19 Fev, 2018

Diário da Mila #1: Viver e treinar nos Estados Unidos

Fair PlayOutubro 8, 20174min6

Diário da Mila #1: Viver e treinar nos Estados Unidos

Fair PlayOutubro 8, 20174min6
Tamila Holub, escreverá aos leitores do Fair Play contando sobre a sua experiência de treino na NC State, na nova rubrica "Diário da Mila"

Fique com o primeiro episódio do “Diário da Mila” contado na primeira pessoa


Recordo-me que já disse que escrever é uma das coisas que menos gosto… mas apesar da dor nos braços, sono e estado psicológico constantemente instável, escrevo porque quero partilhar convosco o que é “viver e treinar nos Estados Unidos”.

Depois de passar uma semana de férias na Ucrânia, voltei a Portugal para tratar do visto. Acabei por ficar mais uma semana em casa a “bronzear” e a fazer viagens regulares a Lisboa.

Felizmente o caso ficou resolvido, por isso no dia 25 de agosto vim com toda a minha família até ao aeroporto. Acredito que agora eles estão felizes por finalmente se verem livres de mim 😉 e antes que me perguntem… não, eu não chorei.

Ao chegar aos Estados Unidos fui levada diretamente para o restaurante e isso derreteu logo o meu coração. Conheci os meus 60 colegas de equipa (ainda estou a decorar os nomes) e acabei por comer metade do hamburger já que comer e ter 60 pessoas a olhar para ti não é lá muito conciliável 😀 Também acabei por descobrir que o meu inglês não é assim tão mau e pelos vistos eles até gostam do meu sotaque russoportugûes.

Foto: Arquivo Pessoal Hannah Moore

Por fim mostraram-me a minha nova casa. Este ano vou viver nos dormitórios universitários que se situam a 15 minutos da piscina e do campus. Por isso, quem gosta de contemplar as estrelas e fazer caminhadas as 5 da manhã, será muito bem vindo aqui. Admito que já pensei em arranjar uma bicicleta porque sinto que daqui a pouco já vou poder participar em competições de marcha 🙂

Desde o início deu para compreender que eles levam os estudos mesmo muito a sério e são exigentes com as notas. Vocês podem dizer que não faz sentido e que eles deviam compreender que é difícil conciliar os treinos e os estudos. Bem, a verdade é que aqui fazem tudo o que é possível para ajudar os atletas (ao contrário daquilo que estamos habituados), como por exemplo reuniões semanais com o tutor e um número de horas obrigatórias na sala de estudo. Aliás, todos os professores foram compreensivos comigo e não fizeram dramas acerca da minha ausência nas duas primeiras semanas de aulas.

A minha equipa tem 3 grupos de treino diferentes. Cada grupo tem o seu horário de treino na piscina e no ginásio mas o “treino seco” é feito sempre em conjunto.

Sim…eu tenho feito abdominais, agachamentos e até TENTEI fazer flexões 😀 Resumindo, eles levam a preparação física de forma muito séria e agora a minha vida consiste em decidir qual é a parte do meu corpo que está mais dorida.

Como podem adivinhar eu estou a treinar no grupo dos fundistas (apesar dos meus constantes pedidos de treinar com os brucistas 😀 ) e tenho de admitir que gosto muito destes treinos. O meu treinador dedica-se muito ao trabalho técnico e aos ……ESTILOS!!!.

Agora é necessário esclarecer uma coisa…Para quem não sabe, eu não gosto lá muito (basicamente odeio) de nadar o que quer que seja a não ser crawl e, apesar das tentativas do meu treinador, Luís Cameira, nunca me senti inspirada o suficiente para nadar mariposa e bruços 🙂 Por isso imagino a cegueira que causo ao meu atual treinador quando nado estilos.

Aliás, o treinador principal já me disse que o meu magnífico bruços é a coisa mais horrível que ele já viu na sua vida 😀 mas tendo em conta que ouço isso desde os meus 13 anos, mantive-me optimista e não perdi a fé de um dia ser brucista!

Agora acho que já escrevi o suficiente para uma primeira vez… Só quero referir mais uma coisa: Sempre achei que sou uma pessoa normal que às vezes até consegue ser simpática mas que normalmente é bastante difícil de aturar 🙂 Por isso penso sempre que tenho mesmo muita sorte em ter amigos tão incríveis… Basicamente quero agradecer por todas as mensagens que tenho recebido… obrigada, significam mesmo muito para mim!!!

Por fim espero que todos trabalhem muito, não desistam e façam tudo para conseguir os seus objectivos! Como disse a minha colega de quarto:

Hard times don´t last, but tough people do.

Beijinhos!!!
Mila


6 comments

  • Catarina

    Novembro 29, 2017 at 10:49 am

    Muitos parabéns Tamila.
    Mereces muitas realizações pois és uma lutadora.
    Fico mesmo feliz por ti por estares a ser apoiada.
    Muitos beijinhos,
    Catarina (biologia) (:

    Reply

  • Jorge Sampaio

    Outubro 10, 2017 at 9:30 pm

    Vai Mila, you can😉.
    Já sabias que não ia ser fácil, mas tu és grande, enorme, tudo de bom. Bjinhos

    Reply

  • Gabriela

    Outubro 10, 2017 at 8:43 am

    Boa sorte e montanhas de energia positiva para as semanas, dias de variação de humor. Tu és uma campeã! 😉💚

    Reply

  • José Martinho

    Outubro 9, 2017 at 10:33 pm

    Olá Tamila.
    Muitos parabéns por tudo que conseguiste até agora, obrigado pela partilha da tua experiência e muita sorte para está nova fase da tua vida.

    Reply

  • Nelson Conceição

    Outubro 9, 2017 at 4:10 pm

    Obrigado pela partilha da experiência. Bom trabalho!

    Reply

  • José Martinho Álvaro

    Outubro 9, 2017 at 12:20 pm

    Parabéns Tamila pela nova fase da tua vida!

    Reply

Entre na discussão


Quem somos

É com Fair Play que pretendemos trazer uma diversificada panóplia de assuntos e temas. A análise ao detalhe que definiu o jogo; a perspectiva histórica que faz sentido enquadrar; a equipa que tacticamente tem subjugado os seus concorrentes; a individualidade que teima em não deixar de brilhar – é tudo disso que é feito o Fair Play. Que o leitor poderá e deverá não só ler e acompanhar, mas dele participar, através do comentário, fomentando, assim, ainda mais o debate e a partilha.


CONTACTE-NOS




Newsletter


Categorias


newsletter