Portugal à Conquista da Europa

João de MatosAbril 29, 20192min0

Portugal à Conquista da Europa

João de MatosAbril 29, 20192min0
Equipas portuguesas fazem história nas provas europeias.

O Madeira SAD confirmou a qualificação para a final da Taça Challenge, após vencer na Grécia o AEK Atenas por 30-22.
Os insulares já tinham vencido o encontro da primeira mão por 27-22, vincando agora a superioridade sobre a equipa helénica, por quem tinham sido eliminados na época transata, também nas meias-finais da competição.
Na final, o Madeira SAD terá pela frente CSM Bucareste (de Paulo Pereira) ou Neva São Petersburgo. 

Os jogos decisivos da prova vão opor dois treinadores portugueses: Paulo Fidalgo, técnico dos insulares e adjunto na Seleção, e Paulo Jorge Pereira, selecionador português, que orienta a formação romena. 

Fonte:sapodesporto.pt

Para se apurar para a final, o CSM Bucareste eliminou os russos do Neva SPb, ao vencer os dois jogos das meias-finais: o primeiro por 26-24, em solo russo, e o segundo por 25-20, este sábado. 

O Sporting, em 2009/10 e 2016/17, e o ABC, 2015/16, já ergueram o troféu, numa competição em que foram já finalistas vencidos os bracarenses, em 2004/05 e 2014/15, o Sporting da Horta, em 2005/06, e o Benfica, em 2010/11 e 2015/16. 

Depois de um empate em França (30-30), o FC Porto recebeu e venceu o St. Raphael por 34-30, no Dragão Caixa, garantindo assim passagem à Final Four da Taça EHF. 

 Nunca uma equipa portuguesa havia chegado a esta fase da competição de que, em 2012/13, a prova passou a ser disputada com sistema de grupos e em final concentrada. 

 António Areia, com 8 golos e Miguel Martins, com 7, foram os principais artilheiros dos dragões. 

 Na Final Four estão também os dinamarqueses do Holstebro, os alemães do Kiel, faltando apurar o vencedor da eliminatória entre Hannover e Fuchse Berlin.

Fonte: porto.pt

 A final-four da Taça EHF está agendada para Kiel, na Alemanha, nos dias 17 e 18 de maio. 

 


Entre na discussão


Quem somos

É com Fair Play que pretendemos trazer uma diversificada panóplia de assuntos e temas. A análise ao detalhe que definiu o jogo; a perspectiva histórica que faz sentido enquadrar; a equipa que tacticamente tem subjugado os seus concorrentes; a individualidade que teima em não deixar de brilhar – é tudo disso que é feito o Fair Play. Que o leitor poderá e deverá não só ler e acompanhar, mas dele participar, através do comentário, fomentando, assim, ainda mais o debate e a partilha.


CONTACTE-NOS



newsletter