O que esperar dos playoffs da Major League Soccer?

Diogo MatosOutubro 15, 20194min0

O que esperar dos playoffs da Major League Soccer?

Diogo MatosOutubro 15, 20194min0
Depois das 34 jornadas da fase regular, as equipas da MLS preparam-se agora para a fase de todas as decisões. Quem sucederá aos Atlanta United na lista de campeões?

Depois de uma fase regular com 34 jornadas, a Major League Soccer chega aos playoffs, altura de todas as decisões, já este fim de semana.  Entre desilusões e surpresas, a MLS Portugal e o Fair Play dão-lhe a conhecer o que se passou na fase regular da competição e apresentam-lhe os mais sérios candidatos à conquista do título.

 

Um dos aspetos importantes a ter em conta está relacionado com o facto de o sistema de playoffs da Major League Soccer ter sofrido alterações na edição deste ano. Para começar, o modelo agora implementado contempla a passagem de sete equipas à fase decisiva e não seis, como anteriormente acontecia. Para além disso, se nas edições passadas os dois primeiros classificados de cada conferência ficavam isentos de disputar a primeira eliminatória dos playoffs, este ano tal só acontece com os primeiros classificados de cada conferência. Por fim, os quartos-de-final e as meias-finais passam a disputar-se apenas a uma mão (em casa do clube que obteve melhor classificação na fase regular dos que estão em jogo) e não a duas, como nos anos anteriores. Tal medida faz com que a Major League Soccer termine em meados de novembro, quando até aqui o campeão era definido em meados de dezembro.

 

Os Atlanta United conquistaram o título na temporada passada (Fonte: Golf Digest)

 

Los Angeles FC de luxo na fase regular

Atendendo ao plano desportivo, são vários os pontos de interesse relacionados com aquilo que as equipas fizeram ao longo da fase regular.  Na conferência Oeste, os Los Angeles FC terminaram em primeiro lugar, levando para casa o título da Supporters’ Shield. O conjunto californiano ‘dizimou’ a concorrência, completando os 34 jogos com apenas quatro derrotas e com 72 pontos somados. Os Seattle Sounders voltaram a fazer uma época muito consistente e terminaram em segundo lugar. As surpresas ficaram para o terceiro e quarto lugar. Apesar de terem tido uma mudança de treinador a meio da temporada, os Real Salt Lake conseguiram terminaram no pódio, ao passo que os Minnesota United, sob o comando de Osvaldo Alonso e Ike Opara chegaram pela primeira vez aos playoffs desde a sua fundação. No plano das desilusões, nota para as prestações do Sporting Kansas City (tinham plantel para, pelo menos, chegar à fase seguinte) e dos Vancouver Whitecaps (apenas oito vitórias).

 

Já na conferência Este, os New York City, apresentando um modelo de jogo muito interessante, conseguiram terminar no primeiro lugar, com 64 pontos. Ainda nesta conferência, destaque para os surpreendentes Philadelphia Union, que durante todo o ano ocuparam os lugares cimeiros da tabela (terminaram em terceiro); para os Toronto FC, que, apesar de terem perdido Giovinco e Victor Vázquez no início da presente temporada, conseguiram ficar em quarto lugar e para os New England Revolution, que, sob o comando de Bruce Arena, regressaram aos playoffs quatro anos depois. Muito abaixo das expectativas ficaram os Columbus Crew, equipa que tem por hábito lutar pelo título, os Orlando City, que desde a sua chegada à MLS (2015) ainda não chegaram aos playoffs e os FC Cincinnati, que em ano de estreia conseguiram apenas seis triunfos.

 

Fase de todas as decisões a chegar

Perante a tabela classificativa de cada uma das conferências, os jogos dos playoffs da Major League Soccer ficaram assim agrupados:

Fonte: MLS

 

Para além de terem sido as melhores equipas da fase regular, os Los Angeles FC e os New York City têm a tarefa ‘facilitada’ nos playoffs, já que ‘apenas’ precisam de vencer três jogos para se sagrarem campeões. Na conferência Oeste, LA Galaxy e Seattle Sounders surgem como favoritos nos seus jogos. Por seu lado, a partida entre os Real Salt Lake e os Portland Timbers está envolta numa maior indefinição quanto ao presumível vencedor. Na conferência Este, os Atlanta United partem como favoritos para o embate com os New England Revolution, esperando-se um maior equilíbrio no encontros Toronto FC-DC United e Philadelphia Union-New York Red Bulls.

 

Artigo escrito por Diogo Matos, administrador e fundador da página MLS Portugal.

 


Entre na discussão


Quem somos

É com Fair Play que pretendemos trazer uma diversificada panóplia de assuntos e temas. A análise ao detalhe que definiu o jogo; a perspectiva histórica que faz sentido enquadrar; a equipa que tacticamente tem subjugado os seus concorrentes; a individualidade que teima em não deixar de brilhar – é tudo disso que é feito o Fair Play. Que o leitor poderá e deverá não só ler e acompanhar, mas dele participar, através do comentário, fomentando, assim, ainda mais o debate e a partilha.


CONTACTE-NOS



newsletter