Reforços ou não? Quem poderá rumar ao reino do Leão?

José Nuno QueirósJunho 26, 20215min0

Reforços ou não? Quem poderá rumar ao reino do Leão?

José Nuno QueirósJunho 26, 20215min0
O Sporting está atento ao mercado e quer reforçar o plantel para atacar a Liga dos Campeões. Há 4 reforços muito falados. Serão eles o ideal?

O Sporting está no mercado para encontrar reforços para a equipa naquela que se espera que venha a ser uma campanha difícil para os lados de Alvalade, nomeadamente pela presença na Liga dos Campeões. Muitos nomes tem sido falados, mas há 4 que tem vindo a ser apontados como prioritários, para lá da tentativa de contar com João Mário a título definitivo.

Vamos então a uma análise mais profunda aos 4 nomes.

Manuel Ugarte (FC Famalicão)

Ugarte é a chave para o meio-campo leonino, independentemente da permanência ou não de João Mário. O jogador da equipa minhota tão depressa atua a trinco como a número 8 (onde parece extrair o máximo das suas qualidades), sendo perfeito para o sistema de Rúben Amorim. Foi inclusive um dos destaques da época para o Fairplay!

Com a tentativa de contar com João Palhinha e João Mário, Ugarte encaixaria muito bem nas alternativas da equipa, uma vez que têm uma enorme qualidade de passe, inteligência tática e uma força e agressividade que são do agrado de Amorim. Com a provável saída de Matheus Nunes e um Daniel Bragança de tração mais à frente, Ugarte iria compor bem o meio-campo leonino.

Terá no preço o seu maior handicap, visto que já é considerado como um dos maiores produtos da sua idade e o Famalicão quererá aproveitar-se disso mesmo. Ainda assim, de todos os reforços, este parece ser o mais prioritário.

Chegar e Vencer! Ugarte só precisou de uma época para abanar o mercado. (Fonte: A Bola)

Ricardo Esgaio (SC Braga)

Ricardo Esgaio é o jogador que menos precisaria de se adaptar. Formado em Alvalade está completamente por dentro do clube, foi treinado por Rúben Amorim e domina o seu esquema tático, bem como métodos de trabalho, está mais que familiarizado com o nosso campeonato e já é um dos principais alas/defesas direitos da Liga.

Numa época desgastante do ponto de vista físico parece claro que Amorim pretende contar com 2 alas para cada lado, de valia muito elevada, e não por ter dois suplentes como Antunes e João Pereira, uma vez que o número e dificuldade dos jogos vai aumentar.

Poderia a ideia causar problemas a Esgaio porque ia rivalizar com Pedro Porro, ficando dois enormes jogadores (apesar de Porro parecer estar uns furos acima) a lutar por uma mesma posição, podendo Esgaio cair para suplente e abdicar da tranquilidade e estatuto que conquistou no Minho.

A dificultar estará com certeza o preço, uma vez que apesar de os leões poderem deduzir 20% do valor, é um dos principais ativos bracarenses e Salvador não abdicará disso mesmo.

Seguirá Esgaio o mesmo caminho que Paulinho e reencontrar-se com Amorim? (Fonte: Notícias ao minuto)

Rúben Vinagre (Wolverhampton)

Nuno Medes sai ou fica? Esta é claramente a maior dúvida por estes dias para os adeptos leoninos. No entanto parece que independentemente da resposta, Rúben Vinagre é para avançar e ser um dos reforços!

O lateral que esteve cedido ao Famalicão e Olympiakos na época passada, é o desejo de Amorim que mais uma vez prefere jogadores já adaptados ao futebol português.

Com uma boa chegada à frente e qualidade para cruzar e definir no último terço, seria um claro upgrade a Antunes e até mesmo a Matheus Reis (apesar de este parecer cada vez mais solução para central).

Resta saber se o Wolves quererá contar com ele, nomeadamente o novo técnico Bruno Lage, e se o Rúben será uma solução para substituir Nuno Mendes, ou apenas, ser a sua primeira alternativa.

reforços
Rúben Vinagre virá para substituir ou complementar Nuno Mendes? (Fonte: A Bola)

Marcus Edwards (Vitória Sport Club)

Uma novela que já vem da época passada, mas que continua neste defeso. Sem ter conseguido manter o nível que teve na sua primeira época em Guimarães, Edwards continua a ser um dos melhores desequilibradores do nosso campeonato, parecendo pecar apenas no foco e atenção com que vive os 90 minutos em campo.

Por isto poderia ter dificuldades em assumir-se na equipa leonina, onde Pote e Nuno Santos parecem partir à frente, mas seria um “abre-latas” que poderia agitar com o jogo da equipa, tal como Tabata e Jovane (que poderá estar de saída) foram nesta temporada. Não têm o “golo” de Jovane, mas se mostrar as qualidades que já vimos ter de forma consistente seria sem dúvida uma grande contratação.

O jogador continua sob o olhar atento do Tottenham que tem facilidade no seu resgate, mas isso não deverá ser entrave ao negócio.

reforços
Marcus Edwards estará preparado para dar o salto? (Fonte: A Bola)

E o leitor, qual destes reforços gostava de ver no Sporting?


Entre na discussão


Quem somos

É com Fair Play que pretendemos trazer uma diversificada panóplia de assuntos e temas. A análise ao detalhe que definiu o jogo; a perspectiva histórica que faz sentido enquadrar; a equipa que tacticamente tem subjugado os seus concorrentes; a individualidade que teima em não deixar de brilhar – é tudo disso que é feito o Fair Play. Que o leitor poderá e deverá não só ler e acompanhar, mas dele participar, através do comentário, fomentando, assim, ainda mais o debate e a partilha.


CONTACTE-NOS



newsletter