ELF: Viena, Innsbruck e Düsseldorf juntam-se oficialmente à liga europeia

Miguel Veloso MartinsSetembro 26, 20213min0

ELF: Viena, Innsbruck e Düsseldorf juntam-se oficialmente à liga europeia

Miguel Veloso MartinsSetembro 26, 20213min0
Com o inicio da offseason, começa o frenesim em torno dos franchises que vão participar em 2022. Para além dos Rhein Fire, Vienna Vikings e Tirol Raiders que já estão confirmados para a 2ª temporada da European League of Football, tudo indica que Amesterdão, Londres e Paris estarão também presentes no alinhamento de 2022. Sabe mais sobre a expansão da liga europeia.

Dacia Vienna Vikings (Austria)

Os Vienna Vikings são uma das equipas mais antigas e bem sucedidas da Europa, tendo sido fundados em 1983. Os Vikings jogam no Hohe Warte Stadion, com capacidade para acomodar cerca de 5,500 adeptos. Segundo o seu treinador Chris Calaycay, os Vikings planeiam manter a sua equipa B na Austrian Football League.

Os Dacia Vienna Vikings já venceram 15 vezes a AFL (1994, 1996, 1999, 2000, 2001, 2002, 2003, 2005, 2007, 2009, 2012, 2013, 2014, 2017 e 2020). Já em competições europeias, conquistaram a extinta European Football League 5 vezes (2004, 2005, 2006, 2007 e 2013). A equipa de Viena é assim a segunda equipa com mais vitórias na Eurobowl.

Swarco Raiders Tirol (Austria)

Com 29 anos de existência, os Raiders são um dos clubes mais celebrados e reconhecidos da Europa. A equipa é famosa por ter um dos melhores estádios e infraestruturas do futebol americano europeu. A casa dos Swarco Raiders Tirol, o Tivoli Stadion Tirol, tem uma capacidade de 16,008 lugares. À semelhança dos Vikings, os Raiders muito provavelmente vão manter a sua equipa B na AFL.

Os Swarco Raiders Tirol venceram 8 vezes o campeonato austriaco, sendo neste momento os campeões em título (2004, 2006, 2011, 2015, 2016, 2018, 2019 e 2021). Já na extinta EFL, os Raiders ficam atrás dos seus rivais de Viena, tendo vencido 3 vezes a competição (2008, 2009 e 2011). No entanto, ao contrário dos Vikings, recentemente venceram 3 vezes o Central European Football League (2017, 2018 e 2019).

Rhein Fire (Alemanha)

Os Rhein Fire regressam aos relvados europeus. Pela primeira vez desde 2007, Düsseldorf terá uma equipa profissional de futebol americano. Os Rhein Fire foram fundados em 1995, tendo participado em todas as temporadas da World League of American Football e da NFL Europe. O franchise de Düsseldorf esteve presente em 5 World Bowls, vencendo 2 (1998 e 2000).

Ainda não existem informações sobre onde o franchise vai jogar em 2022, mas provavelmente a decisão será entre o Merkur Spiel-Arena (54,600) e o Paul-Janes-Stadion (7,200). Mesmo durante as suas temporadas com menos sucesso em campo, os Fire foram consistentemente uma das equipas com maior número de adeptos nas bancadas, ficando apenas atrás dos Frankfurt Galaxy.

Franchises de Amesterdão, Londres e Paris confirmados até o final de Novembro?

O website dos Rhein Fire pode ter acidentalmente confirmado os próximos 3 franchises a ser anunciados. Na página sobre a European League of Football, a equipa de comunicação dos Fire incluiu um mapa com os 8 franchises atuais da liga, assim como 6 novas localizações. Assinaladas como futuras cidades estão as 3 localizações confirmadas até agora (Viena, Düsseldorf e Innsbruck) e 3 localizações por confirmar (Amesterdão, Londres e Paris).

Na semana passada, falamos destas 3 cidades como fortes candidatas para se juntar à liga em 2022. Durante os anos da WLFA e NFLE, Amesterdão e Londres foram as casas dos Amsterdam Admirals e dos London Monarchs, respetivamente. Com o regresso destas 2 identidades históricas, falta apenas o regresso dos Scottish Claymores. No caso de Paris, o franchise da ELF será a primeira equipa profissional de futebol americano na França.


Entre na discussão


Quem somos

É com Fair Play que pretendemos trazer uma diversificada panóplia de assuntos e temas. A análise ao detalhe que definiu o jogo; a perspectiva histórica que faz sentido enquadrar; a equipa que tacticamente tem subjugado os seus concorrentes; a individualidade que teima em não deixar de brilhar – é tudo disso que é feito o Fair Play. Que o leitor poderá e deverá não só ler e acompanhar, mas dele participar, através do comentário, fomentando, assim, ainda mais o debate e a partilha.


CONTACTE-NOS



newsletter