A luta na 2ª Divisão Nacional pela subida ao escalão principal

José NevesDezembro 18, 20214min0

A luta na 2ª Divisão Nacional pela subida ao escalão principal

José NevesDezembro 18, 20214min0
Com 11 jornadas realizadas na 2ª Divisão Nacional, apesar de alguns jogos em atraso, é já possível determinar algumas das equipas candidatas à promoção à 1ª Divisão.

O Campeonato da 2ª Divisão Nacional apresenta, de ano para ano, melhor qualidade e uma maior competitividade pelos lugares de acesso ao escalão principal do hóquei em patins português. No virar do ano para 2022, é já possível destacar alguns conjuntos no topo das classificações, especialmente na zona sul onde o lote parece já mais restrito.

Zona Norte – Sete equipas bastante próximas

Na zona norte da 2ª Divisão Nacional o número de equipas com possibilidades de chegar aos dois primeiros lugares é ainda grande. O principal destaque vai para o atual líder Juventude Pacense, que após algumas épocas a reforçar-se com jogadores com experiência de 1ª Divisão, sem no entanto conseguir entrar nas contas da promoção, aparece agora sob o comando de Hugo Azevedo como um real candidato a ascender à 1ª Divisão.

Na perseguição aos pacenses surgem os recém despromovidos Famalicense e Riba d’Ave, a 1 e 2 pontos da liderança, respetivamente, podendo ambos os conjuntos roubar o 1º posto à formação de Paços de Ferreira, uma vez que Famalicense tem um jogo em atraso, e Riba d’Ave tem dois jogos a menos.

Baixando na tabela classificativa vamos encontrar mais quatro equipas próximas dos líderes. Na quarta posição surge o Carvalhos a 3 pontos do 1º lugar, depois Cambra a 4 pontos, Infante Sagres a 5, e Académico da Feira a 8, mas com um jogo por disputar. Todas estas formações entram para 2022 ainda com uma palavra a dizer na batalha pelo acesso à elite.

Mais distante, já na segunda metade da tabela surge a Académica de Espinho, que na temporada passada caiu no playoff de promoção aos pés do Paço de Arcos, e que agora ocupa um modesto 9º lugar, a já 11 pontos da Juventude Pacense.

Classificação da 2ª Divisão – Zona Norte (Fonte: hoqueipatins.pt)

Zona Sul – Lote mais restrito mas contas mais baralhadas

Na zona sul o número de equipas próximas do topo da tabela é mais restrito, mas com jogos em atraso, e até equipas com mais de 11 jogos disputados, as contas estão mais baralhadas.

Vamos por partes, no topo da classificação a equipa do Oeiras prepara-se para passar o ano na liderança da prova. Com os argentinos Adolfo Isoler e Bruno Alonso em destaque, aliados aos veteranos Gonçalo Suíssas e Marco Barros, a equipa do Oeiras tem mostrado ser um dos mais sérios candidatos à subida, apesar de no início da época poder não ser das mais apontadas a esse objetivo.

Na segunda posição com os mesmos 28 pontos do Oeiras, mas já com 12 partidas realizadas, surge a Candelária. A equipa picarota está cada vez mais perto do regresso à elite do hóquei português, e esta época está novamente no lote de formações apontadas á promoção.

A equipa do Murches apostou forte na presente temporada, reforçando-se com vários jogadores ex-Tigres, e ocupa atualmente o 3º posto a apenas 1 ponto de Oeiras e Candelária. Para além dos reforços que vieram dar outra qualidade à equipa, destaca-se Tomás Cardoso, que volta a liderar a tabela de goleadores da zona sul da 2ª Divisão com 22 golos, depois de na época passada ter marcado por 69 vezes.

Para lá destas três equipas existe já uma diferença considerável para os restantes conjuntos. O 4º classificado é o Benfica B a 9 pontos do líder com um jogo a menos, mas apenas entra nas contas do título de campeão da 2ª Divisão Nacional, não nas da subida.

O conjunto que pode estar mais próximo deste trio acaba por ser o 7º classificado Física, que apesar de se encontrar atrás de Alenquer e Académica, tem menos 3 jogos que estes dois rivais, e menos 2 que Oeiras e Murches, podendo, em caso de vitória em ambas as partidas que faltam realizar, ficar a apenas 6 pontos do líder.

O Alenquer, atual 5º classificado, parece estar a caminho de mais uma época de deceção. Depois de mais uma temporada com a aposta na subida, os 9 pontos de atraso para o líder, com um jogo a mais realizado, podem já ser muito difíceis de recuperar.

Classificação da 2ª Divisão – Zona Sul (Fonte: hoqueipatins.pt)

(Foto de Capa: CDC Juventude Pacense)


Entre na discussão


Quem somos

É com Fair Play que pretendemos trazer uma diversificada panóplia de assuntos e temas. A análise ao detalhe que definiu o jogo; a perspectiva histórica que faz sentido enquadrar; a equipa que tacticamente tem subjugado os seus concorrentes; a individualidade que teima em não deixar de brilhar – é tudo disso que é feito o Fair Play. Que o leitor poderá e deverá não só ler e acompanhar, mas dele participar, através do comentário, fomentando, assim, ainda mais o debate e a partilha.


CONTACTE-NOS



newsletter