18 Fev, 2018

Líderes do campeonato resistem a mais uma jornada

José NevesDezembro 2, 20179min0

Líderes do campeonato resistem a mais uma jornada

José NevesDezembro 2, 20179min0
Na sexta ronda do campeonato os líderes venceram e destacam-se cada vez mais na frente do pelotão. Mais uma jornada analisada ao detalhe aqui no Fair Play.

Na sexta ronda do Campeonato Nacional de Hóquei em Patins os líderes FC Porto, Sporting CP, SL Benfica e UD Oliveirense venceram, todos fora de portas, e mantém as suas caminhadas imaculadas na frente. Na metade oposta a indefinição é maior com 3 pontos a separarem 8º de 14º, numa luta pela manutenção que promete ser emocionante até final.


Valongo dificultou mas Porto passou o teste

AD Valongo 3-5 FC Porto

Em Valongo encontravam-se um dos líderes do campeonato com registo 100% vitorioso, e uma equipa que no seu pavilhão somava por vitórias os dois jogos lá realizados, alguma teria de ceder e o resultado ao intervalo de 1-0 mostrava que o Valongo estava preparado para infligir a primeira derrota aos azuis e brancos. Após o intervalo assistiu-se a um segundo tempo quente onde a cerca de 9 minutos do final, e com o resultado em 2-2, o capitão valonguense Rúben Pereira, autor do único golo do primeiro tempo, recebeu ordem de expulsão directa após o lance do terceiro tento portista, o que permitiu aos dragões fazer o 2-4 no respectivo powerplay e, pela primeira vez na noite, conseguir uma vantagem de dois golos no marcador. Uma diferença de dois golos que, ainda que a equipa da casa tenha conseguido reduzir para um 3-4, foi novamente estabelecida já no derradeiro minuto do jogo pelo goleador Gonçalo Alves, que  carimbou a vitória portista com o 3-5 final.

Duelo europeu deu vitória Oliveirense

SC Tomar 1-5 UD Oliveirense

Após a jornada europeia que viu a equipa de Tó Neves empatar em Viareggio para a Liga Europeia e a de Nuno Domingues golear o Mérignac, em França, por 6-1 para a CERS, após o empate na cidade templária, ambas as equipas se defrontaram para o Campeonato Nacional com a Oliveirense a confirmar todo o seu favoritismo. Ao intervalo já a equipa de Oliveira de Azeméis vencia por 0-2, chegando aos derradeiros 10 minutos de jogo com uma vantagem confortável de 0-4. Num jogo pouco faltoso com apenas 12 faltas de equipa assinaladas mais uma grande penalidade que Nuno Araújo converteu, já na fase final da partida, para fixar o resultado em 1-5, a equipa que viajou de Oliveira de Azeméis conquistou os três pontos de forma meritória apesar da boa réplica dada pelo Tomar.

Águia voa mais alto em Braga

HC Braga 1-5 SL Benfica

Numa deslocação potencialmente complicada para a equipa da Luz frente a um Braga que em sua casa pode dificultar a tarefa de qualquer adversário, a equipa de Pedro Nunes voltou a mostrar competência defensiva, essa que foi uma das lacunas da equipa encarnada que lhe custou o título na época passada. O único golo bracarense foi marcado por Márcio Rodrigues na transformação do livre direto que puniu a 10ª falta benfiquista a cerca de 7 minutos do final da partida, numa altura em que o resultado já era de 0-5. Os golos do Benfica foram marcados por cinco jogadores diferentes, com Diogo Rafael e Miguel Rocha a marcarem na primeira parte, e Adroher, João Rodrigues e Vieirinha a fazerem o gosto ao stick no segundo tempo.

Valença ofereceu resistência mas Sporting leva a vitória

Valença HC 0-2 Sporting CP

No outro duelo entre equipas europeias o Valença, que terminava a série de três jogos com os três grandes, recebia o Sporting com a expectativa de oferecer a mesma resistência que havia oferecido ao Benfica aquando da recepção do minhotos aos encarnados. E mais uma vez os valencianos mostraram que, apesar da derrota, são uma equipa difícil de bater no seu rinque, apesar de aos 8 minutos de jogo o resultado já estar cifrado nos 0-2, o que poderia fazer antever uma goleada para os verde e brancos, a verdade é que o Valença se manteve fiel à sua estratégia não acusando os dois golos madrugadores dos Leões, e apesar de não ter conseguido bater Ângelo Girão, tendo inclusive desperdiçado um livre directo ainda no primeiro tempo, não permitiu que o Sporting disparasse no marcador para uma vitória mais confortável. Rodolfo Sobral foi uma das figuras do jogo, defendendo duas grandes penalidades e um livre directo, mantendo o Valença na discussão do jogo até aos derradeiros minutos.

Barcelos prevalece em jogo de históricos

OC Barcelos 3-2 CD Paço de Arcos

Jogo entre dois emblemas históricos da modalidade com vários troféus nacionais e internacionais conquistados, ainda que actualmente lutem por objectivos bem distintos. O OC Barcelos pretendia manter o 5º lugar e o seu registo invicto perante o seu público, o Paço de Arcos procurava conquistar os primeiros pontos fora de portas, depois de derrotas em Turquel e em Valongo. E os primeiros minutos mostraram que não se marcariam muitos golos neste jogo, com duas equipas bem encaixadas e sabedoras que, com o avançar do cronómetro, o primeiro golo poderia ser decisivo no desenrolar do jogo. E foi mesmo, já com menos de 5 minutos para o intervalo a equipa da casa quebrou finalmente a resistência da equipa da linha conseguindo uma vantagem que seria ainda ampliada no último minuto do primeiro tempo no livre directo que puniu a 10ª falta visitante. E se o 3-0 para a equipa barcelense nos primeiros minutos da etapa complementar fazia antever uns últimos minutos confortáveis para a equipa da casa, a resposta imediata de Gonçalo Nunes de livre directo relançou o Paço de Arcos no jogo que, a 10 minutos do fim, reduziu para a margem mínima. Até final a equipa da casa viu cair a sua 15ª falta mas desta vez Gonçalo Nunes não conseguiu bater o experiente Ricardo Silva que segurou os três pontos para o Barcelos.

16 golos e uma divisão de pontos em jogo louco

HC Turquel 8-8 C Infante Sagres

Na “Aldeia do Hóquei” defrontavam-se duas equipas com os mesmos três pontos na tabela classificativa, de um lado os visitados vindos de uma surpreendente e desapontante derrota frente ao Genève para a Taça CERS, que ainda assim permitiu a passagem à próxima ronda, e pretendia voltar ao caminho das vitórias, do outro um Infante que depois de duas goleadas nos terrenos de Sporting e Tomar, procurava desta feita pontuar em terreno alheio. E apesar de nos primeiros minutos ambas as equipas se terem estudado mutuamente, assim que a torneira dos golos abriu, não mais fechou. Aos 10 minutos de jogo João Paulo Candeias inaugurou o marcador mas, pouco depois, André Moreira no espaço de 3 minutos orquestrou a reviravolta no marcador com um hat-trick, ainda assim até ao intervalo o Infante voltaria a restabelecer a igualdade a 3 bolas. Numa segunda parte incaracterística, a equipa da casa, teoricamente favorita, nunca conseguiu o controlo do jogo e viu logo no primeiro minuto os visitantes voltarem à posição de vantagem. Até perto do final assistiu-se a um jogo de parada e resposta, com o Infante Sagres a conseguir voltar à frente do marcador sempre que o Turquel empatava, perto do último minuto a equipa da casa finalmente deu a volta ao marcador, algo que apenas durou alguns segundos já que, a 40 segundos do fim, João Paulo Candeias fecharia o marcador com o 8-8 final.

Viana vence o lanterna vermelha

A Juventude Viana 8-2 HCP Grândola

No jogo inaugural da jornada, antecipado para o início do passado mês de Novembro, a equipa de Viana do Castelo demonstrou todo o seu favoritismo batendo o lanterna vermelha do campeonato por 8-2. Apesar do escasso 2-1 ao intervalo o segundo tempo trouxe uma Juventude Viana forte que no espaço de 2 minutos arrancou para um 5-1 que acabaria por levar o Grândola ao tapete. Até final a experiente equipa de Viana do Castelo controlou o jogo chegando justamente ao resultado final de 8-2. Destaques para André Azevedo, que com um hat-trick foi preponderante na vitória da sua equipa, e para Filipe Bernardino, o homem golo do Grândola que marcou os 2 tentos alentejanos neste jogo.

 

Gonçalo Alves é o máximo artilheiro do campeonato (foto: FC Porto)

Os dados da jornada

Cinco da Jornada:

Ângelo Girão (Sporting CP), Zé Pedro (OC Barcelos), João Paulo Candeias (C Infante Sagres), Luís Silva (HC Turquel), André Azevedo (A Juventude Viana)

A Figura:

João Paulo Candeias (C Infante Sagres) – Com 4 golos marcados no espectacular 8-8 de Turquel, Candeias foi determinante na conquista do primeiro ponto fora de portas para o Infante. O jogador mostrou estar em noite inspirada sendo ameaça constante à baliza adversária, marcando um golo de grande penalidade, outro de livre directo, e os restantes em bola corrida.

Números da Jornada:

1– Rúben Pereira foi o destinatário do primeiro cartão vermelho da temporada.

4– Balizas invioláveis. Apenas com 6 jornadas já por 4 ocasiões uma equipa venceu sem sofrer golos, Ângelo Girão e o Sporting são responsáveis por duas delas.

35– Jogadores que nesta jornada fizeram balançar as redes, sendo que destes, 12 fizeram-no por mais do que uma ocasião.

Melhores Marcadores do Campeonato:

Gonçalo Alves (FC Porto) – 15 Golos

Gonçalo Nunes (CD Paço de Arcos) – 10 Golos

Jordi Adroher (SL Benfica), João Souto (UD Oliveirense) – 9 Golos

 


Entre na discussão


Quem somos

É com Fair Play que pretendemos trazer uma diversificada panóplia de assuntos e temas. A análise ao detalhe que definiu o jogo; a perspectiva histórica que faz sentido enquadrar; a equipa que tacticamente tem subjugado os seus concorrentes; a individualidade que teima em não deixar de brilhar – é tudo disso que é feito o Fair Play. Que o leitor poderá e deverá não só ler e acompanhar, mas dele participar, através do comentário, fomentando, assim, ainda mais o debate e a partilha.


CONTACTE-NOS




Newsletter


Categorias


newsletter