Olhos postos na nova época

João de MatosJunho 27, 20193min0

Olhos postos na nova época

João de MatosJunho 27, 20193min0
Mudanças na equipa de andebol do Sporting.
Overview
Mudanças na equipa de andebol do Sporting.
0%
Summary

Mudanças na equipa de andebol do Sporting.

Overall score 0%
0 min100

O Sporting Clube de Portugal, apresentou Thierry Anti como novo timoneiro da equipa de andebol. Aos 60 anos de idade, o francês assume a sua primeira experiência fora do país natal. Chega do Nantes, onde trabalhou nas últimas 10 temporadas, e vai iniciar funções a 1 de agosto. De recordar, que Thierry Anti, já conquistou uma Taça de França, uma Taça da Liga, uma Super Taça francesa e foi a duas finais europeias (Liga dos Campeões e Taça EHF).

Em declarações ao jornal do clube, Anti expressou o seu desejo de ser bem sucedido na equipa dos leões: “Estou muito orgulhoso por chegar a um grande clube. O Sporting tem muita história. Como primeira experiência profissional no estrangeiro, é muito bom”, explicou o sucessor de Hugo Canela, antes de apontar aos objetivos de 2019/20: “O mais importante é ganhar porque somos uma equipa profissional, mas o andebol precisa de ser um espectáculo. Por isso, queremos ganhar com um jogo atrativo. Vou fazer tudo o que puder para isso.”

Fonte: ouest-france.fr

Outra mudança na equipa de Alvalade, Carlos Carneiro, com 37 anos e 173 internacionalizações, está também na porta de saída do Pavilhão João Rocha, num volte-face inesperado, tendo o central sido chamado a uma reunião com o novo diretor da secção, José António Guimarães, em que lhe foi apresentado o cenário de dispensa. O francês Thierry Anti, pretende outro tipo de atleta, não contando com Carneiro. Isto depois de, a 17 de abril, o clube ter anunciado oficialmente a renovação por mais duas temporadas.

Fonte: fpa.pt

A Pedro Solha e Bosko Bjelanovic, dois dos atletas que tinham mais anos de casa, também não foi proposta a renovação, tendo deixado os verdes e brancos, e os também o internacional brasileiro Fábio Chiuffa e Cláudio Pedroso foram dispensados.

A ideia do treinador francês passa pela aposta na formação e em jogadores jovens, aposta essa que já se encontrava a ser feita por Hugo Canela, com apostas em Luís Frade e Manuel Gaspar. Complementando a maioria do plantel com jogadores muito experientes como Tiago Rocha, Carlos Ruesga e Frankis Carol, absolutamente insubstituíveis no 7 da equipa.

De assinalar um novo momento histórico para o andebol em Portugal. Pela primeira vez, duas equipas lusas vão disputar a mesma edição da Liga dos Campeões, neste caso FC Porto – campeão nacional em título e Sporting Clube de Portugal.

Os dois clubes foram anunciados pela EHF como estando entre os 28 participantes na edição 2019/20 da competição. Os dragões ficarão colocados no grupos A ou B e os leões nos grupos C ou D.

Na última época, o Sporting foi o único representante português na Champions e tombou nos oitavos de final, diante do Vezprém, que foi finalista da competição. Já o FC Porto atingiu o melhor resultado de sempre na Taça EHF, ao terminar no terceiro lugar.

De salientar ainda que a Seleção Nacional garantiu o apuramento para o Europeu de 2020, regressando às grandes provas internacionais após um hiato de 14 anos.

 

 


Entre na discussão


Quem somos

É com Fair Play que pretendemos trazer uma diversificada panóplia de assuntos e temas. A análise ao detalhe que definiu o jogo; a perspectiva histórica que faz sentido enquadrar; a equipa que tacticamente tem subjugado os seus concorrentes; a individualidade que teima em não deixar de brilhar – é tudo disso que é feito o Fair Play. Que o leitor poderá e deverá não só ler e acompanhar, mas dele participar, através do comentário, fomentando, assim, ainda mais o debate e a partilha.


CONTACTE-NOS



newsletter