Toronto FC: em busca da glória continental (II)

António Pereira RibeiroMarço 6, 20184min0

Toronto FC: em busca da glória continental (II)

António Pereira RibeiroMarço 6, 20184min0
A narrativa que poderá conduzir à afirmação da MLS na CONCACAF

[O ano de 2017 na Major League Soccer terminou com a confirmação de Toronto FC enquanto melhor equipa da história da competição. Após ter conquistado o tão almejado ‘triplete’, inédito entre emblemas da MLS (campeão da Fase Regular, vencedor dos Playoffs, vencedor da Taça do Canadá), o conjunto canadiano procura agora a glória continental. Tendo este cenário como ponto de partida, o Fair Play decidiu dar início a uma série de artigos que irá acompanhar a demanda do Toronto FC em 2018, na busca pelo sucesso na Liga dos Campeões, e pela revalidação do título da MLS].

O arranque oficial da época ocorreu precisamente na Liga dos Campeões, competição encarada de forma ambiciosa como o principal objectivo de 2018 para o emblema de Toronto. O primeiro capítulo desta demanda aqui relatada aconteceu em Colorado, na partida mais gelada da história da prova. Os termómetros registavam -13ºC, cinco anos depois da última participação dos canadianos no torneio continental. Assistimos a uma mudança táctica gizada pelo técnico Greg Vanney, do anterior 3x5x2, para um 4x4x2 em losango. Este encontro referente aos oitavos-de-final da Liga dos Campeões, ficou marcado pela estreia, e logo a titular, de Auro, defesa brasileiro oriundo do São Paulo, na lateral direita. Apesar de protagonizar algumas trocas posicionais com o Justin Morrow, o lateral do lado oposto, foi enquanto estava na direita que assistiu Sebastian Giovinco para um dos golos da noite. O Toronto FC ultrapassou o desafio de abertura, ao derrotar os Rapids por 2-0, com golos de Jonathan Osorio e Giovinco. Contudo, não se pode dizer que tenha sido uma exibição convincente. A diferença de valores individuais acabou por prevalecer, e o maior valor deles todos, a ‘formiga atómica’, esteve particularmente inspirada. Valeu o italiano Giovinco, e valeu também o guardião Alex Bono, este último por ter conseguido manter a baliza intacta em situações complicadas.

A vantagem de dois golos obtida fora de casa ofereceu aos canadianos um conforto adicional para a segunda mão em Toronto, no BMO Field. Talvez por isso o pé tenha sido retirado ligeiramente do acelerador, o que conduziu a uma esperança na recuperação por parte dos visitantes. Contudo, a diferença de qualidade entre as duas equipas manteve-se expressiva, e as principais oportunidades de golo, salvo algumas excepções, pertenceram aos anfitriões, sempre sem êxito. A partida terminou assim com um nulo no marcador. Nota final para Ager Aketxe, centrocampista espanhol contratado ao Athletic Bilbao, que cumpriu os seus primeiros minutos ao serviço de Toronto FC.

Dias depois da qualificação para os quartos-de-final da Liga dos Campeões, seguiu-se o arranque da Major League Soccer. Em casa, diante dos Columbus Crew, esperava-se que Greg Vanney colocasse em campo um XI alternativo, a pensar na eliminatória dos ‘quartos’, diante do Tigres. No entanto, a formação apresentada não deixou de fora nenhuma das principais figuras, e até trouxe o vice-campeão Gregory van der Wiel, que assim se estreou com a camisola do Toronto FC. O risco desta opção revelou-se ainda antes do intervalo, quando Victor Vázquez deixou o jogo por lesão nas costas, contratempo que o poderá colocar fora do compromisso da Liga dos Campeões. Mesmo com a equipa mais forte disponível, a exibição não foi consistente, e o adversário soube explorar as debilidades demonstradas. No primeiro jogo do campeonato após ter conquistado o título da MLS, o Toronto FC perdeu por 2-0 no seu próprio reduto. Porventura o pensamento dos jogadores estivesse no confronto com o Tigres. A primeira mão disputa-se esta quarta-feira, no Canadá. Será um dos maiores desafios da história do emblema canadiano, frente a um conjunto que reúne no seu plantel figuras como Enner Valencia, André-Pierre Gignac, Rafael Carioca, ou Timothée Kolodziejczak, entre outros.

RESULTADOS

Liga dos Campeões CONCACAF | Oitavos-de-final | 1ª Mão

Colorado Rapids 0-2 TORONTO FC (Jonathan Osorio 55′, Sebastian Giovinco 73′)

Liga dos Campeões CONCACAF | Oitavos-de-final | 2ª Mão

TORONTO FC 0-0 Colorado Rapids 

Major League Soccer | 1ª Jornada

TORONTO FC 0-2 Columbus Crew SC

CAPÍTULOS ANTERIORES

Capítulo I


Entre na discussão


Quem somos

É com Fair Play que pretendemos trazer uma diversificada panóplia de assuntos e temas. A análise ao detalhe que definiu o jogo; a perspectiva histórica que faz sentido enquadrar; a equipa que tacticamente tem subjugado os seus concorrentes; a individualidade que teima em não deixar de brilhar – é tudo disso que é feito o Fair Play. Que o leitor poderá e deverá não só ler e acompanhar, mas dele participar, através do comentário, fomentando, assim, ainda mais o debate e a partilha.


CONTACTE-NOS



newsletter