19 Fev, 2018

MotoGP – Grande Prémio do Japão

João DuarteOutubro 18, 20174min0

MotoGP – Grande Prémio do Japão

João DuarteOutubro 18, 20174min0
A 15ª etapa do circuito mundial, o GP do Japão em Motegi, realizado entre 13 e 15 de Outubro, teve novamente surpresas. Os líderes das três classes não conseguiram sair vitoriosos e perderam alguma da vantagem que tinham sobre os rivais.

O Fairplay volta ao ataque sobre duas e faz um resumo da 15ª etapa do circuito mundial, o GP do Japão em Motegi, realizado entre 13 e 15 de Outubro.

No Japão os líderes das três classes não conseguiram sair vitoriosos e perderam alguma da vantagem que tinham sobre os rivais.

MotoGP

Nos treinos livres da principal categoria, e como já era de esperar, Marc Marquez e Andrea Dovisioso foram dominantes e os únicos a rodar abaixo de 1’55’’, o que nos fazia prever mais uma grande luta pela vitória na etapa entre os dois.

Na qualificação a história foi diferente, com o rookie da classe, Johann Zarco a fazer o melhor tempo e a garantir a pole para domingo. Marc Marquez conseguiria apenas o terceiro melhor tempo e Dovisioso iria sair apenas da nona posição.

No dia da corrida Marc Marquez mostrou estar bem preparado para as condições adversas que se iam sentir na corrida e fez o melhor tempo da sessão de aquecimento.

Já na corrida iríamos assistir a grandes recuperações, algumas quedas e lutas até à bandeira axadrezada pelas melhores posições.

Ao todo foram seis as quedas e desistências, entre as quais as de Valentino Rossi a 19 voltas do final e de Dani Pedrosa a 4.

A maior das recuperações foi de Andrea Dovisioso que depois de sair da nona posição da grelha de partida, conseguiu subir à quarta posição logo na 1ª volta e travou depois uma luta a dois pela vitória da corrida com Marc Marquez a partir da 14ª volta.

Dovisioso saiu mesmo vitorioso ao conseguir remediar a ultrapassagem interior que acabou por ser falhada de Marquez na última curva da corrida. Marquez teve de se contentar com a segunda posição e uma ligeira aproximação na classificação por parte de Dovisioso. Danilo Petrucci fechou o pódio a mais de 10 segundos.

Marquez é agora líder por apenas 11 pontos de diferença de Dovisioso, o que deixa tudo em aberto, como já o era à partida para o Japão.

Dovisioso! (Foto:MotoGP)

Moto2

Nas sessões de treino, Thomas Luthi e Alex Marquez foram os mais rápidos da classe intermédia de MotoGP, mas foi o japonês Takaaki Nakagami a correr em casa a conseguir a pole position na sessão de qualificação no sábado. Em segundo qualificou-se Alex Marquez e em terceiro Xavi Vierge.

A corrida foi liderada por Nakagami até à 10ª volta, altura em que foi ultrapassado pelo espanhol Alex Marquez e que acabou por sair vencedor a mais de 1,4 segundos de Xavi Vierge, segundo classificado e 3 segundos de Hafizh Syahrin, que acabou em terceiro.

Morbidelli que esteve com dificuldades durante todo o fim-de-semana acabou apenas em 8º lugar, o que não foi preocupante para o italiano, uma vez que Thomas Luthi, segundo da classificação geral, acabou a corrida em 11º e não conseguiu aproximar-se.

A única alteração relevante na classificação geral foi a subida do vencedor, Alex Marquez, à terceira posição, por troca com Miguel Oliveira que é agora quarto do campeonato, depois do 7º posto na corrida.

Alex Marquez (Foto: Vroom Magazine)

Moto3

Na classe mais baixa, os italianos estiveram em destaque. Nicolo Bulega foi o mais rápido das sessões de treino e acabou também por conseguir a pole position na sessão de qualificação.

Mas foi Romano Fenati a conseguir vencer a corrida, a sua terceira vitória da época, depois de ter saído da sexta posição da grelha de partida e de ter liderado desde a terceira volta do circuito. Em segundo ficou Niccolò Antonelli, o seu primeiro pódio da época e em terceiro Marco Bezzecchi, conquistando o seu primeiro pódio da carreira.

Na classificação geral, Fenati encurtou a distância pontual de Joan Mir que não conquistou qualquer ponto ao ficar na 17ª posição da corrida, estando agora a 55 pontos deste.

Fenati celebrates! (Foto: Motorsport)


Entre na discussão


Quem somos

É com Fair Play que pretendemos trazer uma diversificada panóplia de assuntos e temas. A análise ao detalhe que definiu o jogo; a perspectiva histórica que faz sentido enquadrar; a equipa que tacticamente tem subjugado os seus concorrentes; a individualidade que teima em não deixar de brilhar – é tudo disso que é feito o Fair Play. Que o leitor poderá e deverá não só ler e acompanhar, mas dele participar, através do comentário, fomentando, assim, ainda mais o debate e a partilha.


CONTACTE-NOS




Newsletter


Categorias


newsletter