Mundial de Futsal – Histórias e Curiosidades do torneio da FIFA

Thiago MacielSetembro 26, 20215min0

Mundial de Futsal – Histórias e Curiosidades do torneio da FIFA

Thiago MacielSetembro 26, 20215min0
Aqui neste artigo você vai descobrir tudo sobre o Mundial de Futsal da FIFA 2021! Origens, campeões e principais jogadores.

Aconteceu na Lituânia, o mundial de Futsal, evento que era para ter ser realizado ano passado, mas por questões de saúde foi transferido para este ano, que corou Portugal como novo campeão do Mundo, depois de uma final emocionante frente à, então campeã, Argentina. Vejamos alguns factos históricos desta competição histórica.

Origens

O Mundial de futsal foi fundado em 1989 pela FIFA. A primeira sede escolhida foi a Holanda em homenagem à popularidade do esporte no país europeu. Desde então, o campeonato é realizado de quatro em quatro anos, no intervalo de tempo entre as temporadas da Copa do Mundo de futebol tradicional.

A competição foi disputada com 16 nações até 2008. A partir daí, o número aumentou para 24. As vagas são distribuídas da mesma forma até hoje.

Ásia – 4 vagas
África – 3 vagas
América do Norte/Central/Caribe – 4 vagas
América do Sul – 4 vagas
Europa – 6 vagas
Oceania – 1 vaga
Anfitrião – 1 vaga

O torneio é dividido em duas etapas: fase de grupos e eliminatórias. O primeiro campeão foi o Brasil e a atual campeã é a Argentina.

Curiosidades

Um sucesso mundial, o futsal é a base de formação da maioria dos jogadores de futebol, principalmente no Brasil. Um dos melhores do mundo, Lionel Messi, deu seus primeiros passos nas quadras de salão na Argentina. Cristiano Ronaldo também passou a infância jogando futsal em Portugal. Segundo o craque, as quadras o ajudaram a aprimorar os fundamentos e ganhar agilidade. E também a craque Marta é outra que deve muito de sua qualidade técnica ao futebol de salão. Em 2002 a jogadora defendia a Associação Atlética Banco do Brasil de Belo Horizonte. Anos depois, brilharia com a camisa da seleção verde e amarela. Praticada desde a infância principalmente nas escolas, a modalidade, conhecida como o esporte da ‘bola da pesada’, conta com algumas peculiaridades que a fazem especial. Aqui seguem algumas delas:

Posições

Com menos jogadores formando cada equipe, o futsal é mais específico nas funções de cada um. Os quatro jogadores de linha dividem os papéis de:

beque (normalmente um defensor com bom passe);
ala (que pode ter características diversas, atuando de acordo com a necessidade de equilíbrio do time em quadra);
pivô (âncora ofensiva com boa capacidade de marcar gols).

O goleiro não fica só debaixo das traves, como no campo. Ele quase sempre aparece como um líbero em ações pontuais, pode subir com a bola e finalizar em situações de contra-ataque e ser o goleiro-linha quando a equipe precisa reverter um placar adverso, sendo o próprio goleiro ou um jogador de linha com a camisa de goleiro.

Arbitragem

São dois os responsáveis pela arbitragem em quadra no futsal: um árbitro principal e seu companheiro, o árbitro auxiliar ou adjunto.

Eles ficam cada um em um dos extremos da quadra, dividindo a marcação das faltas e analisando saídas de bolas entre outros lances importantes.

Fora de quadra, na mesa técnica, ficam um responsável pela cronometragem da partida, seja através de um placar eletrônico ou em um relógio cronômetro, e o mesário anotador, que reporta na súmula o que acontece em quadra, como faltas, cartões e gols.

Substituições

No futsal são menos jogadores, mas as substituições são ilimitadas. Todos os jogadores relacionados para uma partida podem ser utilizados, entrando e saindo de quadra a qualquer momento.
Times mais entrosados ou mais bem treinados conseguem efetuar substituições para um ataque, uma defesa específica ou situações como um escanteio ou cobrança de falta. Tudo isso em segundos, o que pede atenção total dos jogadores no banco de reservas o tempo inteiro.

Advertências

Assim como o futebol, o futsal também tem os cartões amarelo e vermelho. Seus valores são os mesmos, sendo o amarelo uma advertência inicial, com o jogador permanecendo em quadra; um segundo amarelo se tornando um vermelho e causando a expulsão do atleta; e o vermelho uma expulsão direta.

No entanto, com o menor número de jogadores em quadra, a exclusão definitiva de um jogador tornaria o jogo pouco justo, insustentável para o time prejudicado numericamente. Por isso, no futsal, o jogador expulso não pode voltar à quadra, mas pode ser reposto por outro jogador nas seguintes situações: após dois minutos ou depois de um gol sofrido por sua equipe.

Fenômeno Mundial

A modalidade está entre as três mais praticadas no mundo, principalmente na base e nas escolas. Em um recorte mundial, o futsal é reconhecidamente praticado em mais de 100 países, cumprindo inclusive com os requisitos para se candidatar como um esporte olímpico. No entanto por questões políticas envolvendo a FIFA e o COI, isso, ainda, não aconteceu.

O maior artilheiro da Copa do Mundo de Futsal é Falcão com 48 golos marcados. O ala brasileiro disputou 33 partidas e participou de cinco edições: 2000, 2004, 2008, 2012 e 2016. O atleta paulista é considerado um dos melhores jogadores de todos os tempos. Não à toa, conduziu a seleção a dois títulos mundiais.

O Mundial de Futsal tem como cidades-sedes: Vilnius, Kaunas e Klaipėda.

Essa será a nona edição da história. O torneio reúne 24 equipes divididas em seis confederações: AFC (Ásia), CAF (África), CONCACAF (América do Norte, Central e Caribe), CONMEBOL (América do Sul), OFC (Oceania) e UEFA (Europa).

Na final do mundial, Portugal bateu a Argentina por 2 x 1 e sagrou-se campeão mundial pela primeira vez na história. No 3° Lugar o Brasil venceu a seleção do Cazaquistão.

Falcão é o maior artilheiro da Copa do Mundo de Futsal (Foto: Getty Images)

Entre na discussão


Quem somos

É com Fair Play que pretendemos trazer uma diversificada panóplia de assuntos e temas. A análise ao detalhe que definiu o jogo; a perspectiva histórica que faz sentido enquadrar; a equipa que tacticamente tem subjugado os seus concorrentes; a individualidade que teima em não deixar de brilhar – é tudo disso que é feito o Fair Play. Que o leitor poderá e deverá não só ler e acompanhar, mas dele participar, através do comentário, fomentando, assim, ainda mais o debate e a partilha.


CONTACTE-NOS



newsletter