Reading FC: um sérvio à procura do êxito em Inglaterra

Pedro SousaNovembro 19, 20205min0

Reading FC: um sérvio à procura do êxito em Inglaterra

Pedro SousaNovembro 19, 20205min0
O Reading FC começou muito bem a época no Championship e promete voltar à Premier League ao comando de Veljko Paunovic. O Pedro Sousa do Bola na Relva explica tudo aqui!

Pedro Sousa é autor do projeto Bola na Relva e colaborador do Fair Play!


São apenas 11jornadas disputadas no Championship, mas há uma equipa líder e focada no primeiro lugar. O Reading FC tem um ponto de vantagem sobre o segundo classificado e prevê-se que pode ser uma boa época para os comandados de Veljko Paunović. É ainda prematuro falar em candidatos para subir, tendo em conta que o segundo escalão do futebol inglês é considerado a liga mais competitiva do mundo.

Veljko Paunović: da MLS até às Terras de Sua Majestade

O técnico sérvio de 43 anos está a dar os primeiros passos como treinador. Contudo, já se pode gabar de conquistar um Mundial e um Europeu pelo seu país. Paunović foi o homem que comandou a seleção de Sub-19 da Sérvia ao título europeu, em 2013, e, no ano seguinte, venceu o Mundial Sub-20, com praticamente a mesma geração de jogadores. Após essas duas conquistas históricas, teve a primeira aventura como treinador a tempo inteiro. O Chicago Fire ofereceu-lhe um contrato de trabalho e permaneceu quatro temporadas, antes de assumir os destinos de do Reading FC.

Para este cargo em Inglaterra, Paunović quer melhorar o 14º lugar da temporada anterior e espreitar uma janela de oportunidade para subir de divisão. Para já, o trabalho desenvolvido tem sido bom, com a equipa apenas a claudicar na Taça da Liga Inglesa.

Liam Moore é um dos pilares da equipa (Foto: Reading FC)

Um misto de experiência e irreverência à procura da Premier League

Cada vez mais, a aposta da formação tem sido colocada na agenda de todos os treinadores. Fazer render o talento produzido dentro de portas (desportivamente e financeiramente), em alguns casos, é algo obrigatório. Contudo, há campeonatos onde é preciso mais do a juventude e irreverência que um jovem jogador traz. A experiência é algo crucial para se enfrentar campeonatos exigentes e muito competitivos. Agora, quando se consegue conciliar a experiência e a juventude, obtém-se a conjugação perfeita.

Neste caso do Reading FC, Paunović está a tentar aliar esses dois fatores importantes porque, como já referi, o Championship é apelidado como o campeonato mais competitivo. Por isso, para esta época, há muito talento jovem, mas atletas que conhecem a realidade inglesa. Isto analisando o onze base utilizado neste início de ano desportivo.

Podemos começar pela baliza. Rafael Cabral é o guarda-redes de 30 anos que está na segunda época no clube. Internacional canarinho em três ocasiões está na fase de maturação e é importante ter um guardião que conhece bem o jogo.

À frente de Rafael está um quarteto defensivo com dois centrais conhecedores do futebol inglês secundário e dois laterais jovens e com grande margem de progressão. Michael Morrison (32 anos) e Liam Moore (27 anos) já estão nos escalões secundários há muito tempo e dão a consistência perfeita. Morrison é o tradicional defesa inglês, forte fisicamente, e Moore, que vai na quinta época consecutiva no Reading FC, é o companheiro ideal.

Nas laterias, do lado direito, está Tom Holmes de 20 anos, mas acredito que a curto prazo Tomás Esteves, jogador emprestado pelo FC Porto, assuma o lugar no onze. Do lado posto, está uma das maiores promessas do clube. Omar Richards tem 22 anos e é um produto formado nas camadas jovens do emblema inglês.

Tomás Esteves pode afirmar-se como titular da equipa (Foto: Reagin FC)

No centro do terreno, aparece uma dupla que dá consistência defensiva e deixa os homens do ataque mais descansados. Andy Rinomhota (23 anos) e Josh Laurent (25 anos) são jovens, mas estão a entrar na fase de maturação. Juntos formam uma dupla forte e robusta à frente da defesa e Rinomhota é formado no Reading FC.

Na frente de ataque, aparece a juventude e a irreverência. Ovie Ejaria é um talento formado no Liverpool FC e vai para a terceira época no clube do centro de Inglaterra. Tem 22 anos, é campeão do mundo de Sub-20 e é um jogador com muita técnica e passada larga. Nas alas, estão os jogadores mais técnicos da equipa. De um lado está Yakou Meité, que é um produto formado nas escolas do Paris Saint-Germain. Possante e veloz, o internacional pela Costa do Marfim dá força ao flanco direito do ataque.

Já no lado esquerdo está a grande esperança do Reading FC. Michael Olise é um menino de 18 anos e já vai na segunda época na formação sénior. Na temporada passada fez 23 jogos. Este ano, leva 7 partidas e um golo. A ponta de lança, o Reading FC tem tido um Lucas João inspirado. O internacional português tem seis jogos oficiais e seis golos apontados. Tem apenas 27 anos, mas já tem muita experiência no futebol inglês, tendo estado em de Sua Majestade desde 2015.


Entre na discussão


Quem somos

É com Fair Play que pretendemos trazer uma diversificada panóplia de assuntos e temas. A análise ao detalhe que definiu o jogo; a perspectiva histórica que faz sentido enquadrar; a equipa que tacticamente tem subjugado os seus concorrentes; a individualidade que teima em não deixar de brilhar – é tudo disso que é feito o Fair Play. Que o leitor poderá e deverá não só ler e acompanhar, mas dele participar, através do comentário, fomentando, assim, ainda mais o debate e a partilha.


CONTACTE-NOS



newsletter