As novidades do mercado de verão da Major League Soccer

Diogo MatosAgosto 10, 20185min0

As novidades do mercado de verão da Major League Soccer

Diogo MatosAgosto 10, 20185min0
A Major League Soccer prepara-se para entrar na fase decisiva e os clubes reforçaram-se para o que resto da temporada. Quais os maiores destaques do mercado de transferências da MLS?

Se a grande maioria dos campeonatos europeus vai ter o seu início no presente mês de agosto, a Major League Soccer prepara-se para entrar na fase decisiva. A reta final da fase regular da prova aproxima-se a toda a velocidade e os clubes aproveitaram a janela de transferência de verão para “limar arestas” nos respetivos planteis de forma a terminar a temporada da melhor forma possível. Dois dias após o fecho do mercado da transferências na MLS, o Fair Play e a MLS Portugal deixam-lhe as maiores novidades em termos de negócios da principal competição de futebol da América do Norte.

 

Mercado agitado em Portland, Montreal e Los Angeles

O maior destaque do período de transferências vai para as equipas dos Portland Timbers, dos Montreal Impact e dos Los Angeles FC.

Os Timbers, conjunto que se encontra no segundo posto da Conferência Oeste, procuram repetir a boa campanha que realizaram na temporada passada a nível de fase regular. De forma a garantir o mais cedo possível um lugar nos playoffs (de preferência nos dois primeiros lugares da Conferência, de modo a não disputar os oitavos-de-final da prova), a formação orientada por Giovanni Savarese fez regressar Lucas Melano e Jorge Villafaña, jogadores importantes na conquista do título em 2015 por parte da equipa do estado de Oregon. Para além dos dois regressos, os Portland Timbers contrataram ainda o jovem avançado de 20 anos, Tomás Conechny, ao San Lorenzo.

Villafaña regressa a uma casa onde já foi feliz (Fonte: Major League Soccer)

Um pouco mais a sul, no estado da Califórnia, as mudanças nos Los Angeles FC também foram muitas. Apesar de os pupilos de Bob Bradley terem feito uma boa primeira metade de temporada, a verdade é que os Los Angeles FC estão apenas seis pontos a cima da primeira equipa fora da zona de acesso aos playoffs. Dessa forma, a mais recente equipa da Major League Soccer fez chegar André Horta, Danilo Silva, Christian Ramirez e Josh Perez ao plantel.

Apesar de a sua estreia não ter sido propriamente feliz, André Horta pode ser uma excelente solução para os Los Angeles FC. Chegado com Designated Palyer, o médio de 21 anos pode trazer uma dose de energia ao jogo que os veteranos Feilhaber e Nguyen já não conseguem oferecer. Danilo Silva é um central com vasta experiência no futebol europeu (atuou vários anos no Dynamo Kiev) e surge como uma alternativa válida à dupla de centrais titular Zimmerman-Ciman. Christian Ramirez foi o “abono de família” dos Minnesota United nas última temporadas e encontra agora um projeto que lhe permite ter mais possibilidades de conquistar títulos. Josh Perez é um extremo de 20 anos que chega da Fiorentina e que procura na Califórnia um espaço para jogar de forma regular.

Fazendo uma viagem até à Conferência Este, os Montreal Impact aproveitaram o último dia de mercado para fazer algumas aquisições importantes. Bacary Sagna, antigo jogador do Arsenal e do Manchester City e que na temporada passada atuou no Benevento, chegou a custo zero. Para além do lateral francês, a formação canadiana assegurou também Michael Azira e Quincy Amarikwa (Oduro rumou aos San Jose Earthquakes) .

 

Mais negócios e menos um jogador português na MLS

Depois de ter chegado à Major League Soccer em 2015, Rafael Ramos rumou à Holanda para representar o Twente. O lateral-direito nunca se conseguiu impor nos Chicago Fire e, após negociar a rescisão com o conjunto orientado por Paunovic, regressou ao futebol europeu.

Os restantes clubes da MLS, ainda que de forma mais contida do que os três anteriormente destacados, também aproveitaram o mercado de transferências para se reforçar. O Sporting Kansas City contratou  Andreu Fontàs, central formado no Barcelona, e fez regressar Chris Nemeth, avançado que representava os New England Revolution. Os Colorado Rapids e os FC Dallas fizeram um dos grandes negócios do verão, numa transferência que levou Kellyn Acosta para Colorado e Dominique Badji para a formação do Texas. Ainda nos FC Dallas, destaque para a chegada do jovem Pablo Aránguiz para compensar a ida de Mauro Diaz para o futebol árabe.

Acosta e Badji foram protagonistas de um dos grandes negócios do verão (Fonte: Major League Soccer)

Salientar, por fim, a contratação de Wayne Rooney, Vytas e Bill Hamid por parte dos DC United, a chegada de Eric Remidi aos Atlanta United, o ingresso de Brad Smith e de Lucas Janson nos Seattle Sounders e nos Toronto FC, respetivamente, a contratação de Angelo Rodriguez por parte dos Minnesota United, de Mancienne por parte dos New England Revolution e para o regresso de Justin Meram aos Columbus Crew.

Artigo escrito por Diogo Matos, administrador e fundador da página MLS Portugal.

 

 


Entre na discussão


Quem somos

É com Fair Play que pretendemos trazer uma diversificada panóplia de assuntos e temas. A análise ao detalhe que definiu o jogo; a perspectiva histórica que faz sentido enquadrar; a equipa que tacticamente tem subjugado os seus concorrentes; a individualidade que teima em não deixar de brilhar – é tudo disso que é feito o Fair Play. Que o leitor poderá e deverá não só ler e acompanhar, mas dele participar, através do comentário, fomentando, assim, ainda mais o debate e a partilha.


CONTACTE-NOS



newsletter