Reformar Para Evoluir Com Qualidade

Francisco da SilvaJulho 18, 20214min0

Reformar Para Evoluir Com Qualidade

Francisco da SilvaJulho 18, 20214min0
Após a pior época de sempre do FC Porto B, os responsáveis azuis e brancos parecem estar empenhados em reforçar com qualidade o plantel.

A inenarrável performance da equipa B do FC Porto em 2020/2021 parece finalmente ter despertado os responsáveis azuis e brancos para a necessidade de formar um plantel competitivo e com potencial de crescimento.

Após sucessivas épocas a contratar inúmeros jogadores completamente desconhecidos que atuavam em divisões secundárias, o emblema azul e branco parece apostado em adicionar ao seu plantel jovens elementos com elevado potencial de crescimento e que, pelas mais variadíssimas razões, ainda não explodiram no futebol profissional.

O primeiro reforço de craveira a chegar à formação secundária do FC Porto foi Sebastian Soto, um avançado móvel, forte nos apoios e com uma boa relação com o golo. O ponta de lança americano-chileno chega por empréstimo com opção de compra do Norwich City, 2 anos após ter sido o 2º melhor marcador do Mundial de Sub-20 de 2019 com 4 tentos. A frente de ataque portista foi igualmente reforçada com a adição de mais 2 elementos criativos e virtuosos, Giorgi Abuashvili e João Peglow. O médio ofensivo de 18 anos é uma das maiores promessas futebolísticas da Geórgia e traz consigo uma qualidade técnica muito acima da média, uma meia distância temerária e uma inteligência com a bola decisiva. Já o extremo esquerdo brasileiro, emprestado pelo Internacional de Porto Alegre, foi campeão do mundo Sub-17 em 2019 mas tarda em justificar todas as expectativas criadas à sua volta. Dono de um drible estonteante e de uma velocidade alucinante, João Peglow tem tudo para ser um dos elementos mais decisivos do FC Porto B e mostrar na Europa o todo potencial que lhe antecipam.

Outro setor que necessitava urgentemente de reforços era a defesa azul e branca, especialmente após ter sido a 2ª pior defesa do segundo escalão do futebol português em 2020/2021. Para o eixo defensivo chegou Romain Correia, campeão europeu de Sub-19 em 2018, vindo do Vitória Sport Clube. O luso-francês é um central rápido, intenso, possante e inteligente taticamente, nesse sentido, associa todos os ingredientes necessários para comandar a muralha portista. Também oriundo de Guimarães aparcou na Invicta João Mendes. O português de 21 anos é um lateral esquerdo moderno que ataca bem mas é igualmente competente no momento defensivo, assim sendo, face à ausência de canhotos no plantel do FC Porto B, João Mendes será dono e senhor da ala esquerda azul e branca. Outra aquisição que deverá ser oficializada em breve é a de Léo Borges. O defesa brasileiro, emprestado pelo Internacional de Porto Alegre, tanto pode atuar a lateral esquerdo como a central, pelo que será um elemento importante caso António Folha opte por um sistema de 3 ou 4 defesas.

Contrariamente ao que se viu em temporadas transatas, o FC Porto B parece finalmente ter encontrado uma estratégia para suportar o crescimento dos seus talentos locais. Até ao fecho do mercado, ainda muito pode acontecer no reino do Dragão, mas para já o parecer é positivo.


Entre na discussão


Quem somos

É com Fair Play que pretendemos trazer uma diversificada panóplia de assuntos e temas. A análise ao detalhe que definiu o jogo; a perspectiva histórica que faz sentido enquadrar; a equipa que tacticamente tem subjugado os seus concorrentes; a individualidade que teima em não deixar de brilhar – é tudo disso que é feito o Fair Play. Que o leitor poderá e deverá não só ler e acompanhar, mas dele participar, através do comentário, fomentando, assim, ainda mais o debate e a partilha.


CONTACTE-NOS



newsletter