Fair Play apresenta… “The Last Dance”

Rui MesquitaMaio 2, 20205min0

Fair Play apresenta… “The Last Dance”

Rui MesquitaMaio 2, 20205min0
O Fair Play apresenta... "The Last Dance", documentário da ESPN sobre os Bulls de Michael Jordan e a sua caminhada até ao 6º título! Descobre tudo aqui!

Foi com muito entusiasmo que o mundo do basquetebol recebeu a notícia de um documentário sobre os Chicago Bulls de Michael Jordan. The Last Dance anunciava-se como um acompanhamento da última temporada de Jordan em Chicago e prometia muito. O melhor jogador da história, uma das melhores equipas da história e, sem dúvida, uma das mais interessantes. Série original da ESPN e uma das apostas fortes para esta paragem do mundo e do desporto em particular.

Foi anunciado que The Last Dance ia ser transmitido em Portugal na Netflix e, à semelhança do que acontece nos EUA, iriam sair 2 episódios por semana. No momento em que este artigo é lançado já saíram 4 dos 10 episódios. Mas afinal, uma ideia que tem tudo para dar certo, que tem tudo para ser uma série incrível, cumpriu ou desiludiu?

A equipa principal dos Bulls em 1997/1998 (Foto: Chicago Tribune)

O que trata e como é feito

O documentário é baseado em imagens captadas por uma equipa de filmagens autorizada a acompanhar os Bulls na época de 97/98. Estas imagens ficaram fechadas sem poderem ser usadas até 2016 quando, finalmente, Michael Jordan deu permissão para se fazer este documentário.

Mas não foi simplesmente em 2016, foi no dia das celebrações de campeão dos Cleveland Cavaliers de LeBron James, depois de recuperarem de uma desvantagem de 3-1 contra os Golden State Warriors. Dizem que Jordan não queria que o incrível feito de LeBron afetasse o seu estatuto de melhor de sempre e que este documentário facilitaria isso. 4 episódios depois… nós concordamos.

Os 4 primeiros episódios exploram o passado de Jordan, Pippen, Rodman e Phil Jackson. Os 4 pilares daquela época dos Bulls. Pelo meio contam a história de como a equipa chegou até ali, de como a gestão queria destruir a equipa e reconstruir o franchise. Daí o título da série, os Bulls anunciaram que seria a última época de Phil Jackson a treinar a equipa, mesmo que conseguissem o sexto título. Foi mesmo o treinador quem deu o nome. Jackson dava a cada temporada um tema, uma matriz. A de 98 foi precisamente essa “The Last Dance”.

No que a realização diz respeito, The Last Dance está incrível. A história é alternada com comentários (no presente) dos intervenientes. Esses comentários são respondidos por outros intervenientes e a história é muito bem contada. Sem nunca ficar confuso, andamos para trás e para a frente na história para perceber o passado e o presente. Vemos comentários inéditos e surpreendentes, vemos a história pelos olhos e pela voz de quem a viveu.

Jordan com o título de 1998 (Foto: WBUR)

Sem spoilers mas com detalhes novos

Outro ponto a favor deste documentário é, claro, o facto de não haver spoilers. Quem estiver minimamente familiarizado com a história da NBA sabe como essa época termina. Os Bulls vencem a Final contra os Utah Jazz e Jordan abandona a NBA (para voltar anos mais tarde para jogar pelos Washington Wizards).

Apesar de todos sabermos a história, a série não perde o interesse. Há dados novos até para os fanáticos dos Bulls, mas para o fã comum da NBA ou de desporto em geral, é um festim. As relações de Jordan com os companheiros e treinadores que teve, a rivalidade com os Detroit Pistons, as loucuras de Dennis Rodman, a crise entre Pippen e os Bulls.

Não que fosse necessário, mas o documentário ajuda a cimentar o papel de Jordan e dos Bulls na história da NBA e do desporto. Ajuda a cimentar aqueles Bulls como uma das melhores equipas de sempre e uma das dinastias mais implacáveis da NBA.

A série consegue fazer algo inexplicável: criar suspense sobre algo que “toda a gente” conhece. Toda a gente sabe que os Bulls ganham o campeonato de 1998, mas quando a série começa até ficamos com dúvidas sobre essa vitória. Ficamos com dúvidas se Jordan é bem sucedido no regresso à NBA em 1996. Ficamos com dúvidas se Pippen sequer joga na época de 97/98. A capacidade de puxar o espectador para dentro da narrativa é fantástica e uma das melhores caraterísticas desta série documental.

A opinião final e a nota

Nesta nova rubrica do Fair Play, queremos dar a conhecer filmes e séries sobre desporto, mas também dar uma opinião sobre essas obras. Por isso aqui fica a nossa opinião sobre “The Last Dance”:

Uma série documental absolutamente brutal. Bem editada para, mesmo quem já conhece a história dos Bulls, ficar agarrado ao ecrã. Um olhar verdadeiro e detalhado sobre uma das maiores lendas do desporto mundial. Uma série obrigatória para quem se interessa por desporto. Emocionante, respeitosa e brilhante no jogo de imagens entre o passado e o comentário dos intervenientes no presente. Uma narrativa envolvente e muito bem contada.

Nota do Fair Play: 9/10.


Entre na discussão


Quem somos

É com Fair Play que pretendemos trazer uma diversificada panóplia de assuntos e temas. A análise ao detalhe que definiu o jogo; a perspectiva histórica que faz sentido enquadrar; a equipa que tacticamente tem subjugado os seus concorrentes; a individualidade que teima em não deixar de brilhar – é tudo disso que é feito o Fair Play. Que o leitor poderá e deverá não só ler e acompanhar, mas dele participar, através do comentário, fomentando, assim, ainda mais o debate e a partilha.


CONTACTE-NOS



newsletter