La Liga Scouting #5 – Takefusa Kubo (Real Madrid/Maiorca)

Bruno DiasAgosto 28, 20194min0

La Liga Scouting #5 – Takefusa Kubo (Real Madrid/Maiorca)

Bruno DiasAgosto 28, 20194min0
5ª edição do “La Liga Scouting”, para conhecermos melhor um talento que gerou disputa entre Real Madrid e FC Barcelona.

 

Takefusa Kubo até pode ser um nome relativamente desconhecido para a maioria dos adeptos, mas a verdade é que foi o nome no epicentro de uma pequena “batalha” entre Real Madrid e FC Barcelona neste mercado de Verão, batalha essa que o clube madrileno venceu, contratando Kubo para as próximas cinco temporadas por cerca de 2M€, existindo também rumores de que terão oferecido um ordenado bastante generoso ao jovem criativo.

O “roubo” protagonizado pelo Real Madrid é apenas mais um capítulo de uma história já existente entre o “menino” japonês de apenas 18 anos e o Barcelona. Os catalães contrataram Kubo com apenas 10 anos de idade e o japonês permaneceu no clube até aos 14 anos, mas foi a contratação irregular do jovem asiático – juntamente com a de vários outros jovens – que levou o clube a ser punido com um “ban” de transferências de um ano, em 2014.

Assim, Kubo regressou ao Japão. Estreou-se com apenas 15 anos na J-League, a principal liga japonesa de futebol, e desde então não mais parou de encantar os seus conterrâneos. Conquistou progressivamente o seu espaço ao nível de clubes (pelo meio foi emprestado pelo FC Tokyo ao Yokohama F. Marinos, durante cerca de 6 meses), e fez a sua estreia pela selecção principal do Japão há apenas algumas semanas atrás, com 18 anos e 5 dias, num amigável frente a El Salvador, de preparação para a Copa América, competição onde também participou e onde demonstrou alguns pormenores técnicos muito interessantes.

Agora, os “merengues” asseguram um talento já bem conhecido de um dos seus principais rivais. Um jogador potencialmente definidor de uma era no futebol japonês e asiático. Resta saber como irá ser feita a gestão da sua evolução desportiva.

 

Como joga Kubo

Drible fácil, assustadoramente imprevisível e eficiente no 1×1, naturalmente criativo e com um vasto manancial de recursos técnicos. A bola sente-se sempre bem tratada nos pés de Kubo, que brilha principalmente através do drible e da condução de bola. É dessa forma que quebra linhas com facilidade, desmonta a organização defensiva adversária e cria regularmente desequilíbrios que levam a oportunidades de golo.

É também devido a essa forma característica de jogar que é associado a Lionel Messi, e apelidado de “Messi japonês”. Obviamente, esta é uma comparação que deve ser avaliada salvaguardando as devidas diferenças qualitativas e de rendimento dos dois jogadores. Mas, ao contrário de inúmeras outras comparações passadas, com jogadores que pouco ou nada tinham de semelhante com o astro argentino, Kubo possui mesmo um perfil que se equipara em vários pontos com o avançado do FC Barcelona, e que poderão levá-lo a atingir um nível muito elevado no futebol europeu a médio/longo-prazo.

O Real Madrid bateu o FC Barcelona para assegurar a contratação do “Messi japonês” (Foto: football5star.com)

Podendo também jogar a partir das alas, é no corredor central que Kubo pertence e é aí que melhor pode explanar o seu futebol. É também um jogador que pede grande liberdade de movimentos, de modo a poder estar o máximo de tempo possível no centro do jogo. A rara combinação de recursos técnicos e extrema criatividade que possui fazem dele um desequilibrador de excelência, que só terá tendência a melhorar à medida que for maturando o seu futebol.

Falta ao jovem avançado adaptar-se a um ritmo europeu necessariamente mais elevado e físico do que o asiático. Ainda se notam algumas falhas ao nível do critério e timing na tomada de decisão, mas que são perfeitamente normais para um criativo de tão tenra idade. Há também algum desenvolvimento muscular pela frente, não de forma a ganhar o denominado “cabedal” (um clássico dos clichês, com jogadores deste perfil), mas numa perspectiva de reforço físico, até pelo estilo de jogo do japonês, propício a um contacto físico constante. Tudo isso poderá surgir (ou começar a surgir) na sua experiência com o Maiorca, clube escolhido pelo Real Madrid para o emprestar nesta primeira temporada em Espanha. Um contexto positivo para Kubo, que assim terá mais espaço e menos pressão para crescer a um ritmo saudável.

Os maiorquinos serão, assim, o palco de estreia do japonês na La Liga. Tendo em conta a probabilidade de ter boas oportunidades para jogar (coisa que dificilmente aconteceria na equipa principal do Real Madrid), é de esperar que Takefusa Kubo se transforme rapidamente num nome conhecido por todos aqueles que acompanham esta liga.


Entre na discussão


Quem somos

É com Fair Play que pretendemos trazer uma diversificada panóplia de assuntos e temas. A análise ao detalhe que definiu o jogo; a perspectiva histórica que faz sentido enquadrar; a equipa que tacticamente tem subjugado os seus concorrentes; a individualidade que teima em não deixar de brilhar – é tudo disso que é feito o Fair Play. Que o leitor poderá e deverá não só ler e acompanhar, mas dele participar, através do comentário, fomentando, assim, ainda mais o debate e a partilha.


CONTACTE-NOS



newsletter