21 Ago, 2017

A Previsão da 2ª Ronda dos Playoffs da NBA

João FerreiraMaio 5, 20178min0

A Previsão da 2ª Ronda dos Playoffs da NBA

João FerreiraMaio 5, 20178min0

Depois de uma primeira ronda sem grandes surpresas em relação ao desfecho final das séries, mas com grandes jogos em termos de espetáculo, aproxima-se a altura das grandes decisões da NBA e como tal são nestes próximos jogos que se vêem as grandes e pequenas equipas. Apesar de alguns conjuntos parecerem no pico da sua forma competitiva, outros parecem ter dificuldades nos modelos de jogo dos adversários.

Embora as séries já levem 2/3 jogos realizados, o Fair Play não podia de deixar a previsão daquilo que vão ser os jogos da 2ªRonda dos playoffs da NBA a medida que nos aproximamos das finais da liga norte americana de basquetebol. Os jogos tornam-se mais agressivos, as equipas ganham atitude e os fãs ganham com todo este espetáculo.

San Antonio Spurs vs Houston Rockets

Provavelmente a série mais espectacular, em termos teóricos, desta 2ª ronda dos playoffs. As duas equipas apresentam-se no pico da forma com os seus melhores jogadores a contribuírem muito para aumentar a qualidade do basquetebol praticado.

De facto do lado de San Antonio, após 2 jogos realizados, existem algumas considerações a ter: LaMarcus Aldridge parece estar ainda a recuperar do susto que apanhou nos últimos jogos da época regular (o jogador teve um problema cardíaco que o obrigou a parar durante alguns jogos) e a lesão que afasta Tony Parker do resto da época vai obrigar Paty Mills a assumir o jogo dos texanos de San Antonio.

Tudo isto não parece afectar o “MVP silencioso”, Kawhi Leonard. ” The Claw” tem estado impressionante nos últimos jogos tendo mesmo  em conta que marcou 81,3% dos lançamentos efectuados num total de 34 pontos no último jogo.

Tudo isto, juntamente com o factor defensivo que tem sido realçado com as constantes boas exibições a defender James Harden só ajudarão os San Antonio Spurs na busca pelo título.

Do outro lado estão os Houston Rockets, equipa que assumiu no início da época o objectivo de chegar ao título de campeão da NBA. Para isso contam com um dos melhores treinadores da liga Mike D’Antoni e com um dos melhores jogadores da liga, senão o melhor, James Harden.

Esta experiente equipa, que conta com jogadores com Trevor Ariza ou Patrick Beverley, parece ter apenas um problema que se reflete em todas as equipas de D’Antoni: a defesa é muito pobre e a equipa não o esconde (prefere marcar muitos pontos para compensar do que defender melhor).

Com jogadores como Lou Williams ou Eric Gordon a saltarem do banco e a contribuírem com muitos pontos prevê-se que os Houston Rockets possam fazer uma grande série.

Previsão: Apesar de terem um ataque do outro mundo, penso que a dificuldade defensiva dos Houston Rockets dará vantagem ao Spurs que passarão a série ao 7º jogo.

Irá Kawhi bloquear a passagem de Harden à próxima ronda? (Foto:ESPN)

Utah Jazz vs Golden State Warriors

Os Golden State Warriors continuam a sua senda de vitória depois de uma época regular marcada pelo sucesso (67 vitorias e apenas 15 derrotas). A equipa de Oakland parece cada vez mais entrosada entre si e os resultados assim o afirmam, com os Warriors a terem despachado os Trail Blazzers em 4 jogos e a ameaçarem repetir o resultado frente a uma das equipas sensação desta época: os Utah Jazz.

O regresso intermitente de Kevin Durant, bem como a subida de rendimento de Steph Curry e de Draymond Green (tem sido um elemento fundamental no movimento ofensivo e defensivo da equipa), tem feito com que os Golden State se apresentem como uma das duas equipas favoritas a ganhar a NBA. É importante referir o aparecimento e aumento de qualidade de jogo de Javale McGee que se tem revelado como um jogador a ter em conta para o próximo ano e para o que resta dos playoffs.

Os Jazz, por seu lado, têm uma das melhores defesas da liga. Esta equipa de Salt Lake City, conta com um inspiradíssimo Gordon Hayward e com um dos melhores defesas da liga, Rudy Gobert, para atacar os Warriors. Este conjunto, que é sem dúvida uma das boas surpresas desta época, parece ter na equipa enquanto colectivo a sua maior força, contando com todos os jogadores para derrotar os Warriors.

Previsão: A série já leva 2-0 a favor dos Warriors, o que me faz acreditar que estes não terão problemas em resolver a mesma em 5 jogos.

Será que os Golden State passam Utah com facilidade? (Foto:ESPN)

Cleveland Cavaliers vs Toronto Raptors

Uma reedição da Final da Conferência Oeste do ano passado, que parece ir ter exatamente o mesmo desfecho. Até há uns três/quatro meses atrás, as duas equipas pareciam ser semelhantes, em termos de qualidade com os Toronto Raptors a acabarem mesmo a Conferência Este em 3º lugar.

A equipa de Cleveland, que tem vindo a subir de rendimento desde o final da época regular e início dos playoffs, está imparável com 6 vitória em outros tantos jogos nos playoffs deste ano.

Lebron James parece não ter fim e continua a bater recordes noite após noite, o que só facilita a vida à equipa de Cleveland. Kyrie, Love, J.R. Smith e Tristan Thompson bem como todo o plantel de Cleveland tem vindo a mostrar ser capaz de acompanhar o ritmo imposto pelo The King que irá com certeza levar mais uma vez a sua equipa à final da Conferência.

Do outro lado, a equipa canadiana dos Toronto Raptors conta com um conjunto com qualidade indiscutível mas que peca na consistência em momentos decisivos. As duas super-estrelas, Kyle Lowry e DeMar DeRozan, parecem não ser consistentes nos momentos decisivos tendo este último jogador tido um desastrado jogo 2 contra os Cavaliers com apenas 5 pontos marcados. Apesar das boas exibições de Serge Ibaka e de Valenciunas e com PJ Tucker a aparecer bem do banco, o conjunto canadiano parece não ter muitas hipóteses contra uns qualificadíssimos Cavaliers.

Previsão: Os Cavaliers vão continuar o passeio nos playoffs rumo a mais uma final da NBA e por isso resolverão esta série em 5 jogos.

Lebron não irá ter dificuldades em abater DeMar DeRozan (Foto: Getty Images)

Boston Celtics vs Washington Wizards

Esta série apresenta-se como a série mais equilibrada dos playoffs da Conferência Este. De facto, as duas equipas são bastante parecidas tanto na qualidade dos seus jogadores, como na qualidade de jogo posto dentro do court. Penso que nesta série a home court advantage será essencial.

De um lado, os Boston Celtics e Isaiah Thomas que se recompôs, após a morte da sua irmã, o suficiente para continuar a criar jogo para a equipa de Boston. O pequeno base tem sido a peça chave de Brad Stevens ao longo de toda a época, sendo que nos playoffs não tem sido diferente, com Isaiah a assumir não só o controlo do jogo em termos de jogadas como também em termos de pontos. No entanto, a equipa de Boston não se resume apenas a Thomas (que pode e tem tido dificuldade em defender Wall) , com Al Horford a melhorar o seu rendimento que vinha a cair e com Jae Crowder e Marcus Smart a aumentarem, também, o seu ritmo de jogo.

Os seus adversários, os Washington Wizards, têm em John Wall e Bradley Beal os seus verdadeiros salvadores, sendo que neste momento o jogo da equipa da capital passa sempre por estes dois construtores de jogo. Com Marcin Gortat a ser um potento no jogo mais perto da tabela e com Otto Porter Jr. a lançar de 3 pontos como só ele sabe fazer, os Wizards podem pensar em seguir em frente se se mantiverem coesos tanto no ataque como na defesa com Markieff Morris em destaque no momento defensivo.

Previsão: Tal como afirmei, a home court advantage vai ser um ponto chave desta série e penso que Boston irá seguir em frente ao final de 7 jogos.

Será Wall capaz de apanhar Isaiah? (Foto:Getty Images)

Mais agressividade, mais espetáculo

Esta ronda tem sido marcada pelo o aumento da agressividade dos jogadores nas bolas dividas e no decorrer do jogo. Isto apenas traz mais emoção e mais espetacularidade ao jogo que já de si é fantástico. Vamos ver o que esta ronda nos reserva à medida que nos aproxima-mos do final de mais um ano de NBA.


Entre na discussão


Quem somos

É com Fair Play que pretendemos trazer uma diversificada panóplia de assuntos e temas. A análise ao detalhe que definiu o jogo; a perspectiva histórica que faz sentido enquadrar; a equipa que tacticamente tem subjugado os seus concorrentes; a individualidade que teima em não deixar de brilhar – é tudo disso que é feito o Fair Play. Que o leitor poderá e deverá não só ler e acompanhar, mas dele participar, através do comentário, fomentando, assim, ainda mais o debate e a partilha.


CONTACTE-NOS



newsletter