Um Fenómeno chamado Erling Haaland!

José Nuno QueirósJaneiro 29, 20205min0

Um Fenómeno chamado Erling Haaland!

José Nuno QueirósJaneiro 29, 20205min0
Haaland encantou a Europa inteira no Salzburg e continua a marcar golos atrás de golos no Borussia Dortmund. Mas como tudo começou e qual o verdadeiro alcance dos golos que marcou?

Foi um dos maiores destaques no futebol europeu no início da época quando alinhava no Salzburg naquela que seria a sua primeira época como titular e peça chave da equipa. Com apenas 19 anos e a jogar numa liga secundária como a liga Austríaca nada faria prever a explosão que o norueguês teria no futebol mundial.

Mas toda esta carreira começou ainda mais atrás, no modesto clube do Bryne FK onde em 2016, com apenas 16 anos, Haaland já havia realizado 16 partidas, algo de destaque mesmo não tendo apontado nenhum golo e que lhe valeram a ida para um dos principais clubes da Noruega, o Molde.

Haaland começou naturalmente nos juniores do clube, mas ao fim de apenas 1 jogo saltou logo para a equipa A com 17 anos onde realizou 20 partidas e marcou 4 golos, começando aqui, mais a sério, a sua ascensão.

Haaland não era propriamente um desconhecido para os olheiros ou acompanhantes dos mais jovens talentos por esta Europa fora, algo que justifica os 5 milhões pagos pelo Salzburg para contar com o jovem depois da sua segunda época no Molde, com 16 golos em 30 jogos!

No entanto, foi em Maio de 2019 que Haaland se tornou um sucesso cada vez mais mediático e teve o olhar atento de todos os seguidores do futebol, quando fez notícia por ter apontado 9 golos numa só partida do Mundial de sub-20 frente às Honduras.

Haaland volta a faturar no Mundial sub-20, num jogo onde festejou… 9 vezes! (Fonte: RR)

A sua seleção não teve uma campanha nada bem sucedida, mas o seu nome ficou marcado na história da competição ao tornar-se o melhor marcador do torneio com esses mesmos 9 golos, e ao bater o recorde de mais golos num só jogo da prova, fixado em 1997 com 6 golos.

Era a “entrada” para o prato principal que iria ser servido no início da época desportiva 2019/2020 e com uma mensagem clara de todos os olheiros dos grandes clubes europeus: “Vamos para a Áustria ver um norueguês”.

E que 6 meses que foram para Haaland! Se nos primeiros 6 meses da sua passagem pelo Red Bull marcou apenas 1 golo em 5 partidas, o segundo semestre foi arrebatador, e os números não deixam ninguém mentir:

Liga Austríaca: 14 jogos, 16 golos, 6 assistências, 1 golo a cada 61 minutos em campo

Taça OFB: 2 jogos, 4 golos, 1 golo a cada 28 minutos

Champions League: 6 jogos, 8 golos, 1 assistência, 1 golo a cada 47 minutos

Sim caro leitor, os números que vê aqui são totalmente verdade e pode consultá-los no site especializado do TransferMarkt, para voltar a ficar boquiaberto.

Se nas competições domésticas, o fenómeno pode ser atenuado pelo facto de atuar numa das melhores equipas da liga e principal candidato à vitória final, na Champions League a conversa é outra.

Num grupo com Liverpool, Nápoles e Genk, o Salzburg não era claramente o favorito, mas a equipa austríaca, cedo mostrou que vinha lutar por um lugar nos dois primeiros, e Haaland era a chave secreta. Com um empate frente ao Nápoles, o Salzburg lutou até ao fim pela passagem e caso tivesse ganho ao Liverpool na última ronda teria mesmo eliminado de prova os campeões europeus.

Pelo meio disto tudo e com os seus 8 golos na fase de grupos Haaland é o segundo melhor marcador da prova, marcou mais de metade dos golos da sua equipa, e pelo meio quase igualou um record de Cristiano Ronaldo de marcar em todos os jogos de uma fase de grupos! Só não marcou na última ronda, em casa frente ao Liverpool, isto depois de ter faturado em Anfield e no San Paolo. Com a diferença que fez isto tudo ao serviço do Salzburg e não de uma potência do futebol europeu.

Com estas exibições e uma pequeníssima cláusula de 20 milhões de euros, o seu destino estava mais que traçado e era só uma questão de saber qual das muitas hipóteses à sua disposição ia o avançado norueguês escolher.

Haaland teve a um golo frente ao Liverpool de igualar… Cristiano Ronaldo (Fonte: AS)

A escolha recaiu sobre o futebol alemão e o Dortmund, uma escolha que me pareceu acertada tendo em conta as características do futebolista e a possibilidade de o Dortmund lhe dar os minutos que precisa para poder daqui a uns tempos dar o último salto para a elite do futebol europeu, não como promessa, mas como uma certeza absoluta.

Com uma cláusula baixa de 75 milhões de euros (característica do seu empresário Mino Raiola), Haaland tem tudo para ao fim de 1 ou 2 boas épocas ter um Barcelona, Liverpool, City ou Real Madrid dispostos a bater estes números por um atleta que nem 20 anos tem ainda.

Com uma velocidade fora do normal para um atleta de 1,94m Haaland consegue fugir aos defesas com facilidade, consegue jogar muito bem de cabeça, tem demonstrado uma frieza letal na cara do golo, um posicionamento muito inteligente nas zonas de finalização e aquele “faro para o golo” que faz com que as bolas venham ter com ele quase por atração magnética.

A aventura alemã começou agora e leva já 5 golos apontados em 2 jogos e num total de 59 minutos!! Um golo a cada 12 minutos na Bundesliga. A época já vai no final de Janeiro e Halland marca um golo a cada parte, ou seja, a cada 46 minutos!!

Até onde vai chegar este avançado norueguês?


Entre na discussão


Quem somos

É com Fair Play que pretendemos trazer uma diversificada panóplia de assuntos e temas. A análise ao detalhe que definiu o jogo; a perspectiva histórica que faz sentido enquadrar; a equipa que tacticamente tem subjugado os seus concorrentes; a individualidade que teima em não deixar de brilhar – é tudo disso que é feito o Fair Play. Que o leitor poderá e deverá não só ler e acompanhar, mas dele participar, através do comentário, fomentando, assim, ainda mais o debate e a partilha.


CONTACTE-NOS



newsletter