25 Set, 2017

IX Torneio “Taça Cidade de Torres Novas” – Antevisão

João BastosJaneiro 19, 201712min0

IX Torneio “Taça Cidade de Torres Novas” – Antevisão

João BastosJaneiro 19, 201712min0

Depois do lançamento do IX Torneio “Taça Cidade de Torres Novas”, o Fair Play apresenta os protagonistas. Conheça os 17 clubes que disputarão a Taça Torrejana e o prognóstico do Fair Play sobre os seus principais argumentos para a conquistar

Antes dos nadadores subirem ao bloco, conheça melhor os clubes e o perfil das equipas que estarão no próximo dia 21 de Janeiro a disputar a 9ª edição da Taça Cidade de Torres Novas.

Recordamos que este é um evento com o apoio do Fair Play. Saiba mais sobre o Torneio que decorre já este sábado na cidade ribatejana: https://goo.gl/oaPtSZ

Clube de Natação de Torres Novas

A equipa da casa tem nesta edição do seu torneio uma grande hipótese de garantir que o troféu fica em casa pela primeira vez. Numa época em que sobe de divisão com ambas as equipas (masculina e feminina), vencer o seu torneio seria uma apetitosa cereja em cima de um bolo, já de si, bastante saboroso.

O clube torrejano tem várias provas onde poderá vir a alcançar o lugar mais alto do pódio individual, com particular destaque para Afonso Rosa (50, 100 e 200 costas), Carolina Neves (100 e 200 livres) e as estafetas de 4×100 livres de ambos os géneros que surgem com o melhor tempo da start list.

Recorde a entrevista do Professor Pascoal Mendes, treinador principal do CNTN

Conheça melhor o CNTN aqui.

Fonte: Facebook Clube Natação Torres Novas

Sociedade Filarmónica União Artística Piedense

A SFUAP é outra das equipas candidatas à vitória final. Terá, certamente, muitos pódios e vitórias individuais, sobretudo nas provas masculinas onde aparenta ter os argumentos mais fortes para chegar à vitória final.

João Santos nos 200 livres e a estafeta masculina de 4×100 estilos partem na pole position mas há várias outras provas onde os nadadores da Cova da Piedade têm reais hipóteses de bater na parede primeiro lugar.

Conheça melhor a SFUAP aqui.

Fonte: Facebook SFUAP – Nadadores

Clube de Instrução e Recreio do Laranjeiro

O Laranjeiro é a terceira equipa que destacamos das quatro que consideramos que partem no primeiro patamar de favoritos à conquista da Taça Cidade de Torres Novas.

Rui Horta, nos 100 bruços, é o único nadador do CIRL com o melhor tempo da start list, mas são vários os pódios ao alcance dos nadadores e nadadoras do Laranjeiro.

Recorde a entrevista ao Fair Play dos nadadores Ricardo Pires e Ricardo Estevens que estarão em acção na Piscina de Torres Novas.

Conheça melhor o CIRL aqui.

Fonte: cirlaranjeiro-voleibol.blogspot.pt/

Sport Algés e Dafundo

É, actualmente, a equipa com maiores pergaminhos das presentes em prova. Campeão nacional da 1ª divisão feminina e campeão nacional da 2ª divisão masculina. Mesmo não trazendo todo o seu “arsenal”, o Algés apresenta uma equipa jovem mas de grande qualidade.

A juvenil-A Rafaela Azevedo lidera o line-up dos 50 metros costas e o Algés vê ainda a possibilidade de pódios individuais em mais uma dezena de provas.

Conheça melhor o SAD aqui.

Fonte: ammamagazine.com

Associação Académica de Coimbra

Incluímos a Briosa numa segunda linha de candidatos, mas não pode ser considerada uma surpresa se a Taça for parar a uma vitrina em Coimbra. Principalmente tendo em consideração que a Académica apresenta um dos mais fortes elencos no sector feminino.

Ana Carolina Neves e Matilde Moreira certamente contribuirão com muitos pontos, mas os argumentos dos coimbrões vão muito para além das duas nadadoras juniores.

Conheça melhor o AAC (secção de natação) aqui.

Associação Desportiva, Cultural e Recreativa do Bairro dos Anjos/Bomcar

O clube leiriense apresenta uma equipa bastante equilibrada entre os sectores masculino e feminino. De tal forma, que se a classificação final correspondesse exactamente às posições da start list o Bairro dos Anjos faria os mesmos pontos em masculinos e femininos.

O equilíbrio é tão grande que as provas onde, previsivelmente, o Bairro dos Anjos terá maiores hipóteses de vitória são as provas de mariposa, quer no sector masculino (por Tiago Santos), quer no sector feminino (por Sara Peca).

Conheça melhor o ADBA aqui.

Fonte: Facebook Bairro dos Anjos

Clube de Natação do Tejo

Já o clube de Vila Nova da Barquinha joga os seus maiores trunfos com as suas nadadoras, nomeadamente com Rute Leonardo e Mafalda Marques.

As provas de livres, bruços e estilos no sector feminino vão, com certeza, garantir muitos pontos à equipa do CNTejo.

Conheça melhor o CNTejo aqui.

Fonte: Facebook Clube de Natação do Tejo

 

Sociedade Filarmónica Gualdim Pais

O júnior Bernardo Dionísio já se mostrou a grande nível esta época, por isso contém com ele para disputar as quatro provas em que está inscrito.

Do lado feminino não há nenhuma nadadora tão proeminente como no sector masculino mas a equipa é mais homogénea com Lea Mendes e Catarina Trezentos a terem boas hipóteses de alcançar o pódio nas suas provas.

Conheça melhor a SFGP aqui.

Fonte: Facebook Sociedade Filarmónica Gualdim Pais – Natação

Estrelas de São João de Brito

O Estrelas é apenas a 9ª equipa que apresentamos porque não leva a Torres Novas a constelação toda.

De resto, o clube de Alvalade só inscreveu nadadores em 16 das 30 provas, mas conseguirá uma classificação a meio da tabela, sem grandes sobressaltos. É que praticamente em todas as provas que os nadadores do ESJB nadam, têm reais possibilidades de as ganhar.

Destaque para Frederico Riachos, António Carriço, Nuno Martins, Nuno Rola e Catarina Sequeira que juntos garantem ao Estrelas 9 melhores tempos na start list.

Conheça melhor o ESJB aqui.

Fonte: estrelas-sjb.pt

Clube de Lazer, Aventura e Competição

O CLAC – Entroncamento tem nos juniores Ricardo Leal e Rui Lopes as suas principais armas para garantir uma posição no top-10, ou até algo mais.

Uma equipa que concilia a experiência com a juventude, pode surpreender pelas fortes melhorias de tempos que os seus nadadores mais jovens podem realizar, traduzindo-se em melhores classificações face à start list.

Conheça melhor o CLAC aqui.

Fonte: clac.pt

Associação Naval Amorense

Um equipa que se apresentará muito desfalcada, sobretudo no sector masculino e que por isso não deverá alcançar posições mais cimeiras.

Individualmente poderemos contar com grandes prestações dos nadadores da margem sul, com especial destaque para Beatriz Pereira, Tatiana Pombo e Gonçalo Ferrão, mas a ausência de nadadores amorenses em 11 provas criará a clivagem entre as classificações individuais e a classificação final.

Conheça melhor a ANAM aqui.

Fonte: navalamorense-natacao.blogspot.pt/

Sociedade de Instrução e Recreio Os Pimpões/Cimai

Mais uma equipa que aproveita a Taça Cidade de Torres Novas para dar rodagem aos seus nadadores mais jovens.

Com uma equipa masculina ligeiramente mais forte que a equipa feminina, os destaques da equipa caldense deverão ser os juniores Sebastião Gomes e João Santana.

Conheça melhor Os Pimpões aqui.

Fonte: Facebook Pimpões

Associação Orientadora para a Natação Desportiva em Azeitão

É das equipas com a idade média mais baixa (14,6 anos), sobretudo no sector feminino onde se apresenta com 4 infantis e uma juvenil-B.

Por isso, onde terá maiores aspirações a boas classificações (pódios, inclusivé) é no sector masculino. A melhor posição d’A ONDA é nos 50 mariposa masculinos onde Rúben Leitão surge com o 5º melhor tempo da lista de entrada.

Conheça melhor A ONDA aqui.

Fonte: Facebook A Onda Azeitão

Desportivo Náutico da Marinha Grande

Na sua máxima força, o DNMG seria um grande favorito a conquistar a Taça, sobretudo porque a equipa feminina do Náutico é uma das melhores do país e já esta época ficou a escassos 3 pontos da primeira divisão.

Dessa equipa, apenas Bruna Simões competirá nas Piscinas Municipais Fernando Cunha e poder-se-á esperar dela a luta pela vitória nas suas provas.

Conheça melhor o DNMG aqui.

Fonte: Facebook Dnmg competição

Clube Desportivo WOS Team

É a equipa menos representada em competição. Traz apenas 4 nadadoras, o que se compreende, visto ser a equipa que realizará a viagem mais longa. Virá da ilha da Madeira até Torres Novas.

Apesar de “curta”, será uma equipa muito notada. Tem o melhor tempo da start list em quatro provas, por intermédio de Laura Abreu e Beatriz Rosa.

O clube da World Of Sports pode não voltar à Madeira com a Taça, mas de certo que as suas nadadoras voltarão com muitas medalhas.

Conheça melhor o CDWT aqui.

Fonte: Facebook WOS Team

Industrial Desportivo Vieirense

O clube de Vieira de Leiria em termos colectivos não deverá ter grandes aspirações, mas atenção aos nadadores Sandro Francisco e Sérgio Lamande que deverão baralhar as contas às equipas que lutam pela Taça.

Para os nadadores mais jovens, será certamente uma excelente experiência competitiva.

Conheça melhor a IDV aqui.

Fonte: futeboldistritaldeleiria.pt

Clube de Natação de Abrantes

Um clube em reestruturação que nos últimos anos viu sair vários nadadores e o treinador (actualmente no IDV). Passo a passo voltará a tentar percorrer o percurso que já deu a Abrantes vários campeões nacionais.

O IX Torneio “Taça Cidade de Torres Novas” será certamente um importante passo para os jovens do CNAB dado nesse sentido. Individualmente, Beatriz Moura surge com a melhor posição na start list aos 100 estilos com o seu 9º lugar de entrada.

Conheça melhor o CNAB aqui.

Fonte: Facebook Clube Náutico de Abrantes


E estão apresentadas as 17 equipas que vão estar em Torres Novas no dia 21 de Janeiro a disputar o IX Torneio “Taça Cidade de Torres Novas”. Os prognósticos do Fair Play estão feitos, agora é esperar pelo tiro de partida e assistir ao espectáculo único da natação!

Siga a par e passo todos os desenvolvimentos da competição através do Facebook e Twitter do Fair Play, durante todo o dia de sábado.

Veja também a start list do Torneio.


Entre na discussão


Quem somos

É com Fair Play que pretendemos trazer uma diversificada panóplia de assuntos e temas. A análise ao detalhe que definiu o jogo; a perspectiva histórica que faz sentido enquadrar; a equipa que tacticamente tem subjugado os seus concorrentes; a individualidade que teima em não deixar de brilhar – é tudo disso que é feito o Fair Play. Que o leitor poderá e deverá não só ler e acompanhar, mas dele participar, através do comentário, fomentando, assim, ainda mais o debate e a partilha.


CONTACTE-NOS



newsletter