Vai começar a Copa Paulista, tradição do interior do estado

Rafael RibeiroJunho 15, 20225min0

Vai começar a Copa Paulista, tradição do interior do estado

Rafael RibeiroJunho 15, 20225min0
Sensação entre os adeptos do interior do estado de São Paulo, a Copa Paulista começa em Julho para as equipas tentarem um lugar ao sol!

A Copa Paulista terá seu início, em 2022, no dia 3 de Julho. É uma das formas, no estado de São Paulo, de conseguir maior projeção tanto entre as próprias equipas mais preparadas do sudeste brasileiro como também no cenário nacional. Isso porque a Copa Paulista garante, ao vencedor, a chance de escolher entre a vaga na Série D do Brasileirão no ano seguinte, ou então uma vaga na Copa do Brasil. De nomes já conhecidos, como a Portuguesa de Desportos, Juventus da Mooca ou o XV de Piracicaba, até equipas com menos expressão, mas que tentam o título, como o Primavera ou o Lemense.

O Fair Play aborda alguns aspectos interessantes da competição que preenche o calendário das equipas do interior do estado de São Paulo para que elas tentem, em 2023, se erguer no cenário nacional do futebol brasileiro. E começando pela história do campeão mais recente, o São Bernardo, que foi campeão pela segunda vez (a primeira em 2013) derrubando o time do Botafogo de Ribeirão Preto nos pênaltis, após perder de 2-0 na primeira mão, e devolver o 2-0 na segunda mão.

O São Bernardo se sagrou campeão da Copa Paulista na edição de 2021 (Foto: Rafael Assunção/São Bernardo)

A equipa da cidade de São Bernardo do Campo já havia conquistado em 2021 a segunda divisão do Campeonato Paulista, chamado de Série A2, curiosamente um feito que uma outra equipa também executou recentemente, como descreveremos abaixo. Como citado, o campeão da Copa Paulista tem o direito de escolher entre a vaga na Série D do Brasileirão ou uma vaga na Copa do Brasil, e o São Bernardo optou por disputar a quarta divisão do futebol nacional, deixando então a vaga na Copa do Brasil para o vice, o Botafogo.

O time, inclusive, é lider do grupo A7 na Série D de 2022, com cinco vitórias e quatro empates, sem ter perdido nenhum jogo até o momento, com destaque para João Carlos, autor de dois golos na competição. Já na Copa Paulista desse ano, estará no Grupo 3, junto de Água Santa, Oeste, São Caetano, Juventus e Portuguesa. Portuguesa que é também o time a ser destacado nesse grupo, tendo sido campeão em 2020, garantindo vaga na Série D do ano seguinte (2021) em um processo de reestruturação do clube.

A Lusa comemora a conquista do título da Copa Paulista de 2020 (Foto: Ronaldo Barreto/NETLUSA)

Como citado anteriormente, a curiosidade da Lusa é que ela também foi campeã da Série A2 do Campeonato Paulista, mas no primeiro semestre de 2022, e agora também disputará a elite do Paulistão em 2023. Mas para chegar aqui, entre o título da Copa Paulista de 2020 e o título do Paulistão A2 em 2022, a Portuguesa teve um mal campeonato da Série D em 2021, sendo eliminado na segunda fase, o que não deu direito a ela de permanecer na quarta divisão neste ano.

Ela se prepara portanto para tentar retornar ao cenário nacional, seja conquistando a Copa Paulista novamente para obter a vaga da Série D já em 2023, ou permanecendo na elite do Paulistão em 2023 para voltar à Série D em 2024. Um processo longo, mas que poderá ser mais robusto se de fato for aprovada a alteração de sua situação para SAF (Sociedade Anônima do Futebol) como pretendido pelos principais cartolas do clube.

O XV de Piracicaba é outra das atrações da Copa Paulista, compondo o Grupo 2, que também tem São Bento, Rio Claro, Primavera, Lemense e Desportivo Brasil. O Nhô Quim, como é chamado o time, trouxe diversos reforços para a disputa do torneio, inclusive Vitor Braga, que estava no futebol de Portugal, na equipa do Sanjoanense. No ano passado, o XV terminou a fase de grupos em primeiro no grupo 2, mas após dois empates em 1-1 com o São Caetano, foi eliminado nos pênaltis nos quartos de final.

E por fim, no grupo 1, Comercial, Botafogo-SP, Noroeste, Marília e Sertãozinho fecham os 17 participantes. Os dois primeiros deste grupo fazem o famoso clássico Come-fogo, de grande rivalidade no interior do estado (ambos os times são de Ribeirão Preto). O Botafogo, que chegou a final no ano passado e acabou derrotado pelo São Bernardo, garantiu na época a participação na Copa do Brasil deste ano, tendo sido eliminado pelo Azuriz (time empresa do estado do Paraná, apadrinhado por Marcelo, agora ex-Real Madrid). Agora, tenta novamente figurar no cenário nacional.

O clássico “Come-fogo” já aconteceu outras vezes na Copa Paulista (Foto: Rafael Alves/Comercial FC)

Com os três grupos formados, depois de 10 jornadas avançam para os quartos de final os dois primeiros de cada grupo, além dos dois melhores terceiros colocados. Assim, oito equipas disputam a próxima fase em jogo de duas mãos. O mesmo acontece nas meias finais e na grande final, prevista para acontecer a partir de 16 de Outubro. Você poderá acompanhar novidades sobre a Copa Paulista e também sobre o que de mais acontece no futebol brasileiro acessando a página do futebol no Brasil no Fair Play clicando aqui!


Entre na discussão


Quem somos

É com Fair Play que pretendemos trazer uma diversificada panóplia de assuntos e temas. A análise ao detalhe que definiu o jogo; a perspectiva histórica que faz sentido enquadrar; a equipa que tacticamente tem subjugado os seus concorrentes; a individualidade que teima em não deixar de brilhar – é tudo disso que é feito o Fair Play. Que o leitor poderá e deverá não só ler e acompanhar, mas dele participar, através do comentário, fomentando, assim, ainda mais o debate e a partilha.


CONTACTE-NOS



newsletter