Top50 – Melhores marcadores das últimas 8 épocas na 1ª Divisão (1º-5º)

José NevesAgosto 6, 20216min0

Top50 – Melhores marcadores das últimas 8 épocas na 1ª Divisão (1º-5º)

José NevesAgosto 6, 20216min0
Muito foram os craques que brilharam nos rinques da 1ª Divisão nas últimas 8 épocas. Quais foram os melhores marcadores desde 2013/14?

Chegámos à parte final desta série de artigos em que fizemos a contagem decrescente dos melhores marcadores do campeonato da 1ª divisão nas últimas oito temporadas (2013/14 a 2020/21). Neste artigo olhamos para os cinco jogadores que mais se destacaram na história recente do nosso campeonato, como os principais goleadores das suas respetivas equipas entre a elite.

5º Nuno Araújo – 193 Golos (AD Valongo, UD Oliveirense)

Na 5ª posição, com um total de 193 golos marcados no campeonato nacional da 1ª divisão ao longo das últimas oito temporadas, um internacional moçambicano com passagens por Nortecoope, Braga, Oliveirense, Candelária e Valongo.

Foi aliás em Valongo que Nuno Araújo obteve o principal título da sua carreira até ao momento, com a conquista do campeonato em 2013/14, tendo contribuído para o histórico feito dos valonguenses com 24 golos. No total, entre 13/14 e 15/16, Araújo fez 97 golos com a camisola do Valongo, antes de se transferir para a Oliveirense, onde em duas épocas, marcou apenas por 20 vezes.

Regressado a Valongo para mais três temporadas, entre 18/19 e 20/21, o internacional moçambicano voltou a encontrar o caminho para os golos de forma mais regular, marcando 76 golos na sua segunda passagem pelo clube valonguense. Para 2021/22 a história voltará a repetir-se, com Nuno Araújo a transferir-se pela terceira vez para a Oliveirense.

4º Vasco Luís – 217 Golos (HC Turquel)

Maior goleador da história do HC Turquel, único clube que conheceu desde que começou a patinar, Vasco Luís é o primeiro de apenas quatro atletas a ultrapassar a barreira dos 200 golos nas últimas oito temporadas.

Com exceção das temporadas 2018/19 e 2019/20, Vasco Luís foi sempre o melhor marcador do Turquel na primeira divisão desde que o clube do distrito de Leiria se estabeleceu no escalão principal em 2012/13. Nas primeiras seis épocas de Vasco na primeira divisão, apenas por uma ocasião não ultrapassou a marca dos 30 golos no campeonato, ficou-se pelos 27 em 2014/15. Na época seguinte alcançava o melhor registo da carreira, 39 golos, que o levaram a ocupar o terceiro lugar na lista dos melhores marcadores dessa edição do campeonato.

Estes 217 golo de Vasco Luís nas últimas oito temporadas, 252 no total da sua carreira na primeira divisão, ganham outra dimensão se atendermos ao facto do capitão do Turquel ser o único hoquista no top15 desta lista a nunca ter atuado em nenhum dos atualmente denominados grandes do hóquei em patins português (Sporting CP, FC Porto, OC Barcelos, SL Benfica e UD Oliveirense).

Vasco Luís é o melhor marcador da história do HC Turquel (Foto: Catarina Maria / FPP)

3º João Rodrigues – 229 Golos (SL Benfica)

Melhor artilheiro das recentes temporadas, e um dos melhores marcadores da história das águias, João Rodrigues surge na terceira posição desta lista, mesmo estando a defender as cores do Barcelona à já duas épocas.

Com um total de 229 golos no campeonato desde 2013/14, João Rodrigues foi um verdadeiro homem-golo dos encarnados, tendo, nas suas últimas cinco épocas na Luz, apenas por uma ocasião baixado dos 40 golos no campeonato. Nas duas últimas temporadas de águia ao peito, 2016/17 e 2017/18, o avançado internacional português foi mesmo o líder dos melhores marcadores do campeonato nacional, com 58 golos apontados em 16/17, e 49 em 17/18.

Números que convenceram o gigante Barcelona a fazer de João Rodrigues apenas o terceiro português a envergar a camisola blaugrana, depois de Carlos Realista em 1987/88, e do então ainda júnior Luís Querido, numa partida referente à temporada 2009/10.

João Rodrigues é o maior goleador da história recente do Benfica (Foto: SL Benfica)

2º Luís Viana – 254 Golos (AJ Viana, Sporting CP, Valença HC)

Um dos maiores goleadores da história recente do hóquei em patins português, Luís Viana surge como o segundo hoquista com mais golos no campeonato da 1ª divisão, ao longo das últimas oito temporadas.

Após a saída do Benfica em 2013, e com 38 anos de idade, Luís Viana mostrou que apesar da idade ainda tinha muito hóquei, e muitos golos, no seu stick. Em duas épocas na Juventude de Viana (2013/14 e 2014/15) após a saída das águias, Viana foi melhor marcador do campeonato em ambas, com um total de 141 golos marcados, uns impressionantes 77 golos em 2013/14, e 64 em 2014/15.

Os impressionantes números em Viana do Castelo valeram uma mudança para um Sporting que tentava afirmar-se nos primeiros lugares, mas acabou por não realizar uma época completa nos leões, saindo com 29 marcados, e a caminho de um recém-promovido Valença, onde em duas épocas marcaria por 34 vezes.

As duas últimas épocas de Viana na primeira divisão foram de novo ao serviço da Juventude de Viana, onde assinou mais 27 golo antes de, em 2020/21, voltar a Valença, agora para alinhar no 2º escalão.

1º Gonçalo Alves – 362 Golos (UD Oliveirense, FC Porto)

Que dizer destes números de Gonçalo Alves? Se nas últimas oito temporadas apenas quatro jogadores ultrapassaram a barreira dos 200 golos, Gonçalo é o único a chegar às três dezenas, e a não ficar muito longe dos 400.

Números estratosféricos do goleador português que começam ao serviço da Oliveirense, na primeira época em Oliveira de Azeméis, época 2012/13 que não entra na contabilidade desta lista, Gonçalo Alves fez o seu melhor registo pessoal com 71 golos marcados. Nas duas épocas seguintes Gonçalo marcaria mais 94 golos com a camisola da Oliveirense, antes da mudança para o FC Porto.

Em seis temporadas no Dragão, Gonçalo Alves fez 258 golos para o campeonato nacional, nunca fazendo menos que 30 por época, e chegando mesmo na temporada 2020/21, a liderar a tabela dos melhores marcadores do campeonato com 67 tiros certeiros, o mais próximo que esteve dos 71 da sua época de estreia na 1ª divisão.

Juntando a época de estreia na 1ª divisão a estes 362 golos, Gonçalo Alves tem na sua carreira um total de 433 golos em nove épocas no escalão maior do hóquei em patins português, e não ficará certamente por aqui.

(Foto de Capa: Afonso Ferraz / FPP)


Entre na discussão


Quem somos

É com Fair Play que pretendemos trazer uma diversificada panóplia de assuntos e temas. A análise ao detalhe que definiu o jogo; a perspectiva histórica que faz sentido enquadrar; a equipa que tacticamente tem subjugado os seus concorrentes; a individualidade que teima em não deixar de brilhar – é tudo disso que é feito o Fair Play. Que o leitor poderá e deverá não só ler e acompanhar, mas dele participar, através do comentário, fomentando, assim, ainda mais o debate e a partilha.


CONTACTE-NOS



newsletter