Prodígio Finlandês Lidera Mundial de Ralis

Francisco da SilvaMarço 1, 20213min0

Prodígio Finlandês Lidera Mundial de Ralis

Francisco da SilvaMarço 1, 20213min0
A Hyundai dominou no Rali do Ártico com Ott Tänak, porém, o destaque vai para o novo líder do Mundial de Ralis, Kalle Rovanperä de apenas 20 anos.

A Finlândia alberga a formação da Toyota Gazoo Racing liderada atualmente por Jari-Matti Latvala, assim sendo, todas as etapas do Mundial de Ralis disputadas neste país nórdico são encaradas com grande expectativa pela formação nipónica. Para além do apoio do público ser constante, a Toyota Gazoo Racing costuma integrar pilotos finlandeses nas suas fileiras.

Desde o regresso da Toyota ao Mundial de Ralis em 2017, a equipa da Toyota Gazoo Racing venceu sempre na Finlândia, ora com Esapekka Lappi em 2017, ora com Ott Tänak em 2018 e 2019, contudo, em 2021 a tradição foi quebrada.

No primeiro rali realizado na Finlândia (na presente temporada o país nórdico irá receber duas etapas do Mundial de Ralis), a vitória sorriu ao estónio Ott Tänak que, ao volante do Hyundai i20 WRC, não deu hipóteses à concorrência. O báltico voltou a exibir-se em grande nível, não cometendo erros na neve cerrada da Lapónia e aproveitando ao máximo a boa posição de saída (por exemplo, os seus principais adversários atrasaram-se inicialmente na luta pois abriram as estradas cobertas de neve e gelo). Na segunda posição do Rali do Ártico ficou o prodígio Kalle Rovanperä da Toyota Gazoo Racing que, apesar de correr em casa, nunca teve velocidade suficiente para acompanhar Ott Tänak. No último lugar do pódio ficou Thierry Neuville que volta a repetir o 3º lugar conquistado na prova inicial do Mundial de Ralis.

Quem repetiu também a classificação obtida no Rali de Monte-Carlo foi Takamoto Katsuta (Toyota Gazoo Racing) que terminou no 6º lugar, atrás de mais um piloto da Hyundai Shell Mobis, Craig Breen, e de Elfyn Evans, companheiro de equipa do nipónico na Toyota Gazoo Racing. Quem teve um rali para esquecer foi novamente a M-Sport Ford que teve que se contentar com o 8º posto de Teemu Suninen e o 9º lugar de Gus Greensmith. Destaque para o estreante Oliver Solberg (filho do ex-campeão do mundo de ralis Petter Solberg) que, apesar dos seus tenros 19 anos, demonstrou bom andamento e ficou no 7º posto.

Volvidas duas provas disputadas, a classificação do Mundial de Ralis é liderada pelo surpreendente Kalle Rovanperä com 39 pontos, mais 4 do que o belga Thierry Neuville. O finlandês de apenas 20 anos tornou-se assim no piloto mais jovem de sempre a liderar a classificação de pilotos do Mundial de Ralis. No 3º lugar da classificação individual encontra-se Sébastien Ogier que, depois de uma prova para esquecer na Finlândia, está em igualdade pontual com Elfyn Evans. Com esta vitória no Rali do Ártico, Ott Tänak subiu ao 5º posto com 27 pontos, à frente de Craig Breen e de Takamoto Katsuta, ambos com 16 pontos.

Na classificação por construtores, a Toyota Gazoo Racing continua a liderar com 88 pontos, mais 11 do que a principal rival Hyundai Shell Mobis, enquanto a M-Sport Ford soma somente 24 pontos.

Kalle Rovanperä de apenas 20 anos lidera o Mundial de Ralis (Fonte: Toyota Gazoo Racing)

Entre na discussão


Quem somos

É com Fair Play que pretendemos trazer uma diversificada panóplia de assuntos e temas. A análise ao detalhe que definiu o jogo; a perspectiva histórica que faz sentido enquadrar; a equipa que tacticamente tem subjugado os seus concorrentes; a individualidade que teima em não deixar de brilhar – é tudo disso que é feito o Fair Play. Que o leitor poderá e deverá não só ler e acompanhar, mas dele participar, através do comentário, fomentando, assim, ainda mais o debate e a partilha.


CONTACTE-NOS



newsletter