviamente teremos de esperar pelos playoffs para descobrir, mas até lá teremos o primeiro confronto de 2021 entre Archers e Whipsnakes já no dia 4 de Julho.

3. Redwoods LC (2-1)

Os Redwoods colocaram-nos numa posição complicada. Depois de começarem a temporada com 2 vitórias na primeira semana, os Redwoods foram humilhados com uma derrota contra os Atlas. Esta derrota poderia ter movido a equipa para 4º ou até 5º lugar dos nossos rankings, no entanto, decidimos confiar no projeto de Nat St. Laurent.

As duas vitórias conquistadas no fim-de-semana de 5 e 6 de Junho acabaram por salvar os Redwoods e dão-nos esperança no plantel. No lacrosse profissional, as boas equipas não estão imunes a derrotas, mesmo quando no papel parece uma vitória garantida. Os Redwoods têm todas as peças para ser uma das equipas mais dominantes da PLL, esperamos que esta seja uma chapada de realidade e não o início de uma espiral negativa.

4. Cannons LC (1-2)

Os Cannons são um daqueles casos em que a tabela de classificação não conta a história toda. Sim, os Cannons têm apenas 1 vitória em 3 jogos, mas, se olharmos para os adversários que tiveram de defrontar, seria injusto que a equipa não estivesse no top 4. Os campeões da extinta MLL defrontaram os Redwoods, Waterdogs e Whipsnakes nos seus primeiros 3 jogos.

No fim-de-semana de 5 e 6 de Junho, os Cannons começaram a época com um jogo muito equilibrado contra os Redwoods (11-12). Já no jogo de dia 6, a equipa encontrou a sua primeira vitória contra os Waterdogs, um triunfo dominante por parte da equipa recém-chegada à PLL (7-13). Quanto ao jogo contra os Whipsnakes, este foi o confronto que nos faz acreditar que os Cannons estão aqui para competir pelo topo da PLL. Já discutimos sobre a partida na análise do primeiro classificado, mas nunca é demais realçar o valor de conseguir levar os Whipsnakes a prolongamento (15-14 OT).

5. Waterdogs LC (2-1)

Os Waterdogs tiveram um início de temporada complicado. A equipa treinada por Andy Copeland sofreu uma derrota desnivelada contra os Cannons no primeiro jogo da temporada, mas a equipa conseguiu encontrar o seu ritmo na segunda ronda. Num fim-de-semana em que teriam de jogar 2 jogos seguidos, os Waterdogs conseguiram vencer ambos os confrontos, saindo do fundo da tabela.

Nos 2 jogos da segunda ronda, o duo de Ryan Brown e Mikie Schlosser demonstrou que o ataque dos Waterdogs tem o talento para ser um dos grupos mais temíveis da PLL. Já a defesa, que teve um início de temporada de forma negativa, parece finalmente estar a atingir o seu potencial. A unidade de Ben Randall, Eli Gobrecht e Liam Byrnes vai causar muitos pesadelos para os ataques adversários em 2021.

6. Atlas LC (1-1)

Depois de uma offseason em que os Atlas tiveram de reconstruir o seu plantel, o primeiro jogo da temporada parecia simbolizar um 2021 difícil. A equipa não só perdeu contra os Archers, como também acabou por conquistar um recorde embaraçoso: perderam por 12 pontos, a pior margem de golos da história da PLL. No entanto, se na primeira semana os Atlas pareciam ser os mesmos Atlas de sempre, na segunda ronda a história foi totalmente diferente.

No jogo contra os Redwoods, vimos uma equipa com um espírito totalmente diferente da que jogou contra os Archers. Os Atlas teve um jogo fenomenal em todas as facetas do desporto. Eric Law foi o grande destaque do jogo, mas devemos também dar enorme mérito ao rookie Jake Carraway que marcou um dos melhores golos que vimos esta época. A defesa, que parecia abismal contra os Archers, apresentou-se dominante contra o ataque dos Redwoods. Tudo indica que o futuro vai ser risonho para um dos planteis mais jovens da PLL.

7. Chrome LC (0-2)

Até ao momento, os Chrome têm sido a equipa mais afetada por lesões em 2021. Os Chrome começaram a temporada sem Randy Staats e ainda perderam Jordan Wolf e Matt Gaudet do início da época. Sem alguns dos seus principais pilares, a equipa de Tim Soudan está a passar um momento difícil enquanto procuram colmatar estas perdas. A equipa tem todo o talento para se afastar do fundo da tabela, mas o plantel precisa de encontrar consistência.

Os Chrome estão numa fase em que a equipa ainda está à procura das peças certas para colmatar o vazio deixado pelos seus titulares lesionados. Tim Soudan tem agora uma semana sem jogos para tentar alinhar o seu plantel e encontrar o balanço certo para regressar às vitórias. No entanto, é de notar que depois da bye week, os Chrome terão de jogar contra os atuais campeões Whipsnakes.

8. Chaos LC (0-3)

Nas últimas 2 semanas, os Chaos tiveram de jogar contra 3 equipas difíceis e os resultados não foram surpreendentes. Os Whipsnakes, Waterdogs e Archers são todas equipas que provavelmente vamos ver no topo da tabela durante o resto da temporada. Isto obviamente não desculpa a forma como os Chaos têm perdido, especialmente no último fim-de-semana. O ataque dos Chaos parece estagnado, sem qualquer motivação ou capacidade de causar perigo.
Já a defesa, está tão focada em ser agressiva (especialmente em transição) que se têm esquecido de ajudar o seu guarda-redes Blaze Riorden. Da mesma forma que o plantel dos Chrome foi afetado por lesões, o plantel dos Chaos foi um dos mais afetados pelos entraves causados pela pandemia. Uma percentagem elevada do seu plantel titular é canadense, sendo que alguns dos seus jogadores ainda não se conseguiram juntar à equipa devido a bloqueios nas fronteiras. A situação não ficará mais fácil, sendo que os Chaos vão jogar contra os Redwoods já no próximo sábado.

Quem vai ser o campeão da Premier Lacrosse League em 2021?


Entre na discussão


Quem somos

É com Fair Play que pretendemos trazer uma diversificada panóplia de assuntos e temas. A análise ao detalhe que definiu o jogo; a perspectiva histórica que faz sentido enquadrar; a equipa que tacticamente tem subjugado os seus concorrentes; a individualidade que teima em não deixar de brilhar – é tudo disso que é feito o Fair Play. Que o leitor poderá e deverá não só ler e acompanhar, mas dele participar, através do comentário, fomentando, assim, ainda mais o debate e a partilha.


CONTACTE-NOS



newsletter