Gil Vicente ambicioso mas em busca da tranquilidade

José Nuno QueirósJulho 31, 20223min0

Gil Vicente ambicioso mas em busca da tranquilidade

José Nuno QueirósJulho 31, 20223min0
O Gil Vicente procura a afirmação enquanto equipa de primeira liga ao mesmo tempo que se mostra ambicioso na sua primeira campanha europeia.

Depois de ter sido a sensação da temporada passada o Gil Vicente prepara nova época com o aliciante de participar nas competições europeias pela primeira vez na sua história. Muitas mexidas no plantel e equipa técnica mas uma vontade inabalável de representar Barcelos da melhor forma nos palcos europeus e continuar a cimentar a posição do Gil Vicente como clube de primeira.

Estava prestes a arrancar a pre-época da equipa quando surgiu o primeiro grande golpe. Ricardo Soares recebia uma oferta irrecusável do Egipto e saia de Barcelos acarinhado por todos os Barcelenses mas a deixar um vazio difícil de preencher.

Ivo Vieira foi o escolhido, mantendo a estrutura a aposta em treinadores portugueses e que gostam de apresentar um futebol dinâmico e ofensivo.

Para atacar uma temporada inédita é bastante exigente o Gil preparou-se atacando forte o mercado para não só manter a qualidade como para aumentar a profundidade do plantel, uma vez que se adivinha uma época mais preenchida do que o habitual.

Na baliza há a destacar o regresso de Kritsyuk que tinha rumado ao Zenit no início da época transata mas regressa agora a Portugal para lutar por um lugar muito concorrido contra Frelih e Andrew que dividiram a titularidade na época passada.

Na defesa parece ter sido corrigido o défice que havia nos centrais com Rúben e Lucas a terem agr o apoio da jovem promessa do Benfica, Tiago Araújo que chega por empréstimo.

É nas laterais que irá estar a maior revolução nesta época uma vez que quer Talocha quer Zé Carlos já não constam do plantel gilista, tendo se mantido os suplentes Hackman e Henrique Gomes a que se juntam os reforços Lucas Barros e Carraça que devem ter fechado a defesa do Gil Vicente.

No meio campo a saída de Pedrinho foi um rude golpe, uma vez que se tratava de uma das estrelas da equipa, sendo que a boa notícia foi a contratação em definitivo de Fujimoto que se mantém no plantel assim como o médio defensivo Vitor Carvalho.

Pedro Tina acabou por ser o homem escolhido para substituir Pedrinho havendo ainda os bem conhecidos Matheus Bueno e Aburjania que deram muito boa conta do recado sempre que saíram do banco na época passada.

Sem Samuel Lino e Leautey que rumaram a outras paragens as a,as ficam entregues aos já conhecidos Bilel, Murilo e Boubacar juntando-se o espanhol Villodres e o antigo homem do atenderá, Boselli que também pode atuar na frente de ataque.

Navarro ainda é uma grande incógnita para a próxima época, uma vez que é grande a lista de interessados no goleador do Gil Vicente, mas a SAD já assegurou Alipour ao Marítimo, havendo também Santana que foi o crónico suplente em 2021/22.

Tomás Araújo é uma das caras novas do plantel gilista. (Fonte: Gil Vicente)

Entre na discussão


Quem somos

É com Fair Play que pretendemos trazer uma diversificada panóplia de assuntos e temas. A análise ao detalhe que definiu o jogo; a perspectiva histórica que faz sentido enquadrar; a equipa que tacticamente tem subjugado os seus concorrentes; a individualidade que teima em não deixar de brilhar – é tudo disso que é feito o Fair Play. Que o leitor poderá e deverá não só ler e acompanhar, mas dele participar, através do comentário, fomentando, assim, ainda mais o debate e a partilha.


CONTACTE-NOS



newsletter