Top50 – Melhores marcadores das últimas 8 épocas na 1ª Divisão (11º-15º)

José NevesJulho 30, 20214min0

Top50 – Melhores marcadores das últimas 8 épocas na 1ª Divisão (11º-15º)

José NevesJulho 30, 20214min0
Muito foram os craques que brilharam nos rinques da 1ª Divisão nas últimas 8 épocas. Quais foram os melhores marcadores desde 2013/14?

Mais uma artigo na nossa lista do top50 dos melhores marcadores da 1ª divisão nacional desde 2013/14. Nesta sexta parte vamos olhar para os atletas que se encontram entre as posições 11 e 15 deste ranking, e que ficaram às portas do top10 desta lista de goleadores.

15º Rúben Sousa – 139 Golos (CH Carvalhos, HC Braga, OC Barcelos, SC Tomar)

Na 15ª posição desta lista de melhores marcadores surge um hoquista experiente e com passagens por vários emblemas da 1ª divisão.

Rúben Sousa alinhou, desde 2013/14, em quatro emblemas diferentes, tendo assinado 139 golos para o campeonato neste período. Os 34 marcados pelo Carvalhos em 2013/14 constituem o melhor registo pessoal para o jogador que apenas na temporada 2016/17, a primeira em Barcelos, não alcançou a marca da dezena de golos. Em 2020/21, no regresso ao principal escalão após uma temporada na 2ª divisão com o Tomar, Rúben Sousa marcou 23 golos pelos nabantinos na 1ª divisão, numa boa temporada não só a nível colectivo mas também individual.

14º Diogo Rafael – 142 Golos (SL Benfica)

Com o recente término de carreira de Valter Neves, Diogo Rafael é agora o jogador do plantel das águias com mais anos de Benfica no currículo. Não sendo um dos principais goleadores da equipa, o internacional português é um dos mais completos jogadores dos encarnados, e, apesar de alguma irregularidade, os golos vão surgindo naturalmente no seu jogo.

Nas últimas oito temporadas foram 142 aqueles que marcou para o campeonato nacional da 1ª divisão, com destaque maior para os 33 alcançados na temporada 2013/14. Apesar dos números terem baixado desde então, com a inclusão do playoff, e consequentemente maior número de jogos, em 2020/21 Diogo Rafael voltou a alcançar pela primeira vez desde 2013/14 a marca dos 20 golos, tendo sido um dos pilares das águias na caminhada até às meias-finais.

13º Rafa Costa – 147 Golos (AD Valongo, FC Porto)

Um dos jogadores com mais anos de FC Porto do actual plantel, Rafa defende as cores do dragão à sete temporadas, tendo anteriormente passado um período de sucesso em Valongo. Nas sete temporadas no FC Porto, Rafa apontou 126 golos para o campeonato nacional, aos quais se juntam, para a contabilidade desta lista, mais 21 marcados na sua última temporada em Valongo, onde ajudou a conquistar um histórico título de campeão nacional para os valonguenses.

Nas últimas duas temporadas Rafa registou a pior e a melhor épocas no que ao número de golos diz respeito. Em 2019/20, e até à paragem da competição devido à pandemia, Rafa somava apenas 6 golos no campeonato, um número baixo, que poderá ser justificado com a entrada de Carlo Di Benedetto no clube. Na temporada seguinte, e na caminhada até à final do playoff, Rafa voltou a encontrar o caminho das balizas, apontando 30 golos na 1ª divisão.

Rafa é um dos nomes grandes da última década do FC Porto (Foto: Catarina Maria / FPP)

12º Miguel Rocha – 150 Golos (SL Benfica, OC Barcelos)

Miguel Rocha é o nome que se segue nesta lista de melhores marcadores desde 2013/14, um avançado com várias épocas ao serviço do Benfica, que deu um enorme salto nesta última temporada em Barcelos no que ao número de golos marcados diz respeito.

Desta centena e meia de golos marcados nas últimas oito temporadas, 45 foram apontados na última época ao serviço do Barcelos, tendo sido dos melhores marcadores do campeonato nacional na época 2020/21. Em seis temporadas de Benfica, Rocha fez 95 golos na 1ª divisão, nunca indo além dos 20 golos numa época, mas tendo apenas por uma ocasião ficado abaixo da dezena de golos, em 2018/19, a sua última época no clube da Luz.

Miguel Rocha foi um dos destaques individuais em 20/21 (Foto: Afonso Ferraz / FPP)

11º João Souto – 157 Golos (AD Valongo, UD Oliveirense, HC Turquel, Sporting CP)

Acima do número redondo de 150 golos, e às portas do top10, João Souto surge na 11ª posição. Com passagens por quatro clubes da 1º divisão, o avançado português é um dos bons goleadores do hóquei português da última década.

Destes 157 golos marcados desde 2013/14, 52 deles foram marcados com a camisola do Valongo, incluindo 21 na época do histórico título de campeão; 60 alcançados nas três épocas passadas em Oliveira de Azeméis; numa breve passagem de cerca de meia época, 16 jogos, em Turquel marcou 16 golos, numa média de 1 golo por jogo; e finalmente, nas últimas duas temporadas na casa do leão, Souto assinou 29 golos, ajudando o Sporting a conquistar o título nacional em 2020/21.

Números que fazem de João Souto um dos melhores avançados portugueses da última década, e o 11º melhor marcador da 1ª divisão nas últimas oito temporadas.

(Foto de Capa: Catarina Maria / FPP)


Entre na discussão


Quem somos

É com Fair Play que pretendemos trazer uma diversificada panóplia de assuntos e temas. A análise ao detalhe que definiu o jogo; a perspectiva histórica que faz sentido enquadrar; a equipa que tacticamente tem subjugado os seus concorrentes; a individualidade que teima em não deixar de brilhar – é tudo disso que é feito o Fair Play. Que o leitor poderá e deverá não só ler e acompanhar, mas dele participar, através do comentário, fomentando, assim, ainda mais o debate e a partilha.


CONTACTE-NOS



newsletter