24 Fev, 2018

MotoGP – Grande Prémio da Austrália

João DuarteOutubro 25, 20174min0

MotoGP – Grande Prémio da Austrália

João DuarteOutubro 25, 20174min0
A 16ª etapa do MotoGP na Austrália esteve ao rubro. Na antepenúltima prova do circuito, Marc Marquez cimentou a liderança do campeonato, Miguel Oliveira venceu em Moto2 e Joan Mir sagrou-se campeão!

O Fair Play em mais uma etapa do circuito mundial de motociclismo, desta vez na Austrália.

O Grande Prémio australiano, antepenúltimo do circuito mundial de Motogp, foi realizado entre 20 e 22 de outubro e trouxe-nos grandes motivos para festejar. Miguel Oliveira venceu a etapa na classe intermédia, a sua primeira vitória em Moto2. Na categoria de MotoGP foi Marc Marquez a vencer, já em Moto3 Joan Mir voltou às vitórias sagrou-se campeão.

MotoGP

Marc Marquez deu boas indicações ao fazer o melhor tempo em três das quatro sessões de treino livres, mas o melhor foi Aleix Espargaro na segunda sessão a apenas 5 milésimos de Marquez.

Na sessão de qualificação foi novamente Marquez a mostrar que vinha para vencer e cimentar a sua posição na liderança do campeonato, conseguindo a pole position, com Maverick Viñales e Johann Zarco a completarem a primeira linha da grelha de partida.

Já no domingo a corrida teve um desenvolvimento diferente, logo na primeira volta Marquez perdeu a liderança da corrida e foi Jack Miller a assumi-la, liderança essa que lhe durou apenas 4 voltas e que teve bastante rotatividade. Por lá passaram ainda Valentino Rossi, Johann Zarco e Maverick Viñales, antes de Marquez voltar à frente da corrida para não mais larga-la e vencer a corrida. Rossi conquistou o 2º lugar, Viñales o e Dovisioso, o principal concorrente de Marquez no campeonato, ficou apenas em 13º.

Nas contas do campeonato, Marquez continua na liderança, agora com mais 33 pontos de Dovisioso e 50 de Maverick Viñales.

Marc Marquez! (Foto: Red Bull)

Moto2

Na classe intermédia houve também grande disputa pela etapa. Nas sessões de treinos livres Miguel Oliveira, Takaaki Nakagami e Mattia Pasini foram os únicos a baixar de 1’44’’. Na qualificação seria mesmo Mattia Pasini a garantir a pole position, com Marcel Schrotter e Miguel Oliveira a completarem a primeira linha da grelha de partida.

No domingo, apesar da sessão de aquecimento ter sido feita à chuva, a corrida foi feita com piso seco e Miguel Oliveira liderou-a do princípio ao fim, conquistando a sua primeira vitória em Moto2. Chegou a ter mais de 6 segundos de diferença dos concorrentes e acabou com cerca de 3 segundos de vantagem, tendo feito uma boa gestão da corrida.

Em segundo lugar ficou Brad Binder, colega de equipa de Oliveira na Red Bull KTM Ajo, assinando um fim-de-semana perfeito para a mesma. E a fechar o pódio ficou o líder do campeonato Franco Morbidelli.

Na classificação, Miguel Oliveira é agora terceiro por um ponto por nova troca com Alex Marquez, já Morbidelli continua em primeiro a 29 pontos do segundo Thomas Luthi, que acabou a corrida em 10º lugar.

Miguel Oliveira! (Foto: Red Bull)

Moto3

Na classe mais baixa o fim-de-semana foi praticamente dominado por Joan Mir. Fez o melhor tempo dos treinos livres, conquistou o terceiro lugar na qualificação, tendo sido a pole position de Jorge Martin.

Já a corrida não foi assim tão fácil, tendo tido vários líderes, mas no final foi Mir quem sorriu novamente para mais uma vitória no campeonato. Em segundo ficou Livio Loi e em terceiro Jorge Martin, ambos a pouco mais de 3 décimas.

Está assim encontrado o novo campeão de Moto3 de 2017, quando ainda faltam realizar duas etapas para o final, mas já sem hipóteses matemáticas para os adversários. Joan Mir consagra-se pela primeira vez campeão mundial em Moto3, na sua segunda época completa no circuito!

Joan Mir, 2017 Moto3 Champion! (Foto: MotoGP)


Entre na discussão


Quem somos

É com Fair Play que pretendemos trazer uma diversificada panóplia de assuntos e temas. A análise ao detalhe que definiu o jogo; a perspectiva histórica que faz sentido enquadrar; a equipa que tacticamente tem subjugado os seus concorrentes; a individualidade que teima em não deixar de brilhar – é tudo disso que é feito o Fair Play. Que o leitor poderá e deverá não só ler e acompanhar, mas dele participar, através do comentário, fomentando, assim, ainda mais o debate e a partilha.


CONTACTE-NOS




Newsletter


Categorias


newsletter