Que contratações precisa este Sporting de Ruben Amorim?

José Nuno QueirósJulho 14, 20205min0

Que contratações precisa este Sporting de Ruben Amorim?

José Nuno QueirósJulho 14, 20205min0
Já estão a nu algumas das fragilidades do plantel leonino e do modelo de Amorim. É claro que os jovens apenas não vão chegar e é preciso ir buscar fora. Mas para que lugares?

Ruben Amorim já fez alguns jogos no Sporting e como é natural já dá para perceber as lacunas da equipa naquilo que é a ideia de jogo do mister.

Numa equipa jovem como o Sporting há claramente posições a carecer de experiência e que tem que ser melhoradas se as pretensões leoninas forem as de lutar por todos os títulos onde estarão inseridos. Mas afinal de que precisa o leão para 2020/2021?

Guarda Redes

Não que Max esteja a fazer um mau trabalho nem que esta seja a posição prioritária para reforçar o plantel, no entanto com a quase certa saída de Renan, pode ser curto atacar a nova época apenas com um jogador com experiência no futebol de alto nível. Quer seja para tirar o lugar a Max ou apenas para competir com ele é quase certo que chegará um homem para a baliza. Os nomes de Olsen, Adán e Cláudio Ramos já foram apontados, apesar de serem associados a papéis diferentes.

Ruben Amorim quererá seguramente um jogador que saiba jogar adiantado, que tenha um jogo de pés acima da média e que seja seguro a sair dos postes. Com a experiência dos nomes acima referidos parece que o Sporting ficaria bem servido, e mesmo Max com o lugar ameaçado podia crescer bem mais aprendendo com os melhores.

Adan tem sido muito falado como provável reforço (Fonte: Record)

Defesa Central Esquerdo

Feddal parece ser o homem escolhido para substituir Mathieu no lado esquerdo da defesa. A lesão que terminou a carreira do francês fez com que este dossier passasse a ser prioritário para a SAD leonina e com enorme rapidez parece estar tudo tratado.

Amorim quererá um jogador próximo do que pode oferecer o francês, experiência, velocidade e qualidade na saída de bola serão fatores decisivos para a sucessão. Feddal conta ainda com a vantagem de vir de um campeonato competitivo como o espanhol.

A indecisão acerca do futuro de Gonçalo Inácio e a ineficácia de Borja naquele setor pode levar à chegada de mais um central com estas características.

A lesão de Mathieu acelarou a contratação quase certa de Feddal. (Fonte: Transfermarkt)

Defesa Direito

Uma posição carenciada desde a saída de Piccini e que teima em não encontrar um jogador com a qualidade necessária para jogar de leão ao peito.

Ristovski e Rosier não convencem sendo que o francês parece mesmo de fora das opções de Amorim para este novo sistema de 3 defesas. Camacho tem vindo a ser experimentado mas também ele não conseguiu ainda convencer os adeptos e nem da formação se vê uma luz para este lugar.

Nesse sentido fala-se na possibilidade da chegada de um jovem lateral numa pareceria com o Manchester City. Rápido e com pulmão para aguentar o flanco durante 90 minutos, convém ainda ser um lateral que consiga desequilibrar ofensivamente. Cá atrás pede-se apenas que não comprometa.

Médio Centro

Wendel é para já o único médio que consegue criar desequilíbrios e progressão com bola. Battaglia continua longe da forma de outros tempos e Mattheus Nunes tarda em convencer a 100%. Eduardo e Doumbia parecem cartas fora do baralho tal como Miguel Luís.

A chegada de Daniel Bragança virá dar mais qualidade ao setor, mas ainda será curto para atacar a época se não chegar outro médio com características de topo e que consiga entrar e fazer a diferença como tem vindo a fazer o brasileiro.

Qualidade no passe e no transporte serão decisivos para ter lugar na equipa. A juntar a isto é necessária a capacidade física para ombrear com equipas que tenham 3 homens no meio.

Médio Interior

Com a lesão de Vietto veio a nu uma das maiores fragilidades do jogo do Sporting: a falta de jogo interior. Jovane e Plata são extremos e não se sentem totalmente confortáveis a jogar por dentro.

Quem cairia perfeitamente nesta posição seria João Mário. Jogou numa posição muito parecida em 2015/2016 e fez a melhor época da carreira. Consegue perceber quando dar largura e quando tem que jogar por dentro e criar 3 médios e junta a isto uma qualidade de topo com a bola nos pés.

Neste momento apenas Francisco Geraldes apresenta estas características mas o português não parece conseguir atingir o nível que muitos esperavam dele e que conseguiu mostrar no Rio Ave.

Quão bem encaixava João Mário nesta equipa? (Fonte: Record)

Avançado Centro

Não é que Sporar não tenha qualidade para ser Ponta de lança, mas o esloveno parece sempre muito perdido no campo neste novo sistema que obriga o avançado a jogar mais atrás do que era desejado por ele.

Seria bom para o Sporting arranjar um nome que contraste com as características de Sporar, ou seja, mais mobilidade e mais qualidade com a bola no pé. Isto permitiria ao Sporting ter dois avançados diferentes e que oferecem coisas diferentes ao clube em situações e jogos distintos.

 

Há mais alguma posição que ache que precisa de ser reforçada no Sporting?


Entre na discussão


Quem somos

É com Fair Play que pretendemos trazer uma diversificada panóplia de assuntos e temas. A análise ao detalhe que definiu o jogo; a perspectiva histórica que faz sentido enquadrar; a equipa que tacticamente tem subjugado os seus concorrentes; a individualidade que teima em não deixar de brilhar – é tudo disso que é feito o Fair Play. Que o leitor poderá e deverá não só ler e acompanhar, mas dele participar, através do comentário, fomentando, assim, ainda mais o debate e a partilha.


CONTACTE-NOS



newsletter