23 Mai, 2018

[TOP-10] 200 metros livres masculinos

João BastosAgosto 5, 20171min0

[TOP-10] 200 metros livres masculinos

João BastosAgosto 5, 20171min0
Alexis Santos bateu o record nacional dos 200 metros livres, em Março deste ano com o tempo de 1:48.39, superando o tempo de Luís Vaz

Durante o mês de Agosto, o Fair Play lançará a série dos 10 melhores portugueses em cada prova. Serão considerados apenas os tempos obtidos em piscina longa. Conheça os 10 portugueses mais rápidos dos 200 livres.


Portugal teve uma tradição recente de bons nadadores de 200 metros livres. Prova disso foi ter apurado sempre um nadador para nadar esta prova em Jogos Olímpicos, entre 2000 e 2012, consecutivamente.

Ainda mais representativo da qualidade desta prova no nosso país, foi a presença da estafeta portuguesa 4×200 livres em Atenas 2004 ou nos mundiais de Roma 2009. Naturalmente, neste top estão presentes muitos nadadores que fizeram as suas melhores marcas nesse período compreendido entre 2004 e 2009 e que integraram essas estafetas.

Nos últimos anos, esta prova perdeu muita da sua expressão no nosso país.

Algumas notas sobre o top-10 dos 200 metros livres masculinos:

  • Dois nadadores nadaram abaixo de 1’49 e mais quatro nadaram abaixo de 1’50;
  • Fábio Pereira e Diogo Carvalho não estão presentes no top-10, mas são os dois únicos portugueses que nadaram em 1’48 em estafeta (Fábio: 1:48.68; Diogo: 1:48.83);
  • Quatro nadadores estão no activo;
  • O nadador mais velho é Luís Monteiro (34 anos);
  • O nadador mais novo é Miguel Nascimento (22 anos);
  • Coimbra volta a ser a piscina que produz melhores marcas. Quatro melhores tempos foram lá obtidos.

Entre na discussão


Quem somos

É com Fair Play que pretendemos trazer uma diversificada panóplia de assuntos e temas. A análise ao detalhe que definiu o jogo; a perspectiva histórica que faz sentido enquadrar; a equipa que tacticamente tem subjugado os seus concorrentes; a individualidade que teima em não deixar de brilhar – é tudo disso que é feito o Fair Play. Que o leitor poderá e deverá não só ler e acompanhar, mas dele participar, através do comentário, fomentando, assim, ainda mais o debate e a partilha.


CONTACTE-NOS



newsletter