Edmond Tapsoba: Defesa Central a causar furor na Liga NOS!

Gonçalo FariaNovembro 8, 20195min0

Edmond Tapsoba: Defesa Central a causar furor na Liga NOS!

Gonçalo FariaNovembro 8, 20195min0
O jovem Internacional pelo Burquina-Faso está a causar furor na Liga NOS. As excelentes exibições do defesa central do Vitória Sport Clube estão a chegar aos grandes clubes dos campeonatos europeus. Será que o jovem central recém-chegado à equipa principal, permanecerá por muito tempo no plantel dos Vimaranenses?

O jovem internacional pelo Burquina-Faso, Edmond Tapsoba, tem sido uma referência importante na equipa liderada pelo técnico português Ivo Vieira. O atleta chegou aos Vimaranenses na época de 2017/2018 proveniente das camadas jovens do Leixões, e representou a equipa B do Vitória de maneira que alinhou em trinta jogos, apontado assim, sete golos e uma assistência. O jogador que alinha na posição de defesa central, chamou a atenção pelas excelentes exibições e devido á saída de Yordan Osorio e João Afonso entrou nas contas do atual treinador.

O recém-chegado à equipa principal dos Vitorianos, joga preferencialmente com o pé direito, e de acordo com as características que detém encaixa no esquema tático do técnico. Deste modo, já existem rumores que pode não ficar no clube por muito tempo devido ao seu potencial, por consequente, tornou-se num curto espaço de tempo um titular indiscutível da equipa da cidade do Berço. Além disso, no recente mês de setembro, Tapsoba foi eleito o 2º melhor defesa do mês da liga NOS.

De acordo com as ideias do técnico, a formação não atua sistematicamente num esquema tático fixo, variando assim entre um 4x3x3 e 4x2x3x1, tendo por isso, os parceiros do jovem variado entre Pedro Henrique e Valerii Bondarenko, não obstante, o jogador disputou oito jogos na Liga NOS, bem como, dez jogos para a Europa League e ainda um encontro quer na Taça de Portugal quer na Taça da Liga.

Edmond Tapsoba
Foto: bolanarede.pt

Mas afinal, quais as características de Tapsoba?

O jovem defesa central possuí características técnicas e fisiológicas ideais para posição que ocupa, tendo por isso, obtido desempenhos de grande qualidade. Primeiramente, o atleta de 1,90 m usufrui de uma capacidade e robustez física excelente, e inerente a essa característica acarreta uma grande habilidade técnica, não só na força que detém, mas também na sua agilidade.  De igual forma, concilia a sua velocidade e resistência à pressão juntamente com a inteligência na leitura dos lances e dos passes realizados no decorrer dos jogos.

O camisola 6 dispõem de uma enorme tranquilidade na construção do jogo do Vitória Sport Clube, e desta forma, facilita muitas das vezes o trabalho dos médios na ligação dos setores, ou seja, quando o central progride para terrenos mais intermédios obriga toda a equipa a subir no campo, e acaba por consequentemente, soltar a bola no espaço ofensivo.  De seguida, podemos verificar uma habilidade na leitura do jogo, tendo desta forma, a perspicácia de atrair a oposição quando ocupa o meio campo adversário e visto isto, explora os espaços que encontra livres, exceto quando coloca a bola nos avançados com passes de elevada qualidade. De tal modo que este tipo de leituras e competências estão intrínsecas nas capacidades do atleta, quer isto dizer que mesmo com a interiorização dos treinos diários e máxima concentração, não é qualquer jovem jogador que consegue aplicar este tipo de leitura de forma tão genuína e constante.

Mas, se por um lado, beneficia de competências na construção de jogo de grande potencial para a sua idade, por outro lado, o jogador de apenas 20 anos possuí algumas dificuldades em alguns aspetos defensivos tais como: a abordagem que tem no 1×1 com o adversário, tendo saído maioritariamente em desvantagem, bem como nos momentos de controlo dos opositores, isto é, não só a controlar as costas e não deixar realizar as diagonais, assim como,  encurtar os espaços com os seus oponentes. Posto isto, e devido ao jogador ser bastante inteligente, já reconheceu as limitações nestas características, tendo por isso iniciado métodos para contrapor esta lacuna e elevar ainda mais o seu enorme potencial.

Em suma, e em virtude dos seus pontos fortes tanto na construção como na qualidade de passe, podemos verificar que atingiu percentagens de topo, exemplificando com “82% de eficácia no passe por partida”, “72% de eficiência no passe no campo adversário”, tendo deste modo ainda obtido “65% de duelos aéreos ganhos” e “50% de duelos ganhos no chão”. Conclusivamente, os Vimaranenses desfrutam de um defesa central de competências excelentes bem como um elevado potencial no plantel. Mas, será que a simbiose que Ivo Vieira pretende fazer, misturando a qualidade deste central e da equipa com os bons resultados que tem vindo a obter, levará os Vitorianos de novo a palcos europeus?


Entre na discussão


Quem somos

É com Fair Play que pretendemos trazer uma diversificada panóplia de assuntos e temas. A análise ao detalhe que definiu o jogo; a perspectiva histórica que faz sentido enquadrar; a equipa que tacticamente tem subjugado os seus concorrentes; a individualidade que teima em não deixar de brilhar – é tudo disso que é feito o Fair Play. Que o leitor poderá e deverá não só ler e acompanhar, mas dele participar, através do comentário, fomentando, assim, ainda mais o debate e a partilha.


CONTACTE-NOS



newsletter