22 Out, 2017

Grande Prémio de Itália – Autodromo del Mugello

João DuarteJunho 7, 20174min0

Grande Prémio de Itália – Autodromo del Mugello

João DuarteJunho 7, 20174min0

Mugello foi a pista que recebeu na passada semana, de 2 a 4 de Junho o GP de Itália. Esta etapa teve como vencedores Andrea Migno em Moto3, Mattia Pasini em Moto2 e Andrea Dovizioso em MotoGP, todos eles italianos e com a particularidade de ter sido a primeira vitória dos três no ano de 2017.

Moto3

No primeiro dia realizaram-se os dois primeiros treinos livres, com os quatro pilotos mais rápidos a rodarem em 1’57 na segunda sessão.

No segundo dia o líder de Moto3, Joan Mir ainda fez o melhor tempo do terceiro treino livre, mas foi Jorge Martin a conseguir a pole na qualificação, seguido de John Mcphee e Joan Mir.

No terceiro dia, dia da corrida, foi Andrea Migno a conseguir surpreender a concorrência e a vencer a corrida ao partir da 13ª posição da grelha de partida. Foi ganhando posições e à sétima volta já era segundo, numa corrida muito disputada, com sucessivas trocas de posições, onde não se conseguia definir um vencer até à última volta.

Em segundo lugar ficou Fabio di Giannantonio, a 37 milésimas, que subiu assim à terceira posição da classificação e em terceiro na corrida ficou Juanfran Guevara a 166 milésimas.

Joan Mir, manteve a liderança da classificação ao acabar em sétimo e Aron Canet subiu ao segunda posição da classificação ao ficar em quinto na corrida.

Moto2

No primeiro dia foi Alex Marquez o mais rápido dos dois treinos livres em Moto2. No segundo dia Mattia Pasini fez a volta mais rápida do terceiro treino livre, à semelhança do que já tinha acontecido no primeiro treino livre do fim-de-semana.

Na qualificação foi Franco Morbidelli a somar mais uma pole, seguido de Alex Marquez e Mattia Pasini.

Já a corrida foi dominada pelo trio Mattia Pasini, Thomas Luthi e Alex Marquez, que disputaram a vitória da corrida ao deixar Franco Morbidelli para trás a partir da oitava volta. No final foi mesmo Mattia Pasini a levar a melhor, com Luthi a ficar em segundo e Marquez em terceiro.

Na classificação geral mantiveram-se as posições no top-5 e Mattia Pasini subiu à sexta posição.

Pasini (Foto: Ultimate Motocycling)

MotoGP

Na classe rainha, Andrea Dovisioso e Cal Crutchlow dominaram o primeiro dia ao rodarem em 1’47’’3.

No segundo dia foi Valentino Rossi a fazer o melhor tempo dos treinos livres com 1’46’’5, tempo que não foi batido nas qualificações, mas ao qual Maverick Vinãles se conseguiu aproximar, conseguindo também a pole position.O segundo lugar foi conseguido por Rossi e o terceiro por Dovizioso.

A corrida foi ganha por Dovizioso que passou para a frente da mesma à passagem da 14ª volta e que controlou até ao fim.

Em segundo lugar ficou Maverick Vinãles que ainda lutou pela vitória com Dovizioso e que manteve a liderança da classificação. A completar o pódio, foi Danilo Petrucci que conseguiu o terceiro posto à frente de Valentino Rossi.

Dovizioso! (Foto: Ultimate Motorcycling)

Miguel Oliveira

Para o português, o fim-de-semana correu melhor que em Le Mans e já conseguiu rodar nas posições da frente. Apesar de se ter qualificado em nono lugar para a corrida, acabou por conseguir conquistar o quinto lugar na mesma e manter o quarto lugar na classificação geral.


Entre na discussão


Quem somos

É com Fair Play que pretendemos trazer uma diversificada panóplia de assuntos e temas. A análise ao detalhe que definiu o jogo; a perspectiva histórica que faz sentido enquadrar; a equipa que tacticamente tem subjugado os seus concorrentes; a individualidade que teima em não deixar de brilhar – é tudo disso que é feito o Fair Play. Que o leitor poderá e deverá não só ler e acompanhar, mas dele participar, através do comentário, fomentando, assim, ainda mais o debate e a partilha.


CONTACTE-NOS



newsletter