21 Fev, 2018

Rugby Scouting – As novas estrelas do Rugby Mundial pt.3

João OliveiraJaneiro 9, 20185min0

Rugby Scouting – As novas estrelas do Rugby Mundial pt.3

João OliveiraJaneiro 9, 20185min0
Este é o 15 escolhido pelo Rugby Scouting do Fair Play para 2018. A parte 3 das novas estrelas do rugby mundial de Inglaterra ao Super Rugby

Está escolhido o 15 das jovens promessas no rugby mundial para 2018, muitos deles já são mesmo certezas como podem ter observado pelas incríveis estatísticas.

Desta rubrica de scouting elaborada pelo Fair Play ficam as seguintes curiosidades do quinze eleito:

  • 10 jogadores jogam na posição de ¾ e 5 jogam no pack avançado.
  • Nacionalidades: 4 Neozelandeses; 3 Franceses; 2 ingleses; 2 australianos; 2 galeses; 1 sul-africano; 1 escocês.
  • Média de idades: 20,6 Anos / jogador mais velho: Ross Moriarty (23 Anos) / jogador mais novo: Caleb Clarke (18 anos)

Posto isto, vamos analisar ao detalhe os últimos cinco jogadores da nossa listagem.

Taniela Tupou

Idade: 21 Anos / Altura: 1,75 cm / Peso: 128 kg / Posição: Pilar (prop)

Conhecido como o “Tongan Thor”, devido às suas aptidões físicas, este pilar da era moderna nascido em Tonga, despertou a atenção do rugby mundial desde muito cedo com as suas exibições avassaladoras a jogar pelos sub-14 dos Auckland’s Sacred Heart College (escola neozelandesa).

Um poder físico inacreditável, velocidade e um gosto particular em ter a bola nas mãos são as suas grandes qualidades. Joga na equipa principal dos Queensland Reds no Super Rugby e em Novembro de 2017 foi chamado pela primeira vez aos Wallabies.

 Caleb Clarke

Idade: 18 Anos / Altura: 1,89 cm / Peso: 107 kg / Posição: Ponta (wing)

Caleb Clarke é o jogador mais novo desta escolha Fair Play, com apenas 18 anos foi um dos grandes destaques da World Rugby U20 Championship 2017. Segundo melhor marcador de ensaios do torneio (seis da sua autoria) e foi quem quebrou a linha defensiva num maior número de vezes com 14 perfurações.

É prematuro dizer isto mas pode estar aqui um jogador de características muito semelhantes a Julian Savea, veremos como se comporta na sua estreia pelos Blues no Super Rugby deste ano, sob o comando do eterno Tana Umaga.

foto: newshub.co.nz

 Tiaan Falcon

Idade: 19 Anos / Altura: 1,81 cm / Peso: 90kg / Posição: médio de abertura (fly-half)

A par de Caleb Clarke, o jovem mágico Tiaan Falcon foi outra das peças fundamentais para o título de campeão mundial alcançado pelos “Baby Blacks”. Melhor marcador do torneio com 69 pontos.

Exímio no jogo ao pé, é um “playmaker” de raiz, que na maior parte das vezes recorre sempre à melhor opção dentro de campo. Um jogador a ter em conta também ele no Super Rugby 2018 ao serviço dos Chiefs.

foto: sporty.co.nz

Ross Moriarty

Idade: 23 Anos / Altura: 1,88 cm / Peso: 106 kg / Posição: 3ª linha (flanker/nº 8)

Ross Moriarty foi de todos os enumerados na rubrica de scouting do Fair Play, quem teve uma maior ascensão num curto espaço de tempo. Nascido em St Helens, Merseyside (Inglaterra), este jovem jogador chegou a alinhar pela seleção inglesa nas camadas jovens. Mas como filho do internacional galês, Paul Moriarty, ganhou o direito de jogar pela seleção do País de Gales, onde teve até ao momento as suas grandes conquistas.

Jogador muito duro na placagem, que ganha metros atrás de metros no ataque. Vejamos bem, com apenas 23 anos já conta com 17 internacionalizações por Gales, uma conquista do IRB Junior World Championship em 2014, uma presença no Mundial de 2015 em Inglaterra e já têm no seu vasto currículo um Tour ao serviço dos British and Irish Lions (apenas e só os melhores do Reino Unido numa equipa).

Anthony Belleau

Idade: 21 Anos / Altura: 1,77 cm / Peso: 85 kg / Posição: médio de abertura (fly-half)

Sem dúvida, um dos novos prodígios franceses que em 2017 revolucionou o jogo do Toulon e da seleção francesa. Este jogador formado no SU Agen, é inteligente na forma como pauta o ritmo de jogo da sua equipa e tem um jogo ao pé de fazer inveja.

A sua afirmação numa equipa de “galáticos” como é o Toulon, demonstra toda a sua qualidade, onde comanda uma linha de ¾ com nomes como Ma´a Nonu, Bastareaud, Feikitoa, Habana, Clerc, Tuisova, entre outros. Veremos se o seu desempenho no Torneio das Seis Nações 2018 vai ser a confirmação do seu valor, a França bem precisa da sua genialidade.

Nota: Esta é uma rubrica semanal/mensal dedicada ao Scouting do Mundo do Rugby

De salientar que nomes como Maro Itoje, Rieko Ioane, Malcom Marx, Anthony Watson, Pablo Matera, Anton Lienert-Brown, Jan Serfontein, Gael Fickou, Damian Mckenzie, Huw Jones, entre muitos outros não foram considerados para esta listagem por já serem valores confirmados e indiscutíveis nos seus clubes e respetivas seleções.


Entre na discussão


Quem somos

É com Fair Play que pretendemos trazer uma diversificada panóplia de assuntos e temas. A análise ao detalhe que definiu o jogo; a perspectiva histórica que faz sentido enquadrar; a equipa que tacticamente tem subjugado os seus concorrentes; a individualidade que teima em não deixar de brilhar – é tudo disso que é feito o Fair Play. Que o leitor poderá e deverá não só ler e acompanhar, mas dele participar, através do comentário, fomentando, assim, ainda mais o debate e a partilha.


CONTACTE-NOS




Newsletter


Categorias


newsletter