Premier League 22/23: quem vai lutar pelo título, Europa e despromoção?

Fair PlayAgosto 6, 20225min0

Premier League 22/23: quem vai lutar pelo título, Europa e despromoção?

Fair PlayAgosto 6, 20225min0
A Premier League 2022/2023 deu o pontapé de arranque nesta sexta-feira, e Gonçalo Melo lança os dados de quem vai lutar pelo quê nesta temporada

Artigo de Gonçalo Melo sobre a Premier League com uma antevisão das três principais lutas da temporada

Começou ontem, dia 5 de Agosto, a mais empolgante e atrativa liga de clubes do universo futebolístico, a Premier League! Depois de uma luta titânica entre Manchester City e Liverpool até à última jornada na temporada transata, a nova temporada promete não ficar atrás, e toda a emoção pode ser acompanhada na ELEVEN Sports.

A corrida pelo título

Manchester City

Os citizens, campeões em título, são naturalmente os candidatos nº1 ao título. O plantel sofreu poucas alterações, sendo de registar as saídas, Raheem Sterling e Gabriel Jesus. O primeiro foi perdendo algum protagonismo ao longo da última época, o segundo nunca foi um indiscutível para Guardiola.

Em sentido inverso, chegaram dois homens golo. Erling Haaland e Julián Alvaréz, ambos jovens goleadores que chegam para a posição 9, que nos últimos anos tem sentido falta de um verdadeiro dono, sobretudo desde que Agüero começou a render menos.

Liverpool

Os grandes rivais do Man City nos últimos anos, os Reds de Jürgen Klopp prometem mais uma época a lutar por todos os títulos até ao fim. Os segundos classificados da temporada passada perderam uma das suas figuras de proa das últimas épocas, Sadio Mané, que decidiu procurar novos desafios na Bundesliga ao serviço do colosso Bayern Munique.

Em sentido inverso, chegou o nosso bem conhecido Darwin Nuñez, contratado ao Benfica por expressivos 75 milhões de euros, aos quais podem somar-se mais 25 mediante o uruguaio cumpra determinados objetivos.

Chelsea

Um verão atribulado para os lados de Londres, com os Blues a perderem dois centrais, Rudiger e Christensen (os dois a custo zero).

Ainda assim, a turma de Thomas Tuchel já garantiu a contratação de Kalidou Koulibaly, e depois de perder Koundé para o Barça e de ver Kimpembe preferir ficar no PSG, promete não descansar até garantir outro central (Wesley Fofana do Leicester parece ser o novo alvo, mas o Leicester pede 80 milhoes de euros, valor semelhante ao que o Leipzing pede por Gvardiol).

No ataque, Tuchel viu chegar Raheem Sterling, que tem tudo para ser um reforço bomba (tem números incríveis ao serviço do Man City, e pode acrescentar como falso 9 ou a partir das alas), sendo que se se confirmar a saída de Timo Werner, deve chegar outro ponta de lança para se juntar ao jovem Armando Broja.

Luta pela Champions

Será provavelmente uma das mais acesas lutas desta edição da Premier League, portanto a ELEVEN Sports terá incerteza e emoção até Junho. Os gigantes de Londres, Tottenham e Arsenal têm investido bastante e com mais critério que em anos anteriores.

Os spurs terão Antonio Conte no banco pela primeira vez desde o início da época, ele que este ano viu chegar nomes como Richarlison, Yves Bissouma, ou Clément Lenglet, e mantém a sua grande figura, o goleador Harry Kane.

Os gunners parecem querer voltar à Champions depois de alguns anos de ausência, garantindo para isso, até agora, nomes como Zinchenko e Gabriel Jesus, ambos vindos do Man City. Fábio Vieira foi outro dos reforços da turma de Mikel Arteta, sendo muito provável que ainda chegue mais um médio para se juntar a Thomas Partey, Granit Xhaka e Sambi Lokonga.

O Manchester United mudou de técnico, pelo que se apresenta, de certa forma, como uma incógnita. Não chegou ainda nenhum reforço bomba, como seria de esperar. No entanto, Christian Eriksen e Tyrell Malacia chegaram para colocar em sentido Bruno Fernandes e Luke Shaw.

A juntar a isto, toda a situação com Cristiano Ronaldo coloca uma nuvem de incerteza no que será o início de época dos Red Devils, o que pode comprometer as aspirações e objetivos da temporada.

West Ham e Leicester, pela valia dos seus planteis, podem intrometer-se nesta luta e almejar uma presença na Champions em 23/24.

Luta pela manutenção

As 3 equipas recém-promovidas à Premier League têm de ser obrigatoriamente colocadas como prováveis pertencentes a esta luta titânica, pois nos últimos anos tem sido recorrente vermos grandes dificuldades em várias equipas na mudança da segunda para a primeira divisão inglesa.

O Fulham de Marco Silva tem tentado reforçar a equipa, tendo visto chegar nomes como João Palhinha, Kevin Mbabu, Bernd Leno ou Andreas Pereira, no entanto, ainda parece bastante atrás de equipas como o Brighton ou Brentford.

O histórico Nottingham Forest está de regresso ao grande circo, mas mesmo depois das chegadas de Jesse Lingard, Taiwo Awoniyi, Orel Mangala ou Moussa Niakhaté, o plantel ainda parece curto para se manter na Premier League.

Já o Bournemouth, mantem praticamente a mesma estrutura que tinha na época passada no Championship, pelo que se perfila como o grande candidato a descer de divisão, em teoria e nas casas de apostas. A turma orientada por Scott Parker apresenta apenas 3 reforços para a nova época, todos eles sem grande impacto mediático. São eles Ryan Fredericks, Joe Rothwell e Marcus Tavernier.

O Brentford e o Brighton, por estarem menos ativos no mercado do que outras equipas, também se perfilam como candidatos a lutar pela sobrevivência.

No entanto, como temos visto nos últimos anos (o Everton foi exemplo disso a época passada), qualquer equipa, histórica ou não, com o mínimo desleixo ou descuido, pode ver-se numa situação delicada e cair no competitivo Championship, de onde muitas vezes é difícil regressar.

A Premier League já está em campo com a ELEVEN Sports. Acompanha-a connosco.


Entre na discussão


Quem somos

É com Fair Play que pretendemos trazer uma diversificada panóplia de assuntos e temas. A análise ao detalhe que definiu o jogo; a perspectiva histórica que faz sentido enquadrar; a equipa que tacticamente tem subjugado os seus concorrentes; a individualidade que teima em não deixar de brilhar – é tudo disso que é feito o Fair Play. Que o leitor poderá e deverá não só ler e acompanhar, mas dele participar, através do comentário, fomentando, assim, ainda mais o debate e a partilha.


CONTACTE-NOS



newsletter