22 Mai, 2018

Portugal Coroado com Ouro e Bronze no Campeonato da Europa

Sofia GoulartOutubro 27, 201710min0

Portugal Coroado com Ouro e Bronze no Campeonato da Europa

Sofia GoulartOutubro 27, 201710min0
Portugal conseguiu conquistar várias medalhas no Campeonato da Europa de Ginástica Acrobática. Um balanço da excelente participação lusa!

Decorreu, entre os dias 19 e 22 de Outubro, a 28ª edição do Campeonato da Europa de Ginástica Acrobática, do escalão Sénior, e a 12ª edição no Escalão Júnior.

No primeiro, participaram 12 Federações nacionais, com 6 Pares Femininos, 9 Pares Masculinos, 10 Pares Mistos, 10 Grupos Femininos e 7 Grupos Masculinos.

No segundo, estiveram presentes 13 Federações nacionais, com 7 Pares Femininos, 10 Pares Masculinos, 19 Pares mistos, 16 Grupos Femininos e 3 Grupos Masculinos. No total, estiveram em competição cerca de 250 ginastas.

Na seleção portuguesa, estavam integrados ginastas de quatro clubes nacionais: Grupo Dramático e Sportivo de Cascais, Ginásio Clube Português, Sociedade Euterpe Alhandrense e Acro Clube da Maia.

ESCALÃO 13-19 ANOS

O par feminino, do Ginásio Clube Português, composto pelas ginastas Mariana Candeias e Marta Nunes, começaram o primeiro dia de qualificações com uma prestação fantástica. Após realizarem o seu exercício de dinâmico, com um total de 27.010 pontos, qualificaram-se para a final individual daquele exercício em 3º lugar.

No dia seguinte, somaram 27.220 pontos no exercício de equilíbrio, apurando-se também para a final individual daquele exercício na 5ª posição.

Foto: Isabel Silva

Realizada a etapa das qualificações, as ginastas apesentaram o exercício de combinado, no qual obtiveram 27.230 pontos, o que lhes permitiu alcançarem um magnífico 4º lugar da classificação geral final, com um total de 81.460 pontos.

Com este resultado como pano de fundo, faltava às ginastas disputarem as finais dos exercícios de equilíbrio e de dinâmico. Na final do primeiro, as ginastas foram excelentes no seu desempenho, obtendo 27,470 pontos, o que lhes valeu o 4º lugar. Melhoraram as respetivas notas artísticas e de execução com que se haviam qualificado, o que lhes permitiu a consequente melhoria da nota final.

Na final de dinâmico, e que coincidiu com o último dia da competição, a expectativa era muita. À semelhança da final de equilíbrio, as ginastas foram soberbas e melhoraram a nota obtida na qualificação: Somaram 27.260 pontos, cimentando um 3º lugar no pódio. O par terminou, assim, da melhor forma o Europeu, levando a medalha de bronze na bagagem.

Foto: Isabel Silva

De salientar que a evolução deste par feminino foi notória, tanto nas competições nacionais e internacionais disputadas ao longo da época passada, como neste campeonato da Europa. Recorde-se que estas ginastas, na edição da Flanders International Acro Cup deste ano, classificaram-se em 2º lugar na final. Caso continuem a competir juntas enquanto par, adivinha-se um futuro risonho.

O Par leva o bronze para Portugal (Foto: Isabel Silva)

Na categoria de grupos femininos, Portugal fez-se representar por dois trios do Acro Clube da Maia: O primeiro composto Francisca Maia, Beatriz Costa e Francisca S. Maia (Portugal 1), e o segundo pelas ginastas Beatriz Carneiro, Rita Ferreira e Joana Moreira (Portugal 2).

Foto: Isabel Silva

Na primeira ronda de qualificações, com a apresentação do exercício de dinâmico, o 1º trio alcançou 27.000 pontos, ocupando o 8º lugar, e o 2º trio obteve 28.300 pontos, posicionando-se em 1º lugar. Não obstante as respetivas classificações permitirem a ambos os grupos seguirem para a final individual deste exercício, devido à regra de ‘’um grupo/par por cada país’’, somente o trio ‘’Portugal 2’’ pôde ir à final.

Na final de dinâmico, realizada no mesmo dia que a qualificação, o trio maiato classificou-se no 1º lugar da tabela, com uma pontuação de 28.100 – A mesma obtida pelo trio Russo, classificado em 2º lugar. Havendo um empate técnico, o critério de desempate foi a nota de execução, tendo sido a portuguesa a melhor. Portugal arrecadou, assim, a primeira medalha de ouro.

Portugal renova, assim, o título europeu no exercício de Dinâmico obtido no Europeu de 2015, pelas ginastas Joana Canada, Francisca Maia e Beatriz Costa.

Foto: Isabel Silva

No segundo dia de qualificação, ambos os trios apresentaram os exercícios de equilíbrio. O 1º trio somou 28.350 pontos e o 2º trio 28.400 pontos, valendo-lhes a 2ª e a 3ª posição nesta fase. Conforme já foi explanado, devido à regra em vigor, apenas o trio ‘’Portugal 2’’ acedeu à final individual de equilíbrio.

Terminada a etapa das qualificações, o trio ‘’Portugal 1’’ obteve um total de 55.350 pontos, enquanto o trio ‘’Portugal 2’’ somou 56.700 pontos, prestação que lhes permitiu disputar a final de ‘’All Around’’.

No dia seguinte, realizaram o seu esquema de Combinado, com um total de 28.400 pontos e classificando-se em 1º lugar na tabela com 85.100 pontos. As portuguesas sagravam-se, assim, bi campeãs da Europa!

Foto: Federação Portuguesa de Ginástica

Mas os resultados brilhantes alcançados por Portugal ainda não tinham terminado. No dia seguinte, faltava a final de equilíbrio, à qual Portugal tinha passado em 2º lugar. Prometia-se uma final renhida e as nossas ginastas corresponderam às expectativas que recaíam sobre elas: Com uma esplêndida exibição, alcançaram a pontuação de 28.855 pontos (que acabaria por ser a mais elevada conseguida pelos portugueses nesta prova, subindo cerca de 4 centésimas relativamente à nota obtida em sede de qualificação), afastando qualquer hipótese para a concorrência.

Com a terceira medalha de ouro obtida numa competição pelo mesmo grupo, Portugal conseguia uma proeza inédita, entrando para a história da ginástica acrobática. Só a Federação Russa tinha conseguido, até agora, tal feito.

Na categoria de pares masculinos, competiu por Portugal o par do Grupo Dramático e Sportivo de Cascais, composto pelos ginastas Tomás Filipe e Henrique Branco.

O par iniciou a prova com o seu exercício de equilíbrio, muito bem executado, com o célebre movimento de estalo de dedos enquanto efetua uma transição para a posição de ‘’sentado’’ e sempre acompanhado de uma alegria contagiante durante a sua exibição. Alcançando os 27.690 pontos e passou em 4º lugar à final individual.

Foto: Isabel Silva

Na final, os ginastas mantiveram a 4ª posição da qualificação, desta vez com 27.190 pontos.

No exercício de dinâmico, o par apresentou um ótimo esquema, cuja pontuação foi de 27.390 pontos. Mais uma vez, passou à final em 4º lugar, na qual obteve 27.040 pontos. O par português mereceu mais em ambas as finais individuais.

O exercício equilíbrio do par (Foto: Isabel Silva)

Na final de ‘’All Around’’, à qual passou em 4º lugar, o par de Cascais apresentou um exercício sólido de combinado, o que lhe valeu 27.860 pontos, e uma classificação final com 82.940 pontos: O 3º lugar estava garantido! Portugal reclamava assim um bronze há muito merecido!

De realçar que este par, a competir naquele que é o seu 2º Europeu, foi medalhado com o bronze no último Campeonato do Mundo de 2016, no escalão 12-18 anos.

Com este brilhante resultado, aguardamos com expectativa pelo próximo Mundial, a realizar-se já em Abril de 2018 na Bélgica.

No pódio1 (Foto: Isabel Silva)

ESCALÃO SÉNIOR

Os ginastas Bruno Tavares e Beatriz Ferreira, da Sociedade Euterpe Alhandrense, representaram Portugal neste escalão.

Recém medalhados com o bronze na última etapa da Taça do Mundo, realizada em Lisboa no passado mês de Setembro, o par português veio agora disputar aquele que é o primeiro Europeu.

A praticar é que se chega ao topo (Foto: Isabel Silva)

Na fase das qualificações, no exercício de equilíbrio, verificou-se uma falha num dos elementos, o que comprometeu a nota final, 25.200 pontos. Assim, Portugal ocupou a 6ª posição na tabela, que lhe permitia disputar a final individual.

No exercício de dinâmico, a dupla portuguesa fez o que melhor sabe, com uma bela apresentação, valendo-lhes 27.330 pontos. Feitas estas duas exibições, o par apurou-se para a final individual de dinâmico e para a final de ‘’All Around’’ em 4º lugar.

Na final de dinâmico, os portugueses tiveram uma boa prestação, subiram a nota da qualificação – Agora, 27.580 pontos – mantendo, contudo, o 4º lugar com que se haviam apurado.

Na final de equilíbrio, apresentaram um esquema sem falhas, com uma bela coreografia. Somaram 27.270 pontos, e classificaram-se em 4º lugar.

Dinâmico o par misto (Foto: Isabel Silva)

Uma vez na final de All Around, obtiveram 27.310 pontos com o exercício de combinado, o que determinou a classificação geral final em 4º lugar, com 79.840 pontos.

Mais uma vez, Portugal esteve muito perto do pódio, e merecia mais. Recordemos a memorável e excelente participação da Beatriz, no Europeu de 2015, no qual ganhou três medalhas de bronze, na categoria de pares femininos 13-19 anos.

Foto: Isabel Silva

RESCALDO DO EUROPEU

Terminado o Campeonato da Europa, Portugal veio demonstrar – se é que era preciso – a razão de ser, atualmente, uma das potências e das referências europeias na ginástica acrobática. Levámos ao grande palco grupos e pares de extrema qualidade técnica e beleza coreográfica que culminaram em prestações soberbas.

“Foi um Campeonato de grandes emoções, com uma grande qualidade de todos os países presentes e onde Portugal veio para discutir todos os pódios. Além das medalhas obtidas, estivemos em todas as finais, onde participámos e obtivemos vários 4ºs lugares. O nosso trio feminino júnior fez história ao obter três medalhas de ouro, em três possíveis. Um facto raríssimo. A nossa comitiva foi fantástica. Parabéns a todos os treinadores, clubes, dirigentes mas também aos pais e encarregados de educação”, afirmou hoje no final da competição Luís Arrais, vice-presidente da Federação de Ginástica de Portugal e Chefe da Delegação portuguesa nesta competição.

Portugal é um país geograficamente pequeno, mas com uma ‘’voz’’ suficientemente grande o mundo da ginástica acrobática. Ouviu-se o hino nacional na Polónia e temos um orgulho desmedido e sincero nos nossos ginastas. Eles treinam arduamente, sonham e fazem. Treinam à sombra e brilham ao sol.

Para mais informações visite:

https://www.facebook.com/ginasticaportugal/

www.facebook.com/acroclubedamaia

www.facebook.com/acrobaticagcp

www.ueg.org


Entre na discussão


Quem somos

É com Fair Play que pretendemos trazer uma diversificada panóplia de assuntos e temas. A análise ao detalhe que definiu o jogo; a perspectiva histórica que faz sentido enquadrar; a equipa que tacticamente tem subjugado os seus concorrentes; a individualidade que teima em não deixar de brilhar – é tudo disso que é feito o Fair Play. Que o leitor poderá e deverá não só ler e acompanhar, mas dele participar, através do comentário, fomentando, assim, ainda mais o debate e a partilha.


CONTACTE-NOS



newsletter