8. Gabriel Lopes (CLN) - Fair Play


2016 foi um ano de afirmação para Gabriel Lopes. O jovem lousanense passou a ser presença assídua nas convocatórias da selecção nacional, tendo marcado presença nos Europeus de Londres e nos Mundiais de Curta de Windsor. Foi na prova canadiana que Gabriel esteve em maior evidência, melhorando (e nalguns casos melhorando muito) 5 recordes pessoais em 6 provas individuais. Os mínimos para os Campeonatos do Mundo 2017 estão feitos, mas na prova mais forte da natação masculina em Portugal (200 estilos), pelo que terá de confirmar esse mínimo. (Foto: FPN)

Entre na discussão


Quem somos

É com Fair Play que pretendemos trazer uma diversificada panóplia de assuntos e temas. A análise ao detalhe que definiu o jogo; a perspectiva histórica que faz sentido enquadrar; a equipa que tacticamente tem subjugado os seus concorrentes; a individualidade que teima em não deixar de brilhar – é tudo disso que é feito o Fair Play. Que o leitor poderá e deverá não só ler e acompanhar, mas dele participar, através do comentário, fomentando, assim, ainda mais o debate e a partilha.


CONTACTE-NOS



newsletter