ELF: Principais contratações da nova liga europeia até agora

Miguel Veloso MartinsFevereiro 20, 20215min0

ELF: Principais contratações da nova liga europeia até agora

Miguel Veloso MartinsFevereiro 20, 20215min0
Com início da época em Junho, os franchises da ELF já começaram a construir os seus planteis e anunciar as suas contratações. Até ao momento, 2 ex-jogadores da NFL e 1 treinador lendário da CFL já encontraram a sua nova casa.

Chris Ezeala assina com Ingolstadt Praetorians

Chris Ezeala já é uma cara conhecida para muitos adeptos europeus. O jogador alemão de 25 anos começou a sua carreira nos Munchen Rangers. Na altura, Ezeala tinha apenas 13 anos. Em 2015, o jogador finalmente teve a oportunidade para se juntar a um plantel da principal liga alemã, a GFL. Chris Ezeala juntou-se aos Allgau Comets e mais tarde aos Ingolstadt Dukes, jogando maioritariamente como linebacker. Esta era a sua posição de maior destaque até 2017, quando a equipa técnica dos Dukes decidiu colocar Ezeala também no ataque como RB.

Chris Ezeala terminou a época com 1 touchdown e 206 jardas corridas em 17 tentativas, uma média impressionante de 12 jardas por corrida. O potencial do alemão no jogo atacante chamou a atenção dos olheiros da NFL e, em 2018, através do International Player Pathway Program, programa da NFL para desenvolvimento de jogadores estrangeiros, Chris Ezeala recebeu a oportunidade de se juntar aos Baltimore Ravens. Devido ao seu físico, os Ravens transformaram Ezeala num FB e special teamer. Apesar de ter continuado na equipa durante 2 épocas, o jogador alemão nunca teve oportunidade de jogar num jogo de época regular. Chris Ezeala jogou apenas em 8 jogos de pré-época e foi sempre relegado ao practice squad de Baltimore.

Em 2020, o contrato de Ezeala não foi renovado para uma terceira época. O jogador voltou para a Alemanha, onde continuou a treinar para o seu próximo desafio. Agora Chris Ezeala regressa à cidade que lhe abriu as portas para a NFL para se juntar aos Ingolstadt Praetorians. Segundo o treinador Eugen Haaf, Ezeala vai ser usado como um “canivete suiço”. Juntando-se ao franchise da ELF, o muniquense vai poder jogar em várias posições tanto no ataque como na defesa. Numa liga que será palco para inúmeros talentos europeus que procuram impressionar os olheiros americanos, Chris Ezeala é facilmente um dos maiores destaques para os adeptos de todo o mundo.

 

Adam Rita torna-se no primeiro treinador dos Gladiators de Barcelona

Depois das confirmações de Shuan Fatah (German Knights 1367), Eugen Haaf (Ingolstadt Praetorians) e Jakub Samel (Wroclaw Panthers), Adam Rita é o quarto treinador anunciado na ELF. Rita começou a sua carreira de treinador em 1969 como assistente na Boise State University, onde jogou na posição de center até 1968. Em 1983, encontrou finalmente o seu lugar numa liga profissional, a CFL, como coordenador ofensivo dos BC Lions. A longa carreira de Adam Rita na CFL contou com 6 temporadas como treinador principal em 3 equipas. Como treinador principal, conquistou uma Grey Cup no seu primeiro ano, 1991, com os Toronto Argonauts.

Grande parte do seu tempo na liga canadense foi ocupando a posição de general manager, desde 1997 a 2010, nas equipas BC Lions e Toronto Argonauts. Nesta função, Adam Rita venceu duas Grey Cups, uma em 2000 com os Lions e a segunda em 2004 com os Argonauts. Após ter-se reformado da CFL, em 2012, o treinador decidiu continuar a sua carreira na Europa. Adam Rita treinou na República Checa (Prague Panthers), Suíça (Calanda Broncos), Itália (Bergamo Lions) e Alemanha (Berlin Adler). Agora o treinador de 73 anos, abraça um dos projetos mais ambiciosos da Europa, a ELF e o seu franchise catalão, os Gladiators.

Os Gladiators anunciaram também que Marcell Frazier irá fazer parte da sua equipa técnica como o treinador responsável pela linha defensiva. Frazier jogou na NFL, CFL e XFL, tendo-se destacado recentemente pela sua performance com os Seattle Dragons. Agora o veterano procura uma oportunidade para arrecadar experiência como treinador.

 

Anthony Dablé-Wolf junta-se aos German Knights 1367

Os adeptos da NFL mais ávidos devem reconhecer o nome do WR francês. Anthony Dablé-Wolf foi um dos primeiros jogadores europeus adicionados ao International Player Pathway Program. Sendo que, em 2016, tornou-se no primeiro jogador europeu a integrar um plantel da NFL sem qualquer experiência posterior no futebol americano universitário. Esta oportunidade surgiu de Osi Umenyiora, antigo Pro Bowler e campeão com os NY Giants, comentador televisivo e embaixador da NFL no Reino Unido.

O jogador francês descobriu a modalidade quando tinha apenas 17 anos, mas só em 2007, aos 19 anos, é que se juntou à equipa de Sub19 dos Grenoble Centaures. Desde 2010, o WR tornou-se numa das armas mais perigosas e consistentes da seleção nacional francesa. Em 2012, procurou juntar-se à universidade canadense Université Laval, mas a sua experiência semi-profissional na Europa tornavam-no inelegível para participar no desporto universitário. Dablé vira-se então para a maior liga de futebol americano europeia, a liga alemã GFL. Em 2015 começou a ganhar enorme notoriedade e reconhecimento no continente europeu, quando conquistou a German Bowl e a Eurobowl com os New Yorker Lions (Alemanha).

En 2016, mudou-se para os Estados Unidos a convite de Umenyiora e recebeu um contrato com os NY Giants em Fevereiro do mesmo ano. No entanto, Anthony Dablé-Wolf acabou por ser dispensado pelos Giants após o training camp. Em 2017, o jogador foi novamente convidado a participar no International Player Pathway Program, sendo convidado para se juntar aos Atlanta Falcons. Mais uma vez, Dablé foi dispensado após a pré-época.

O francês regressou para a Europa e assinou novamente com os New Yorker Lions, jogando apenas 2 jogos antes de se lesionar. No entanto, em 2019, Dablé regressou à sua velha forma quando se juntou aos Hildesheim Invaders. Anthony Dablé-Wolf terminou a época com 14 touchdowns e 70 recepções para um total de 820 jardas. Os Invaders seriam liderados pelo treinador Shuan Fatah em 2020, mas devido à pandemia a temporada não ocorreu. Fatah escolheu saltar para o novo projeto da ELF, os German Knights 1367, equipa com associação aos Invaders da GFL. Não tendo oportunidade de partilhar os relvados em 2020, Dablé junta-se agora ao novo projeto do treinador na ELF.

Que outros jogadores gostarias de ver na ELF?


Entre na discussão


Quem somos

É com Fair Play que pretendemos trazer uma diversificada panóplia de assuntos e temas. A análise ao detalhe que definiu o jogo; a perspectiva histórica que faz sentido enquadrar; a equipa que tacticamente tem subjugado os seus concorrentes; a individualidade que teima em não deixar de brilhar – é tudo disso que é feito o Fair Play. Que o leitor poderá e deverá não só ler e acompanhar, mas dele participar, através do comentário, fomentando, assim, ainda mais o debate e a partilha.


CONTACTE-NOS



newsletter