10 jovens a seguir na Major League Soccer

Diogo MatosMaio 13, 20194min0

10 jovens a seguir na Major League Soccer

Diogo MatosMaio 13, 20194min0
De Fredy Adu a Tyler Adams, são vários os jovens que despontaram na Major League Soccer. O Fair Play e a MLS Portugal dão-lhe a conhecer alguns deles.

Se quase todos os adeptos de futebol tm um pouco de olheiro/observador dentro de si, o Fair Play e a MLS Portugal decidiram assumir esse mesmo papel e destacaram 10 jovens que têm dado cartas na Major League Soccer. De defesas até a goleadores, são vários os atletas sub-21 que estão a dar provas de poder atingir patamares mais elevados

 

Ezequiel Barco (Atlanta United)

Provavelmente o nome mais conhecido da lista. Depois de se destacar ao serviço do Independiente, o jovem extremo argentino tinha meia Europa atrás de si, mas optou por rumar à MLS. A primeira época não foi perfeita, mas, em 2019, Barco tem justificado o investimento que os Atlanta United fizeram em si (cerca de 13 milhões de euros). Rápido e bastante evoluído tecnicamente, soma quatro golos e uma assistência em oito partidas.

 

Ezequiel Barco tem brilhado ao serviço do Atlanta United (Fonte: Futebol Latino)

 

Djordje Mihailovic (Chcago Fire)

Um caso de superação e resiliência. O internacional norte-americano começou a destacar-se em 2017, na altura com 18 anos, mas acabou por sofrer uma rutura de ligamentos do joelho direito em outubro desse mesmo ano. Esteve afastado dos relvados durante dez meses, voltou na reta final da temporada passada e, em 2019, é um dos indiscutíveis para Paunovic. Maduro na forma como se movimenta em campo, o médio ofensivo conjuga inteligência e elegância de uma forma muito interessante.

 

Reggie Cannon (FC Dallas)

Um dos mais experientes da lista. Estreou-se pela equipa dos FC Dallas em 2017, com Óscar Pareja. Em 2018 foi titular indiscutível na lateral direita da defesa e, em 2019, está a repetir o feito. Com 20 anos, seguro a defender e assertivo na forma como apoia o ataque, Reggie Cannon é visto como uma das grandes promessas do futebol norte-americano (já foi internacional por duas vezes).

 

Paxton Pomykal (FC Dallas)

A confirmação daquilo que já era esperado há algum tempo. Visto como uma das grandes promessas da academia dos FC Dallas, Paxton Pomykal aproveitou da melhor forma a saída de Mauro Díaz para ganhar o seu espaço no plantel principal. Beneficiando do facto de Luchi González ter assumido o cargo de treinador do clube, o médio ofensivo de 19 anos soma dois golos e uma assistência em dez jogos até ao momento.

 

Jesús Ferreira (FC Dallas)

Um dos jovens em maior destaque na edição de 2019 da Major League Soccer. Depois de, em 2017, se ter tornado o segundo jogador mais jovem de sempre a marcar um golo na competição (foi, entretanto, superado por Busio na lista liderada por Fredy Adu), Jesús Ferreira aproveitou da melhor forma os problemas físicos de Dominique Badji e conta já com quatro tentos em dez partidas disputadas.

 

Diego Rossi (Los Angeles FC)

O facto de ser um “Designated Player” com apenas 21 anos é assinalável, mas Diego Rossi tem vindo a justificar todo o investimento feito pelos Los Angeles FC. Nascido no Uruguai, o extremo chegou à formação californiana no início da temporada passada. Rápido e com faro de golo, fez balançar as redes por 12 vezes no campeonato em 2018 e este ano já leva seis golos na conta pessoal.

 

Efrain Álvarez (LA Galaxy)

16 anos de muito talento. Evoluído tecnicamente e com boa capacidade de drible, Efrain Álvarez ainda só soma dois jogos na presente edição da MLS, mas já conta com uma assistência. Internacional sub-17 pelo México, tem tudo para ser uma das referências dos Galaxy nos próximos anos.

 

Apesar de só ter 16 anos, Efrain Álvarez já soma uma assistência na edição de 2019 da MLS (Fonte: Soccer America)

James Sands (New York City)

Estreou-se na Major League Soccer em 2017, em 2018 somou mais alguns minutos e 2019 tem sido o seu ano de afirmação. Médio defensivo com uma estampa física assinalável, com boa capacidade de passe e inteligente taticamente, o jovem de 19 anos atuou em dez encontros até ao momento.

 

Brenden Aaronson (Philadeplphia Union)

Uma das maiores surpresas na presente temporada da MLS. A cara de “menino” contrasta com a maturidade que revela dentro de campo. Atuando como médio interior ou médio ofensivo no losango de meio campo dos Philadelphia Union, o jogador de 18 anos tem um golo em dez jogos até ao momento.

 

Gianluca Busio (Sporting Kansas City)

O atleta mais precoce no panorama atual da Major League Soccer. Estreou-se em 2018 com 16 anos, tendo feito um golo na época passada. Na presente temporada, soma três golos em apenas sete jogos, estando a aproveitar todas as oportunidades que Peter Vermes lhe tem dado.

 

Artigo escrito por Diogo Matos, administrador e fundador da página MLS Portugal.


Entre na discussão


Quem somos

É com Fair Play que pretendemos trazer uma diversificada panóplia de assuntos e temas. A análise ao detalhe que definiu o jogo; a perspectiva histórica que faz sentido enquadrar; a equipa que tacticamente tem subjugado os seus concorrentes; a individualidade que teima em não deixar de brilhar – é tudo disso que é feito o Fair Play. Que o leitor poderá e deverá não só ler e acompanhar, mas dele participar, através do comentário, fomentando, assim, ainda mais o debate e a partilha.


CONTACTE-NOS



newsletter