Início de época azarado no pelotão World Tour

Diogo PiscoMarço 13, 20191min0

Início de época azarado no pelotão World Tour

Diogo PiscoMarço 13, 20191min0
Tem sido um fim de inverno e início de primavera muito duro para o pelotão internacional. Um número exagerado de quedas com gravidade tem sido bastante penalizador, principalmente para os voltistas do World Tour.

O ciclismo é um desporto de total entrega e que pode ser bastante perigoso. Andar em pelotão é uma tarefa muito mais difícil do que os profissionais fazem parecer. Se a essa dificuldade juntarmos condições atmosféricas adversas em conjunto com o nervosismo e pressão normal de uma competição, temos todas as condições para que aconteçam quedas com gravidade.

O ano já vinha a ser pautado por algumas quedas, mas o vento que se faz sentir durante esta semana tem dado outra dimensão a esta situação. No Paris-Nice as quedas têm sido sucessivas, assim como os abandonos.

Até ao momento os mais castigados têm sido os voltistas. Apesar de ainda ser bastante cedo para pensar nas grandes voltas, esta é uma fase fulcral de preparação. Uma lesão prolongada nesta altura pode atrasar o treino impedindo os ciclistas de chegar em pico de forma, às provas escolhidos

O Fair Play faz um apanhado dos principais lesionados desta primeira fase da temporada, para poderes fazer uma melhor previsão para a restante época.

Rigoberto Uran clavícula partida – etapa 2 Paris-Nice

Gorka Izaguirre lesão no cotovelo – etapa 2 Paris – Nice

Warren Barguil dupla fratura cervical etapa 2 Paris- Nice

Michael Mathews – concussão cerebral – etapa 1 Paris – Nice

Mikel Landa clavícula partida – Challenge Maiorca

 


Entre na discussão


Quem somos

É com Fair Play que pretendemos trazer uma diversificada panóplia de assuntos e temas. A análise ao detalhe que definiu o jogo; a perspectiva histórica que faz sentido enquadrar; a equipa que tacticamente tem subjugado os seus concorrentes; a individualidade que teima em não deixar de brilhar – é tudo disso que é feito o Fair Play. Que o leitor poderá e deverá não só ler e acompanhar, mas dele participar, através do comentário, fomentando, assim, ainda mais o debate e a partilha.


CONTACTE-NOS



newsletter