19 Fev, 2018

Carmelo Anthony e Dwayne Wade: o renascer das estrelas?

João FerreiraSetembro 30, 20175min0

Carmelo Anthony e Dwayne Wade: o renascer das estrelas?

João FerreiraSetembro 30, 20175min0
Duas estrelas que foram dadas como "mortas" na NBA mas que apesar da idade continuam a ser jogadores preponderantes em qualquer equipa. Vamos ver o que é que este ano lhes reserva.

Muitos foram os jogadores que passaram pela liga norte-americana de basquetebol, uns com maior outros com menor impacto no jogo. No entanto, duas estrelas de um passado próximo continuam a mexer com os corações dos adeptos da NBA e a acrescentar valor a equipas que vêem assim as suas hipóteses de ir mais longe aumentar. Falamos, pois, de Carmelo Anthony, recém-chegado aos Oklahoma City Thunder e Dwyane Wade, que chegou aos Cleveland Cavaliers para ir fazer companhia ao seu melhor amigo LeBron James.

Durante o Verão muito se falou sobre estas duas estrelas do jogo, tendo mesmo sido dados como certos na mesma equipa (Cleveland). No caso de Carmelo Anthony, os OKC chegaram-se à frente (o GM da equipa de Oklahoma fez um trabalho assombroso, este ano) e conseguiram-no juntar ao MVP do ano passado, Russell Westbrook, e a Paul George em troca de Enes Kanter e Doug McDermott.

O caso de Dwyane Wade foi um tanto ou pouco diferente visto que foi o jogador a fazer o buyout e partir para uma equipa onde finalmente se sentia desejado. O ano passado o ambiente não foi o melhor em Chicago o que levou mesmo o Big 3 da equipa a dispersar: Jimmy Butler foi para Minnesota, Rajon Rondo foi para New Orleans e neste caso Dwyane Wade foi para Cleveland. 

No entanto, é preciso entender que os últimos anos destas duas estrelas da NBA têm sido bastante ingratos para não dizer pior.

Carmelo Anthony: a estrela mais desvalorizada da NBA

Depois de ter sido draftado para o Denver Nuggets em 2003 como 3ª pick (atrás, apenas, de LeBron James e de Darko Milicic) e de ter feito dos Denver Nuggets uma equipa melhor do que àquilo que era o seu real valor, Melo foi trocado para Nova Iorque, a sua equipa do coração, o que acabou por ser uma escolha sensata dentro das equipas que estavam interessadas na sua aquisição.

Melo nos primeiro tempos de NBA (Foto: Denver Stiffs)

Porém, nos Knicks, Carmelo encontrou um franchise completamente desfragmentado por uma série de gestões ruinosas, o que nunca permitiu, tanto à equipa como ao jogador, lutarem por um título da NBA, título que falta no palmarés da estrela mais desvalorizada de toda a NBA. Nunca nos podemos esquecer que estamos a falar de um 10x All-Star e de um Campeão Olímpico pelos Estados Unidos (tarefa não é muito complicada no entanto).

O futuro de Melo

Agora, nos Oklahoma City Thunder, Hoddie Melo (33 anos) tem finalmente uma equipa ao seu nível. Vamos ver o que o futuro lhe reserva mas estamos bastante esperançosos em poder ver Carmelo Anthony a chegar bastante longe nos playoffs da Conferência Oeste e quem sabe mesmo chegar à final. A equipa dos OKC que já contava com o base mais atlético da NBA e MVP do ano passado, Russell Westbroook, com o poste bastante competitivo e combativo, Steven Adams, e que ainda juntou o 4x All-Star, Paul George, vê, assim, em Carmelo Anthony, o jogador ideal para fazer a equipa crescer! 

Será que vamos ver Carmelo numa final da NBA?

 

O sorriso não engana ninguém (Foto: Scoopnest)

Dwyane Wade: o reencontrar de um amigo

Quem não se lembra dos tempos áureos de Dwyane Wade? É impossível não lembrar e ligado a esse sucesso estão duas personagens: um franchise, Miami Heat, e um jogador, LeBron James.

Dwyane Wade passou 12 anos na equipa de Miami e desde que foi draftado, no mesmo ano de Melo, que se percebeu que era um jogador com nota artística acima da média. A facilidade em chegar ao cesto e concretizar as jogadas, mesmo estando em dificuldades, foram e são uma das suas principais características. 

Passados esses 12 anos em Miami, e depois de ter feito parte de um Big (neste caso era mesmo enorme) 3 com LeBron James e Chris Bosch (onde ganharam dois títulos da NBA), Wade partiu para Chicago, para a mítica equipa dos Bulls.

O ano que passou não foi, definitivamente, o melhor com a equipa a ter muitos problemas no seio do balneário o que levou a que Wade chegasse a acordo com os Bulls para um buyout que o levou até Cleveland.

Nos Cavaliers, Wade vai reencontrar o seu melhor amigo LeBron James, bem como uma equipa que sofreu algumas mudanças com a partida de Kyrie Irving e com a chegada de elementos como Derrick Rose, Isaiah Thomas ou Jae Crowder.

Apesar da idade (35 anos), Dwyane Wade tem tudo nos Cleveland Cavaliers para fazer uma época de sonho bem ao jeito daquelas que teve em Miami. Mais uma vez, tal como no caso de Carmelo Anthony, pensamos que Wade será uma peça preponderante na dinâmica da equipa que pretende fazer frente ao poderio de Golden State.

Será Dwyane Wade capaz de voltar aos tempos antigos?

O futuro (Foto: Youtube)

Vamos ver o que o ano lhes reserva

Se existem dúvidas que estes são dois dos melhores jogadores de sempre da NBA? Pensamos que é consensual que não existem quaisquer duvidas. No entanto, estas duas estrelas já foram dadas como “mortas” para o jogo e têm, este ano, uma oportunidade de luxo para provar aos maiores críticos que nunca estiveram mais errados. No caso de Carmelo, a desvalorização por parte da critica é tanta que creio que podemos esperar um Melo motivado para provar o contrário. No caso de Dwyane Wade é a oportunidade de mostrar que o ano passado, em Chicago foi um deslize na carreira de um grande jogador.

Vamos ver o que o futuro lhes reserva!

 


Entre na discussão


Quem somos

É com Fair Play que pretendemos trazer uma diversificada panóplia de assuntos e temas. A análise ao detalhe que definiu o jogo; a perspectiva histórica que faz sentido enquadrar; a equipa que tacticamente tem subjugado os seus concorrentes; a individualidade que teima em não deixar de brilhar – é tudo disso que é feito o Fair Play. Que o leitor poderá e deverá não só ler e acompanhar, mas dele participar, através do comentário, fomentando, assim, ainda mais o debate e a partilha.


CONTACTE-NOS




Newsletter


Categorias


newsletter