Ogier Com Uma Mão No Título

Francisco da SilvaSetembro 26, 20212min0

Ogier Com Uma Mão No Título

Francisco da SilvaSetembro 26, 20212min0
O regresso do Rali da Grécia ao Mundial de Ralis ficou marcado pelo regresso da Toyota Gazoo Racing e de Kalle Rovanperä às vitórias.

A vitória contundente de Thierry Neuville e o domínio avassalador da Hyundai Shell Mobis no Rali da Bélgica criaram a sensação nos aficionados da gravilha e do asfalto que o Mundial de Ralis de 2021 ainda podia ter uma segunda vida. Contudo, o prodígio Kalle Rovanperä e o lendário Sébastien Ogier trataram de cravar mais um prego nas cada vez mais ínfimas esperanças de Thierry Neuville e da Hyundai Shell Mobis.

O finlandês da Toyota Gazoo Racing ganhou categoricamente o Rali da Grécia, que regressou ao calendário do campeonato 8 anos depois. Já o companheiro de equipa de Kalle Rovanperä, Sébastien Ogier, assegurou o 3º posto na prova grega e alargou ainda mais a sua vantagem na classificação individual sobre Elfyn Evans (Toyota Gazoo Racing), que teve problemas na caixa de velocidades e não foi além do 6º lugar. Quem conseguiu intrometer-se no meio dos pilotos da Toyota Gazoo Racing foi Ott Tänak. O estónio terminou o Rali da Grécia no 2º posto, isto depois de duas provas pouco conseguidas na Estónia e na Bélgica.

Uma nota ainda para a performance discreta de Thierry Neuville que padeceu de problemas mecânicos no seu i20 WRC, atirando o belga para longe dos pontos e definitivamente para longe das contas do título.

Quando faltam somente disputar 3 provas, Sébastien Ogier lidera com 180 pontos, mais 44 do que Elfyn Evans e mais 50 do que Thierry Neuville. Kalle Rovanperä, que assegurou a sua 2ª vitória nos últimos 3 ralis disputados, tem agora 129 pontos, isto é, está a 1 ponto de Thierry Neuville e tem uma vantagem de 23 pontos sobre Ott Tänak. Segue-se Takamoto Katsuta, que não participou no Rali da Grécia devido a problemas familiares do seu navegador, com 66 pontos, mais 6 do que Craig Breen da Hyundai Shell Mobis. Com 44 pontos temos o 1º piloto da M-Sport Ford, Gus Greensmith, com 1 ponto de vantagem sobre o espanhol Dani Sordo.

Na classificação por construtores, a Toyota Gazoo Racing lidera confortavelmente com 397 pontos, mais 57 pontos do que a Hyundai Shell Mobis, enquanto que a M-Sport Ford tem somente 153 pontos conquistados em 9 provas do Mundial de Ralis.


Entre na discussão


Quem somos

É com Fair Play que pretendemos trazer uma diversificada panóplia de assuntos e temas. A análise ao detalhe que definiu o jogo; a perspectiva histórica que faz sentido enquadrar; a equipa que tacticamente tem subjugado os seus concorrentes; a individualidade que teima em não deixar de brilhar – é tudo disso que é feito o Fair Play. Que o leitor poderá e deverá não só ler e acompanhar, mas dele participar, através do comentário, fomentando, assim, ainda mais o debate e a partilha.


CONTACTE-NOS



newsletter