Juan Carlos Ceriani, o pai do Futsal

João FreitasDezembro 23, 20183min0

Juan Carlos Ceriani, o pai do Futsal

João FreitasDezembro 23, 20183min0
O futsal é cada vez mais famoso em Portugal e em toda a Europa. Mas quais as origens destes desporto? Descobre tudo aqui!

O Futsal tem sido das modalidades que registam um maior crescimento em Portugal e a recente conquista do título de campeão europeu em Ljubljana reforçou esse estatuto. Apesar desta publicidade positiva em torno de uma modalidade que regista cada vez mais praticantes, as suas origens permanecem muitas vezes ocultas.

Esta modalidade encontra as suas origens do outro lado do Atlântico, na cidade de Montevideu (capital do Uruguai), onde um professor de educação física – Juan Carlos Ceriani – resolveu adaptar a prática do futebol a recintos fechados.

Ceriani, apesar de nascido em Buenos Aires, era o responsável pela parte desportiva do Movimiento de la Associación de Jóvenes Cristianos (a YMCA). Durante a  década de 1930, o futebol uruguaio granjeava sucesso internacional – Campeão Olímpico em 1928 e Campeão Mundial em 1930 – e este proliferava pelas ruas e descampados de Montevideu, com crianças e adultos a praticá-lo em todo o tipo de condições, como descampados, ruas estreitas, etc.

(Foto: Getty Images)

Ao observar essa capacidade de o futebol ser praticado em todo lado, Ceriani – utilizando todo o seu conhecimento desportivo – decidiu combinar regras de vários desportos para criar algo novo. Do basquetebol retirou o número e o tempo de jogo (5 jogadores e partidas de 40 minutos), do andebol as balizas, as medidas do campo e da bola, do hóquei em patins as múltiplas substituições e do Pólo Aquático as regras de utilização do guarda-redes, especialmente as regras do “atraso de bola”.

A verdade é que a ideia de Ceriani foi um sucesso e rapidamente ultrapassou as fronteiras uruguaias e se difundiu por toda a América do Sul. Do ponto de vista associativo, a primeira federação de futsal foi a Paraguaia (1962), seguindo-se a Uruguaia (1965) e, em 1965,  surge o primeiro organismo internacional da modalidade, a Confederação Sul Americana de Futebol de Salão. Só em 1971, com a criação da Federação Internacional de Futebol de Salão, surgem os primeiros planos de internacionalização deste desporto através da realização do primeiro Mundial de Futsal (São Paulo, 1982),

Nesse Mundial participaram 3 seleções europeias (Checoslováquia, Itália e Holanda), uma asiática (Japão), uma do Caribe (Costa Rica) e 5 Sul Americanas (Argentina, Brasil, Colômbia, Paraguai e Uruguai).  A seleção anfitriã foi campeã, derrotando o Paraguai por 1-0 no Ginásio do Ibirapuera.

Esta competição foi chave para divulgar internacionalmente esta modalidade, tanto que em 1985 passa a ser uma modalidade FIFA e é organizado na Europa (Espanha) a edição seguinte da prova. Com 12 países, entre os quais os estreantes Portugal e Austrália.

(Foto: Getty Images)

A campanha portuguesa registou duas derrotas (7-2 com Checoslováquia e 7-5 com o Paraguai)  e uma vitória (3-1 frente a Costa Rica).

Muito evoluiu o futsal português desde a sua primeira estreia mundial, aos poucos os resultados foram aparecendo, numa evolução constante e muito produtiva!


Entre na discussão


Quem somos

É com Fair Play que pretendemos trazer uma diversificada panóplia de assuntos e temas. A análise ao detalhe que definiu o jogo; a perspectiva histórica que faz sentido enquadrar; a equipa que tacticamente tem subjugado os seus concorrentes; a individualidade que teima em não deixar de brilhar – é tudo disso que é feito o Fair Play. Que o leitor poderá e deverá não só ler e acompanhar, mas dele participar, através do comentário, fomentando, assim, ainda mais o debate e a partilha.


CONTACTE-NOS



newsletter