Terminou a campanha de Portugal no Mundial 2021

João de MatosJaneiro 30, 20212min0

Terminou a campanha de Portugal no Mundial 2021

João de MatosJaneiro 30, 20212min0
Terminou a campanha de Portugal no Mundial 2021, às mãos da poderosa França. A Seleção Nacional perdeu por 23x32 com os Les bleus, que venceram o Grupo III da Main Round e seguem para os quartos de final com seis vitórias em seis jogos.
Overview
Terminou a campanha de Portugal no Mundial 2021, às mãos da poderosa França. A Seleção Nacional perdeu por 23x32 com os Les bleus, que venceram o Grupo III da Main Round e seguem para os quartos de final com seis vitórias em seis jogos.
0%
Summary

Terminou a campanha de Portugal no Mundial 2021, às mãos da poderosa França. A Seleção Nacional perdeu por 23x32 com os Les bleus, que venceram o Grupo III da Main Round e seguem para os quartos de final com seis vitórias em seis jogos.

Overall score 0%
0 min100

Terminou a campanha de Portugal no Mundial 2021, às mãos da poderosa França. A Seleção Nacional perdeu por 23×32 com os Les bleus, que venceram o Grupo III da Main Round e seguem para os quartos de final com seis vitórias em seis jogos.

Apesar desta derrota, fica a imagem deixada pela turma de Paulo Pereira, que mostrou ser capaz e digna de pisar os maiores palcos do andebol mundial, lutando de igual para igual com os colossos da modalidade.A entrada lusa foi pautada por algum nervosismo no ataque e dificuldades na defesa, refletidas na capacidade de lidar com a meia-distância francesa. Timothey N’Guessan e Dika Mem foram fazendo estragos e colocaram os Les bleus na dianteira do marcador. Aos poucos, nomeadamente através do contra-ataque, a Seleção das Quinas foi capaz de encurtar distância (e em inferioridade numérica), impulsionada por Miguel Martins e André Gomes. No entanto, na reta final da primeira metade, uma sucessão de erros, de parte a parte, impôs um jejum de golos. Neste duelo particular, os pupilos de Guillaume Gille levaram a melhor e construíram uma diferença de quarto golos à maior, que levaram para o intervalo (12×16).

O conjunto luso entrou bem na segunda parte, através de um contra-ataque eficaz de Diogo Branquinho. No entanto, a história do primeiro tempo voltou a repetir-se. Com falhas na finalização, passe e novamente com demasiada pontaria para os ‘ferros’, Portugal consentiu um avolumar da desvantagem e nem as defesas de Alfredo Quintana (10 defesas) foram galvanizantes.
Experientes e pacientes, os gauleses foram frios no contra-ataque, quase sempre protagonizados por Hugo Descat. Com uma diferença de 10 golos no marcador, Alexandre Cavalcanti e Melvyn Richardson entraram de rompantes, mas o resultado não mudou muito, acabando por se cifrar nos 23×32. A nível individual, Miguel Martins (6 golos) foi o artilheiro da Seleção portuguesa, enquanto Hugo Descat (8 golos), Timothey N’Guessan e Dika Mem (ambos com 5 golos) foram os elementos mais concretizadores dos franceses.

André Gomes dos mais inconformados com o resultado

O fecho da Main Round do Mundial 2021 trouxe excelentes notícias para Portugal. Com a conjugação de resultados, a Seleção das Quinas terminou no 10º. lugar, a sua melhor classificação de sempre em Mundiais. Espanha, Hungria, Dinamarca, Catar, França, Noruega, Suécia e Egipto qualificaram-se para os quartos de final, enquanto 16 Seleções acabaram eliminadas. Deste grupo de 16, a armada lusa foi a segunda melhor classificada, arrecadando assim o 10º. posto. Desta forma, os pupilos de Paulo Pereira superaram os resultados das três últimas prestações de Portugal em Campeonatos do Mundo: 19º. lugar no Mundial 1997, 16º. lugar no Mundial 2001 e 12º. lugar no Mundial 2003.

 


Entre na discussão


Quem somos

É com Fair Play que pretendemos trazer uma diversificada panóplia de assuntos e temas. A análise ao detalhe que definiu o jogo; a perspectiva histórica que faz sentido enquadrar; a equipa que tacticamente tem subjugado os seus concorrentes; a individualidade que teima em não deixar de brilhar – é tudo disso que é feito o Fair Play. Que o leitor poderá e deverá não só ler e acompanhar, mas dele participar, através do comentário, fomentando, assim, ainda mais o debate e a partilha.


CONTACTE-NOS



newsletter