Santos Tour Down Under – Impey volta a conquistar lugar ao sol!

Diogo PiscoJaneiro 21, 20193min0

Santos Tour Down Under – Impey volta a conquistar lugar ao sol!

Diogo PiscoJaneiro 21, 20193min0
O ciclismo está de volta e a semana que passou deu aos adeptos aquilo porque ansiavam. Fique a saber quem foram as principais figuras de uma semana escaldante na Austrália.

Terminou este domingo o Santos Tour Down Under com a reedição do desfecho da edição de 2018. Richie Porte (Trek-Segafredo) voltou a conquistar o monte Willunga, pelo 6º ano seguido, mas ainda assim não foi o suficiente para evitar nova vitória de Daryl Impey (Mitchelton-Scott).

A época arrancou com a imagem que mais se repetiu ao longo da época passada. Elia Viviani e a Deceuninck-Quick Step entraram em 2019 logo a vencer e deixam claro que querem manter a identidade de equipa mais vencedora do World Tour.

O segundo dia de prova abriu as portas para uma surpresa entre os candidatos. Patrick Bevin (CCC Team) fez frente a um lote de sprinters de classe e arrancou uma excelente vitória que o colocou como um excelente candidato à vitória final. Bevin tinha as características necessárias para aguentar a camisola de líder até à etapa rainha e conseguir defender-se na montanha. Infelizmente uma queda na etapa 5 limitou bastante a sua capacidade, impossibilitando-o de poder defender a liderança.

Vitória de Bevin frente a sprinters de topo, deixou-o como um forte candidato à vitória final! Fonte: Tim de Waele/Getty Images

Peter Sagan (Bora-Hansgrohe) foi à Austrália para treinar (palavras do próprio) e como todos sabem a melhor forma de treinar para vencer é mesmo vencer. Foi isso que fez na etapa 3, numa discussão bastante apertada com Luis León Sanchez (Astana Pro Team), com uma vitória decidida ao milímetro. Estes dois ciclistas andaram bastante ativos durante a semana, procurando estar sempre na discussão das etapas, com o espanhol a conseguir fechar dentro do top 10 final devido à sua maior capacidade de trepador.

Outro dos que andou muito ativo durante a semana foi Daryl Impey, que nunca escondeu a vontade de renovar o título do ano passado. impey tentou fechar sempre entre os primeiros e na etapa 4 arrancou mesmo o 1º lugar, começava aqui a construir uma boa posição para alcançar o seu objetivo.

Impey tornou-se a figura dos arranque de temporada na Austrália. Fonte: Getty Images

A 5ª etapa, foi um dia de muitos acontecimentos. Para além da já mencionada queda do líder, vimos o sprinter da casa Caleb Ewan (Lotto Soudal) ser penalizado por sprint ilegal e, por consequência, a vitória de um jovem valor do sprint, Jasper Philipsen ( UAE Team Emirates). Philipsen mostrou qualidades de sprinter de topo, já Ewan mostrou-se incapaz de lidar com a frustração de não conseguir alcançar uma vitória perante o seu público.

Por fim veio a etapa rainha, com duas passagens pelo monte Willunga, a última das quais a coincidir com a meta. Apesar de várias equipas terem tentado mudar o rumo da corrida, Porte voltou a aguentar e arrancou na subida final rumo à meta, só parando depois de cortar a meta com os braço erguidos. Porte é o rei de Willunga, mas mais uma vez não foi capaz de fazer a diferença suficiente para voltar a vencer o Santos Tour Down Under. Daryl Impey cortou a meta em terceiro lugar e conseguiu manter 13 segundos de vantagem sobre Porte e 17 sobre Wout Poels (Team Sky), que foi 2º na última etapa alcançando o último lugar do pódio da geral final.

A participação lusa foi enaltecida pelo 8º lugar da geral de Rúben Guerreiro (Team Katusha Alpecin), que deu boas indicações da sua forma. Ivo Oliveira (UAE Team Emirates) fez a sua estreia ao nível World Tour, concluindo no 88º lugar da geral.


Entre na discussão


Quem somos

É com Fair Play que pretendemos trazer uma diversificada panóplia de assuntos e temas. A análise ao detalhe que definiu o jogo; a perspectiva histórica que faz sentido enquadrar; a equipa que tacticamente tem subjugado os seus concorrentes; a individualidade que teima em não deixar de brilhar – é tudo disso que é feito o Fair Play. Que o leitor poderá e deverá não só ler e acompanhar, mas dele participar, através do comentário, fomentando, assim, ainda mais o debate e a partilha.


CONTACTE-NOS



newsletter