As equipas que estarão na Série A do Brasileirão em 2019

Rafael RibeiroNovembro 24, 20186min0

As equipas que estarão na Série A do Brasileirão em 2019

Rafael RibeiroNovembro 24, 20186min0
Momento de decisão também na Série B do Brasileirão! Fortaleza campeão, Goiás depois de três anos, já garantiram vaga, mas quem serão as demais equipas a figurar na Série A do Campeonato Brasileiro em 2019?

Antes da definição na primeira divisão do Campeonato Brasileiro (ainda faltam duas jornadas para se saber o campeão, as vagas para competições continentais e o rebaixamento), a Série B do nacional já conhece seu campeão, e vive momentos de decisão na última jornada das 38 disputadas. A briga principal envolve duas vagas para a elite do Brasileirão, já que o campeão Fortaleza e o Goiás já estão garantidos. A briga pelas vagas restantes está intensa e o Fair Play resume toda a emoção da disputa entre as equipas para estarem na 1ª divisão em 2019, para que se saibam quem serão os desafiantes as demais equipas no ano que vem.

Fortaleza campeão

O ano é de centenário para o clube do Ceará. Após início doloroso, ao perder o Campeonato Cearense para o rival Ceará, até mesmo depois de ótima campanha na fase de pontos (ficando na 1ª colocação geral), a diretoria do Fortaleza decidiu continuar apostando no trabalho do agora técnico Rogério Ceni. O técnico, que depois de um passagem ruim pela equipa onde é ídolo (São Paulo), se dedicou aos estudos em 2017 para que em 2018 tivesse um trabalho completo. Continuou com o Fortaleza na série B do Campeonato Brasileiro e iniciou uma excelente trajetória que culminaria no título. Formou uma interessante parceria com o avançado Gustavo (Gustagol, ex-Corinthians) que comandou o positivo ataque do Fortaleza rumo ao acesso.

Foi a primeira vez que um time do Nordeste brasileiro garantiu o título na era dos pontos corridos. Além deste feito, o time comandado por Ceni volta a 1ª divisão depois de 12 anos, mas o principal fator a ser comemorado pelos adeptos foi o equilíbrio e o bom futebol apresentado pela equipa ao longo do ano. Para o treinador, vale o primeiro título de expressão (só havia conquistado a Flórida Cup, torneio de Pré-Época com o São Paulo) e a dúvida: continuar com o Fortaleza na Série A e lutar com a equipa para ficar na 1ª divisão, com um elenco claramente inferior as principais equipas, ou então aceitar alguma oferta de alguma equipa já da Série A e possivelmente adversária do São Paulo, equipa que ama e tem um vínculo muito grande.

Rogério Ceni foi o símbolo da excelente campanha do Fortaleza (Foto: Leonardo Moreira/Fortaleza)

Goiás classificado

Após três anos de sofrimentos, o Goiás chegou aos 60 pontos e garantiu, com o número de vitórias, a possibilidade matemática de subir de divisão. Outras equipas podem chegar aos mesmos 60 pontos, porém pelo número de vitórias como critério de desempate, a equipa esmeraldina está na Série A em 2019. O início de 2018 porém, não foi tão bom para o Goiás. Em sete jogos, apenas dois empates e cinco derrotas. Mas o avançado Lucão e os meio campistas Giovanni e Felipe Gedoz (ex-Atlético Paranaense) comandaram a subida de produção da equipa.

Lucão inclusive é o 2º colocado na lista de artilheiros, com 16 golos, atrás apenas de Dagoberto (ex-São Paulo), que tem 17. Já Giovanni, é o líder em assistências para golos, com 9 passes. É com isso que destacamos o fato do Goiás ter, junto com o Fortaleza, os melhores ataques da competição, com 54 golos somados. A única questão negativa é que a equipa possui a pior defesa entre as 20, pois tomou 49 golos ao longo da Série B. Destaque também para Alex Silva, lateral do Goiás considerado um dos melhores do torneio.

Mesmo terminando na 4ª posição, o Goiás foi o segundo a obter a vaga para a Série A (Foto: Rosiron Rodrigues/GEC)

CSA, Avaí e Ponte Preta brigaram por duas vagas

A emoção também ficou por conta destas equipas. No caso do CSA, o clube alagoano retorna a 1ª divisão depois de 32 anos. Sua última aparição havia sido em 1987, porém no ano seguinte não disputou nenhum campeonato, e em 89 retornou a 2ª divisão. No caso do Avaí, o time catarinense ganhou uma partida justamente do CSA para ficar vivo na briga, e ambos podem garantiram as vagas restantes dependendo apenas de suas próprias forças em jornada contra Ponte Preta e Juventude, respectivamente. Destaque do CSA para Walter (avançado ex-Fluminense, Goiás e Atlético Paranaense), talvez não por suas atuações em campo, porém por ser conhecido por seu excesso de peso, mas por sua habilidade e faro de golos.

Para o caso da Ponte Preta, a disputa era direta. O jogo fora de casa contra o próprio Avaí definiria entre os dois quem ficaria com a vaga de acesso. Porém, o empate em 0x0 sacramentou a ida do Avaí para a 1ª, enquanto a Ponte permanece na 2ª divisão em 2019. A equipa de Campinas é, coincidentemente junto com o Avaí, as duas equipas que caíram para a Série B no ano de 2017, e lutavam para retornar a Série A já na primeira oportunidade. Para o Avaí, destaque para o avançado Renato, que possui 12 golos na competição, e o médio defensivo/lateral esquerdo Capa, que teve boas atuações pelo Avaí e pelo Sport. Na Ponte Preta, o treinador Gilson Kleina (ex-Chapecoense) tentava levar a equipa de volta a Série A, contando principalmente com o médio ofensivo Danilo Barcelos, que soma 8 assistências para golo, e com os até agora 11 golos do avançado André Luís.

CSA e Avaí foram as duas equipas que conquistaram as vagas restantes para o Brasileirão Série A 2019 (Foto: Reprodução)

Fato é que as decisões acabaram de ocorrer e em breve poderemos ter atualizações no artigo quanto as posições finais destas equipas no Campeonato Brasileiro Série B de 2018, e assim conhecermos melhor quais figuras estarão mais presentes em 2019.


Entre na discussão


Quem somos

É com Fair Play que pretendemos trazer uma diversificada panóplia de assuntos e temas. A análise ao detalhe que definiu o jogo; a perspectiva histórica que faz sentido enquadrar; a equipa que tacticamente tem subjugado os seus concorrentes; a individualidade que teima em não deixar de brilhar – é tudo disso que é feito o Fair Play. Que o leitor poderá e deverá não só ler e acompanhar, mas dele participar, através do comentário, fomentando, assim, ainda mais o debate e a partilha.


CONTACTE-NOS



newsletter