23 Out, 2017

FEDS: a equipa do futuro da NBA?

João FerreiraAgosto 27, 20174min1

FEDS: a equipa do futuro da NBA?

João FerreiraAgosto 27, 20174min1

Os Philadelphia 76ers são, sem sombra de dúvidas, uma das equipas mais entusiasmastes da Conferência Este e da NBA. É verdade que a equipa precisa de tempo para crescer por ser muito jovem mas possui a qualidade para vir a ser uma das melhores equipas dos últimos anos a par dos GSW, com as devidas comparações .

Os dois últimos anos foram penosos com a equipa dos Philadelphia 76ers a ser apelidada como uma das piores equipas de sempre da história da NBA. Esta desgraça exibicional (para se ter uma noção, nos 82 jogos da época transacta, o conjunto de Philly ganhou apenas 28 jogos e perdeu os restantes 54) por parte dos 76ers permitiu-lhes, ao longo dos últimos anos, uma pick bastante alta aquando da altura do Draft.

As primeiras picks

Desta forma pelo 2º ano consecutivo tiveram a 1ª pick do Draft, recebendo assim nas suas hostes Markelle Fultz, um dos jogadores mais promissores da liga. Markelle, que na faculdade de Washington (e que não conseguiu levar a equipa aos playoffs) obteve uma média espantosa de 23.2 pontos por jogo e 5.9 e 5,7 de assistências e de ressaltos por jogo, respectivamente. Fultz lutou com Lonzo Ball pelo lugar máximo das escolhas das equipas da liga norte-americana de Basquetebol mas foi este que foi selecionado para se juntar aos Philadelphia 76ers.

A 1ª escolha do Draft (Foto:ESPN)

A partir do dia em que Fultz se juntou os fãs da NBA criaram o que vai ser a equipa dos Philadelphia 76ers nos próximos anos: os FEDS. Este acrónimo refere-se aos quatro jogadores mais jovens desta equipa: Markelle Fultz, Joel Embiid, Dario Saric, Ben Simmons.

Ben Simmons foi a 1ª pick do ano passado teve a época passada praticamente toda lesionado com uma fractura no pé o que o impediu de mostrar aquilo que realmente era o seu potencial. Desta forma, e com a lesão debelada, o ala apresenta-se como uma das principais promessas no que toca ao tiro exterior e à capacidade de finalizar os lances por si criados. O antigo jogador da LSU possui uma estampa física enorme e tem vindo a trabalhar ao longo do verão para se apresentar nas melhores condições físicas no inicio da NBA. Está aqui um caso sério para ser um grande jogador.

Os restantes FEDS

Joel Embiid, o gigantesco poste dos 76ers que também tem vindo a sofrer de algumas lesões que o impediram de mostrar aquilo que realmente vale é um dos postes mais promissores das NBA a par de Karl-Anthony Towns. O americano teve uma lesão que o tem vindo a afectar desde o Draft mas segundo consta, a lesão está completamente ultrapassada e será, esta época capaz de criar mossa nas tabelas adversárias, seja no jogo interior seja nos ressaltos ofensivos.

 

Por sua vez, Dario Sarič, que fez as despesas praticamente todas da equipa no ano passado, é um jogador mais conhecedor do basquetebol europeu. O croata começou a carreira no Cibona Zagreb tendo passado também no Anadolu Efes (Turquia) antes de assinar pelos 76ers no ano passado. Foi, sem dúvida, o jogador mais em destaque desta equipa no ano passado a par de T.J. McConnel, tendo mesmo sido nomeado por dois meses consecutivos o Rookie do Mês da Conferência Este.

O melhor jogador da época passada dos 76ers (Foto: ESPN)

Outros Destaques

Apesar de todos estes jogadores ainda existe outro destaque nesta free-agency para a equipa de Philadelphia: J.J. Redick, o base contratado à desmantelada equipa dos Clippers. É um dos melhores reforços para esta equipa porque vem juntar uma experiência abismal à equipa que é muito jovem. O registo do base é espantoso com idas aos playoffs todos os anos desde que ingressou na equipa dos Orlando Magic.

Esta é sem duvida uma das equipa mais promissoras desde há muito na liga e esperemos que sejam capazes de trazerem de volta a Philly os anos de glória, anos esses passados com um dos melhores jogadores de sempre, Allen Iverson.

Serão os FEDS capazes de chegar, pelo menos, às meias-finais da Conferência Este?

 

5 provável: Markelle Fultz, J.J.Redick, Ben Simmons, Dario Sarič e Joel Embiid


One comment

  • Filipe Casinhas

    Agosto 27, 2017 at 7:17 pm

    O Ben Simons é muito mais conhecido pela sua capacidade de passe do que outra coisa, e o Joel embiid não é americano mas sim camaronês

    Reply

Entre na discussão


Quem somos

É com Fair Play que pretendemos trazer uma diversificada panóplia de assuntos e temas. A análise ao detalhe que definiu o jogo; a perspectiva histórica que faz sentido enquadrar; a equipa que tacticamente tem subjugado os seus concorrentes; a individualidade que teima em não deixar de brilhar – é tudo disso que é feito o Fair Play. Que o leitor poderá e deverá não só ler e acompanhar, mas dele participar, através do comentário, fomentando, assim, ainda mais o debate e a partilha.


CONTACTE-NOS



newsletter