As equipas surpreendentes do Oeste e Este da NBA 18/19

João PortugalNovembro 13, 20183min0

As equipas surpreendentes do Oeste e Este da NBA 18/19

João PortugalNovembro 13, 20183min0
Quem são as tuas picks para equipas surpresa neste início de época da NBA? Escolhemos duas que têm sido o orgulho do Oeste e Este da NBA 2018/2019

A época começou em grande para a NBA e entre cestos, afundanços, assistências, público louco, grandes vitórias e derrotas, há também as desilusões e surpresas! Neste artigo trazemos duas surpresas que têm roubado as nossas atenções! O que achas das prestações destas formações do Oeste e Este da NBA 2018/2019?

WELCOME TO MILWAUKEE!

As duas equipas que mais estão a surpreender neste início de época são os Portland Trail Blazers e os Milwaukee Bucks. São casos distintos, mas que em ambos há uma base de aproveitamento das circunstâncias, e também erro por parte de quem os colocou demasiado baixos nas suas previsões antes da temporada começar, onde nos incluímos.

Começando pelos Bucks, o erro principal de análise foi a dificuldade em quantificar em alta o poder que é ter um dos melhores jogadores da liga, a caminhar para ser um dos mais dominadores e indefensáveis, Giannis Antetokounmpo, com um dos melhores treinadores da NBA, Mike Budenholzer. A grande melhoria do grego foi ao nível do ressalto, está a conseguir 13 por partida e é uma das principais necessidades do plantel, a isto se devo pelo facto do novo poste titular Brook Lopez, ser alguém que não tem aptidões para ressaltar.

Nas áreas em que já era fortíssimo, ainda não parou de melhorar, sendo essa a principal razão pelo que o temos que considerar um dos favoritos a MVP. Está a lançar 61,3% de 2pt, incluindo 79% em ataques ao cesto, sendo que o faz nove vezes por partida.

Milwaukee também lidera a NBA em triplos, estão quase a bater nos 200, com 198 marcados, e os grandes responsáveis por este domínio são Khris Middleton e Brook Lopez, que totalizam 15 tentativas por jogo, estando com uma eficácia de 46% e 42%, respectivamente, números extremamente altos.

Saltaram para a liderança da NBA em margem de vitória, com 12 pontos, e, igualmente para o topo na dificuldade de calendário, depois do banho que deram aos Warriors, em Oakland, venceram por 134-111.

THE BLAZING SUN EM PORTLAND

No Oeste, Portland encontra-se em segundo lugar da conferência, com apenas menos um triunfo que os Warriors, e, por muito que os coloquemos em baixa no começo das temporadas, acabam sempre por se esgueirar para o topo. Neste momento, são o franchise contra quem os oponentes lançam pior, somente 42,6%.

Damian Lillard está a jogar ao mesmo nível dos últimos dois anos, o que significa que continua a ser um dos melhores jogadores da NBA, mesmo continuando a não figurar nos top10 dos analistas e especialistas. A influência de Dame na equipa, particularmente no ataque é soberba.

Os Blazers marcam 115,5 pontos por 100 posses de bola, o que é suficiente para um excelente quinto lugar nesta tabela, mas quando Lillard está em court, este valor sobe para os 127 pontos por 100 posses!

A defesa dos Trail Blazers não é tão acidental como pode parecer. Apesar de o indicador do acerto dos adversários não ser minimamente suficiente para análise, há que juntar que são a segunda melhor equipa da NBA em ressaltos totais, 52 por jogo, em que em muito contribuiu transformarem 27% dos lançamentos falhados em ressaltos ofensivos, um valor de elite. Estão ainda em quarto nos roubos de bola, porém se juntarmos o facto de serem a equipa que provoca menos perdas de bola no adversário, percebemos que não é um dado a que devemos dar muita importância.


Entre na discussão


Quem somos

É com Fair Play que pretendemos trazer uma diversificada panóplia de assuntos e temas. A análise ao detalhe que definiu o jogo; a perspectiva histórica que faz sentido enquadrar; a equipa que tacticamente tem subjugado os seus concorrentes; a individualidade que teima em não deixar de brilhar – é tudo disso que é feito o Fair Play. Que o leitor poderá e deverá não só ler e acompanhar, mas dele participar, através do comentário, fomentando, assim, ainda mais o debate e a partilha.


CONTACTE-NOS



newsletter