19 Fev, 2018

Primeira ronda do campeonato sem grandes surpresas

José NevesOutubro 25, 20177min0

Primeira ronda do campeonato sem grandes surpresas

José NevesOutubro 25, 20177min0
A 1ª Jornada do Campeonato Nacional do Hóquei em Patins já "rolou" com Jordi Bargalló a ser a grande figura da Oliveirense! Descobre os outros destaques!

FC Porto goleador frente ao estreante HCP Grândola, SL Benfica com dificuldades mas com vitória esclarecedora, UD Oliveirense com reviravolta fantástica no último minuto e Sporting CP a bater sem grandes dificuldades o C Infante Sagres. Com maior ou menor dificuldade, todos os candidatos ao título entraram com o patim direito no campeonato nacional.


Vitória tranquila na nova casa

Sporting CP 7-1 C Infante Sagres

O Sporting e o Infante Sagres foram as primeiras equipas a entrar em rinque, num Pavilhão João Rocha que pela primeira vez recebeu um jogo oficial de hóquei em patins e  que mostrou excelentes condições para a prática da modalidade e para a transmissão televisiva da mesma. Numa primeira parte nem sempre bem jogada, o Sporting, que não contou com Pedro Gil a cumprir o primeiro de três jogos de castigo, confirmou todo o seu favoritismo e regressou aos balneários com três golos no marcador, mas mais importante, com a baliza inviolável.

No segundo tempo a equipa de Paulo Freitas soube controlar o jogo e aproveitando um maior desgaste da equipa que viajou da cidade invicta, acabou por marcar por mais quatro ocasiões, sofrendo apenas um golo na transformação de um livre directo que castigou a 20ª falta do Sporting CP.

No final, uma vitória que não merece contestação da melhor equipa em pista. O Sporting CP inicia assim da melhor forma a sua temporada conquistando os três pontos, o Infante Sagres regressa a casa com uma expectável derrota frente a um dos candidatos ao título.

Jogo de campeões com grande goleada

FC Porto 14-2 HCP Grândola

Uma tarde de festa no Dragão Caixa para ambos os conjuntos, de um lado um FC Porto que recebeu o troféu de campeão nacional da temporada passada, do outro o campeão da segunda divisão HCP Grândola que se preparava para realizar o primeiro jogo de sempre no primeiro escalão.

E sem surpresas foram os dragões a gerir o jogo e a construir naturalmente o resultado gordo com que viria a terminar a partida, numa primeira parte onde a equipa alentejana conseguiu levar perigo à baliza de Carles Grau por algumas ocasiões, mas apenas por uma vez conseguiu bater o guardião espanhol.

Na segunda parte o Grândola entrou mal e nos primeiros cinco minutos o resultado disparou para uns 8-1 que colocavam os alentejanos definitivamente fora do jogo. Até final o Porto chegou sem grandes dificuldades aos 14-2 finais com Hélder Nunes e Gonçalo Alves em plano de evidência. Do lado Grândola destaque para o jovem José Bernardo que apesar de não ter inscrito o nome na lista dos marcadores, foi dos jogadores mais inconformados e que mais perigo levou à baliza azul e branca.

Final de loucos em Oliveira de Azeméis

UD Oliveirense 4-3 AD Valongo

Uns últimos minutos frenéticos e indecisão no resultado até ao último segundo, foi isto que se viu no jogo grande da jornada em Oliveira de Azeméis. Uma Oliveirense favorita e vinda da conquista na Taça Continental na semana anterior e que se apresentava diante dos seus sócios e adeptos com vontade de manter o bom momento, mas do outro lado estava uma equipa do Valongo que se apresentou em grande nível na pré-época e que tencionava regressar a casa com pontos, causando a primeira surpresa da época.

E por muito pouco os valonguenses não surpreenderam mesmo, a quatro minutos do fim e com o resultado em 2-1, a equipa visitante marcou dois golos no espaço de um minuto e virou o marcador para 2-3. Mas apesar do pouco tempo que restava no cronómetro ainda havia muito para jogar, um golo de Pedro Moreira a 46 segundos do fim e outro de Jordi Bargalló a 30 segundos do apito final voltavam a dar a vantagem para a Oliveirense que desta vez se manteve até final.

Uma vitória sofrida da UD Oliveirense que apesar do susto arranca o campeonato com os primeiros três pontos.

Encarnados não vacilam

SL Benfica 5-1 SC Tomar

Foi um Benfica de serviços mínimos aquele que se apresentou diante do seu público frente a um Tomar muito bem organizado que dificultou ao máximo a tarefa da equipa de Pedro Nunes.

Apenas a quatro minutos do intervalo o Benfica conseguiu marcar pela primeira vez na marcação de uma grande penalidade. Na segunda metade os encarnados acabariam por marcar o importante segundo tento quando jogavam com menos um elemento após um cartão azul ao argentino Carlos Nicolia, no minuto seguinte nova grande penalidade desta vez marcada por Jordi Adroher que na recarga fez o terceiro e deu maior estabilidade ao Benfica. Até final os nabantinos viriam a reduzir mas as águias não acusaram o golo visitante e marcariam por mais duas ocasiões.

Um Benfica ainda longe do seu melhor frente a um Tomar que depois da boa réplica dada na Supertaça frente ao Porto voltou a deixar uma boa imagem na Luz. Um jogo em que as bolas paradas foram decisivas já que o Benfica marcou nas três a que teve direito e o SC Tomar falhou o único livre directo que dispôs.

Outros resultados

HC Braga 2-4 Valença HC

Jogo entre duas equipas na luta pela manutenção, um recém promovido Braga que tentava iniciar o campeonato da melhor maneira diante do seu público mas que não conseguiu passar pelo Valença, que assim garante uma vitória importante fora de portas e frente a um possível rival directo na luta pela sobrevivência.

CD Paço de Arcos 3-4 A Juventude Viana

Um Paço de Arcos que teve uma entrada fulgurante em jogo e chegou à vantagem de 2-0 aos seis minutos de jogo, mas foi incapaz conter a resposta da equipa vianense que confirmou o favoritismo apesar das dificuldades apresentadas pela equipa da linha, que contou com os dois reforços André Centeno e Gonçalo Nunes como figuras de destaque.

OC Barcelos 2-1 HC Turquel

Jogo entre um renovado Barcelos e um Turquel com novo técnico, duas equipas que se apresentaram em bom nível mas certamente irão melhorar com o passar do tempo. Um golo do Turquel aos 10 segundos de jogo e a resposta do Barcelos aos 25 segundos faziam antever um jogo repleto de golos mas nos restantes 49 minutos as defesas superiorizaram-se aos ataques e apenas por mais um ocasião o marcador voltou a avançar com golo de Marinho ainda no primeiro tempo. Um jogo equilibrado e em que ambas a equipas mostraram capacidade para realizar um campeonato tranquilo no meio da tabela.

As contas da jornada

Cinco da jornada:

Pedro Henriques (SL Benfica), Hélder Nunes (FC Porto), Jordi Bargalló (UD Oliveirense), Gonçalo Alves (FC Porto), Jordi Adroher (SL Benfica)

A figura: 

Jordi Bargalló (UD Oliveirense) – O jogador espanhol voltou mais uma vez a ser decisivo para a equipa de Oliveira de Azeméis com dois golos marcados no difícil jogo frente ao Valongo, um deles a 30 segundos do fim que deu os três pontos à equipa de Tó Neves.

Números da jornada:

53 – Golos marcados nesta primeira jornada do campeonato

39 – Jogadores que marcaram golos nesta jornada

9 – Jogadores admoestados com cartões azuis

Melhores marcadores do campeonato:

Hélder Nunes (FC Porto) / Gonçalo Alves (FC Porto) – 4 Golos

Jordi Adroher (SL Benfica) – 3 Golos

Foto: Oliveirense Facebook / José Paulo Silva


Entre na discussão


Quem somos

É com Fair Play que pretendemos trazer uma diversificada panóplia de assuntos e temas. A análise ao detalhe que definiu o jogo; a perspectiva histórica que faz sentido enquadrar; a equipa que tacticamente tem subjugado os seus concorrentes; a individualidade que teima em não deixar de brilhar – é tudo disso que é feito o Fair Play. Que o leitor poderá e deverá não só ler e acompanhar, mas dele participar, através do comentário, fomentando, assim, ainda mais o debate e a partilha.


CONTACTE-NOS




Newsletter


Categorias


newsletter