Será Piatek o novo menino de ouro em Milão?

José Nuno QueirósFevereiro 8, 20193min0

Será Piatek o novo menino de ouro em Milão?

José Nuno QueirósFevereiro 8, 20193min0
Com um final de ano de 2018 estrondoso, o ponta de lança polaco que integrou a equipa do ano em Itália do Fairplay acaba de chegar ao AC Milan, mas qual foi o percurso e quais as valências deste jovem jogador?

Piatek apareceu de rompante na Serie A e tem desviado para ele alguns dos holofotes no país transalpino.

Com 14 golos na Serie A, Piatek está a competir com Cristiano Ronaldo pelo prémio de melhor marcador na Serie A. Com 14 golos já apontados o avançado do AC Milan (transferido do Génova neste mercado de Inverno por 35M de euros), tem se revelado como um dos mais promissores avançados do futebol mundial.

Com grande mobilidade e qualidade técnica, o polaco é um temível finalizador, que parece reunir aos 23 anos todas as características que vimos nos mais temíveis avançados da história. Rápido, forte no jogo aérea e com qualidade técnica acima da média, Piatek conseguiu marcar 3 golos nos primeiros 3 remates que fez à baliza com a camisola do AC Milan. Seria possível pedir melhor arranque?

Em apenas meio ano no Génova conseguiu fazer o que poucos fizeram. 4 golos num jogo (Fonte: BeSoccer)

Começou a carreira em clubes de baixo relevo na Polónia e teve que se superar a si próprio para ganhar o seu espaço, mas nunca conseguiu atingir os principais clubes do seu país, tendo o Cracóvia sido a sua última equipa no país natal, mas também a equipa que despertou o interesse do Génova, que quebrou com o seu recorde de transferências para contar com o polaco na sua equipa no verão de 2018.

Se até aqui a carreira de Piatek parece a carreira de um jogador normal, é precisamente na última metade de 2018 que a vida deste jogador iria sofrer uma volta de 180º.

Com um início completamente demolidor Piatek começou a faturar de todas as maneiras no Génova e conseguiu liderar durante várias jornadas a lista de melhores marcadores da Serie A, tendo sido ultrapassado apenas por… Cristiano Ronaldo.

O jogador que Piatek idolatrou e do qual vestia a camisola dos tempos do Manchester United é neste momento o seu maior rival na luta por um dos prémios mais desejados para os avançados.

A jogar no Génova seria de esperar que Piatek viesse a baixar os números apresentados, visto que a equipa não luta pelos lugares cimeiros da tabela, no entanto, o polaco não deu sinais de quebra e com a ida para o Milan não seria de estranhar uma subida nestes números. E que o diga o Nápoles que foi afastado da Taça de Itália por um endiabrado Piatek.

Piatek festeja depois de mais um golo ao Nápoles (Fonte: Goal.com)

Toda esta excitação levou ainda a que fosse chamado para a seleção polaca onde já leva 23 internacionalizações, mas apenas 2 golos marcados. Apesar de tudo, Piatek foi o primeiro jogador a conseguir “penetrar” na dupla Lewandowski e Milik de forma eficiente e ao que tudo indica vai continuar a ocupar essa posição durante muito tempo.

A continuar com esta forma o Milan começará a ser pequeno para tantos golos e os maiores clubes da Europa vão seguramente querer segurar o avançado o mais rapidamente possível, vendo o AC Milan com bons olhos aquilo que pode ser uma transferência histórica para o clube.


Entre na discussão


Quem somos

É com Fair Play que pretendemos trazer uma diversificada panóplia de assuntos e temas. A análise ao detalhe que definiu o jogo; a perspectiva histórica que faz sentido enquadrar; a equipa que tacticamente tem subjugado os seus concorrentes; a individualidade que teima em não deixar de brilhar – é tudo disso que é feito o Fair Play. Que o leitor poderá e deverá não só ler e acompanhar, mas dele participar, através do comentário, fomentando, assim, ainda mais o debate e a partilha.


CONTACTE-NOS



newsletter