Recordar o GD Estoril Praia “europeu” de 2012/2013

José NascimentoMarço 16, 20204min1

Recordar o GD Estoril Praia “europeu” de 2012/2013

José NascimentoMarço 16, 20204min1
Já passaram quase 8 anos da façanha produzida pelo GD Estoril, que acabado de subir à Liga NOS conquistou um lugar nas competições europeias. Ainda te recordas quem eram os principais nomes dessa equipa?

 Os amantes de futebol certamente se recordam do GD Estoril Praia da época de 2012/2013 onde, sobre a tutela de Marco Silva alcançaram um magnifico 5º lugar. De que nomes se recorda? Neste artigo vamos tentar refrescar-lhe a memória com as pérolas que o António Coimbra da Mota viu brilhar no ano em que a equipa regressou à primeira divisão sob o comando de Marco Silva.

Em primeiro lugar, é importante referir que a época em questão marcava o regresso do clube ao principal escalão do futebol português, após terminarem em 1º lugar da 2ª liga. No espaço de um ano o GD Estoril Praia passou da 2ª liga para um lugar que permitiu a qualificação para a Liga Europa. O principal responsável? Marco Silva.

Após terminar a carreira como jogador no Estoril Praia no fim da época de 2010/2011 onde atuava como lateral direito, assumiu o cargo de diretor desportivo do Estoril na época seguinte. O treinador que iniciou essa época de 2011/2012 foi o Brasileiro Vinícius Eutrópio, que ao fim da 5ª jornada acabou por ser despedido.

Assim, ao fim da 6ª jornada Marco Silva abandonou o cargo de diretor desportivo e assumiu o cargo de treinador. Conseguiu assim terminar essa época em 1º lugar, alcançando a consequente promoção à 1º Liga Portuguesa. Terminou a época com 57 pontos ao longo de 30 jogos, onde o Estoril sofreu apenas 5 derrotas, sendo uma delas sob o comando do treinador anterior Vinícius Eutrópio.

Na época seguinte, viu reforçado o seu plantel com 22 contratações, sendo a tripla Jefferson, Evandro e Carlos Eduardo (provenientes do Desportivo Brasil) a que teve um maior impacto. Não nos podemos esquecer do potente Luís Leal (reforço vindo do UD Leiria) que acabou por ser o 2º melhor marcador da equipa com 10 golos. Por último, menção para o experiente Carlitos (veio a custo zero do Hannover 96).

O Estoril terminou a época 2012/2013 em 5º lugar com 45 pontos, pontuação que lhe permitiu ficar à frente de Sporting, Rio Ave, Nacional e Vitória Sport Club. Na memória de muitos ainda estará certamente o empate 1-1 no Estádio da Luz, que custou às águias o campeonato.

Desta equipa destacavam-se ainda, juntamente com os mencionados acima, alguns jogadores fundamentais nesta campanha estorilista, tais como:

Vágner: Guarda Redes dos canarinhos protagonizou uma época de excelente nível e foi uma muralha na qual os avançados esbarravam muitas das vezes que alvejavam a baliza dos canarinhos.

Steven Vitória: Central Luso-Canadiano que acabou por ser o melhor marcador da equipa “canarinha” onde apontou 13 golos em 30 presenças. Esta época de excelente nível valeu-lhe uma transferência para o Sport Lisboa e Benfica pela verba de 2,2 milhões de euros.

Jefferson Nascimento: Lateral Esquerdo que ao longo dos 30 jogos realizados pelo Estoril se destacou pela qualidade do seu pé esquerdo. Pé esquerdo que valeu ao Estoril muitas assistências e até golos (foram 5). A sua época de estreia valeu-lhe um salto na carreira, pois na época seguinte foi contratado pelo Sporting Clube de Portugal por 800.000€.

Carlos Eduardo: Médio Ofensivo que pautava o jogo ofensivo do Estoril, possuindo uma qualidade de passe acima da média, um diamante que Marco Silva soube polir da maneira correta. Foi mais um jogador desta equipa “canarinha” que se juntou a um grande do futebol português, neste caso o FC Porto por 500.00€.

Evandro: O médio box-to-box que foi o motor do meio-campo do Estoril. A versatilidade deste jogador foi umas das características que saltaram mais à vista nas 2 épocas que esteve no Estoril. Foi um dos jogadores que mais agradou a Marco Silva, pois na segunda metade da época de 2016/2017 foi contratado pelo mesmo, mas desta feita no Hull City, para ajudá-lo na luta pela manutenção na Premier League. Evandro, junta-se assim ao grupo de jogadores do Estoril que foi vendido aos grandes do futebol português. Foi para o FC Porto no ínicio da época 2014/2015 por 2,35 milhões de euros, sendo esta, a segunda maior transferência da história do Estoril.

Licá: Se calhar a figura mais importante do Estoril. Foi nesta época que pegou destaque pela sua velocidade, capacidade técnica e também pela capacidade de finalização que lhe valeu 6 golos e mais de meia dúzia de assistências. É assim, mais uma figura do Estoril a juntar-se a um grande do futebol português, foi para o FC Porto por 2,5M€.

Da época 2012/2013 do Estoril, é importante realçar a qualidade do futebol praticado pelo clube da linha, feito que tem de ser atribuído a Marco Silva. A evolução impressionante dos jogadores que a muito se deve também ao jovem técnico, algo que foi comprovado pelas transferências desses mesmos jogadores para os “grandes” do futebol português. Será possível voltar a assistir no António Coimbra da Mota a uma noite Europeia? Poderá Marco Silva voltar ao futebol português para um “relançar” da sua carreira? Haverá alguma equipa que acabada de ser promovida alcance a Europa? São perguntas que só o futuro nos irá responder…


One comment

  • Afonso Carrilho

    Março 17, 2020 at 7:14 pm

    Muito bem escrito! Parabéns ao autor.

    Reply

Entre na discussão


Quem somos

É com Fair Play que pretendemos trazer uma diversificada panóplia de assuntos e temas. A análise ao detalhe que definiu o jogo; a perspectiva histórica que faz sentido enquadrar; a equipa que tacticamente tem subjugado os seus concorrentes; a individualidade que teima em não deixar de brilhar – é tudo disso que é feito o Fair Play. Que o leitor poderá e deverá não só ler e acompanhar, mas dele participar, através do comentário, fomentando, assim, ainda mais o debate e a partilha.


CONTACTE-NOS



newsletter